Desmitificar e Desmistificar

Desmitificar e desmistificar, em se tratando de aspectos gráficos, apresentam-se bastante semelhantes, quase que idênticos. Exatamente por esse motivo é que na Língua Portuguesa há uma infinidade de pares de vocábulos que retratam esse mesmo aspecto e, consequentemente, causam-nos inegáveis questionamentos e até possíveis desvios quanto à forma correta de utilizá-los.

É aí que toda cautela se faz necessária, associada, é óbvio, a uma boa dose de conhecimento acerca dos fatos que regem a língua que falamos. Nesse sentido, como não seria possível elencarmos todos os casos representativos, elegeremos o caso relacionado aos vocábulos desmitificar e desmistificar, ambos dotados de características distintas, sobretudo quanto às acepções semânticas. Dessa forma, vejamos:

Desmitificar – Desfazer um mito, tirar o caráter de mito, despojar de consagração (alguém ou algo).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Constatemos, pois, o exemplo a seguir:

Especialistas tentam desmitificar alguns aspectos relacionados ao déficit de atenção.

Desmistificar – Desfazer uma mistificação, denunciar um erro.   

Foi desmistificado todo o bando que atuava no desmanche de veículos.

Elencados tais pressupostos, eis que, em se tratando desse assunto, torna-se relevante nos atermos a mais um detalhe, expresso no exemplo em questão:

Alguém, em breve, deverá ser desmitificado... ou seria desmistificado?

Para encontrarmos a resposta conveniente, somente uma análise do próprio contexto nos proporcionará indícios suficientes, ou seja, se esse alguém é considerado uma pessoa com virtudes exageradas (fazendo referência a desmitificar), ou se se trata de um farsante (fazendo alusão a desmistificar).

Desmitificar e desmistificar integram os casos de paronímia, os quais são parecidos quanto à grafia e som, mas diferentes quanto ao significad
Desmitificar e desmistificar integram os casos de paronímia, os quais são parecidos quanto à grafia e som, mas diferentes quanto ao significad
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte
Assuntos relacionados
“Dar-mos” e “darmos” são palavras que divergem quanto ao significado: aquela se refere à junção entre o pronome oblíquo “me” e o artigo masculino plur
Dar-mos e Darmos
Dar-mos se refere à junção entre o pronome oblíquo “me” e o artigo masculino plural “os”; e darmos, à forma infinitiva flexionada.
Veem, vem ou vêm?
Aprenda quando utilizar “veem”, “vem” ou “vêm”. Saiba o significado de cada uma dessas conjugações e observe suas flexões para não errar a concordância.