Whatsapp icon Whatsapp

Problemas notacionais da língua portuguesa

Os problemas notacionais da língua portuguesa ocasionam desvios ortográficos e semânticos. Sendo assim, conhecê-los pode evitar desvios indesejados na fala e na escrita.
Os problemas notacionais são frequentes nas palavras homônimas e parônimas, fenômenos estudados pela Semântica
Os problemas notacionais são frequentes nas palavras homônimas e parônimas, fenômenos estudados pela Semântica

Os problemas notacionais da língua portuguesa provocam inúmeras dúvidas entre os falantes. São questionamentos feitos pela maioria de nós e surgem com frequência em nosso dia a dia. As questões notacionais estão relacionadas com a ortografia de determinadas palavras e expressões, sendo comumente associadas à Semântica, especialmente no que diz respeito às palavras parônimas e homônimas.

Na modalidade oral, os desvios notacionais relacionados com a ortografia não costumam alterar a produção de sentidos, mas quando a escrita está em jogo, é provável que dificuldades de interpretação possam ocorrer. Para ajudá-lo(a) a eliminar esse tipo de questionamento que é tão insistente, o Mundo Educação traz respostas para cinco dúvidas linguísticas mais frequentes de nosso idioma. Bons estudos!

Problemas notacionais da língua portuguesa

Acerca de / Cerca de / A cerca de / Há cerca de:

Acerca de = a respeito de:

Falamos acerca da viagem durante toda manhã!

Cerca de = durante, aproximadamente:

Ficamos esperando no consultório cerca de duas horas.

A cerca de = ideia de distância:

Permanecemos a cerca de quatro metros do acidente na rodovia.

Há cerca de = existe aproximadamente; aproximadamente no passado:

Há cerca de cem alunos reunidos no pátio da escola.
Concluí a graduação em História há cerca de vinte anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Meio e meia:

Meio é advérbio quando equivale a mais ou menos, um pouco. Observe:

O médico ficou meio preocupado com o paciente, mas permitiu que ele recebesse alta.

Meia é adjetivo quando equivale à metade:

Carolina foi ao mercado para comprar meia dúzia de ovos.

♦ Enfim e em fim:

Enfim equivale a afinal; finalmente. Observe:

Até que enfim você chegou!

Em fim equivale a no fim:

O jogador de futebol está em fim de carreira.

Detrás e de trás:

Detrás significa pela retaguarda:

Eles estão falando mal do colega por detrás.

De trás significa atrás:

Ao furar a fila, o cliente de trás reclamou de sua atitude.

♦ Nenhum e nem um:

Nenhum significa ninguém; nada:

Nenhum dos candidatos foi aprovado na entrevista de emprego.

Nem um = um só que fosse:

O corretor não conseguiu vender nem um imóvel.

Publicado por Luana Castro Alves Perez

Artigos Relacionados

O uso do adjetivo ou do advérbio representa um dos tantos questionamentos linguísticos
Adjetivo ou Advérbio?
Você sabia que uma das incorreções gramaticais se refere ao uso do adjetivo em detrimento ao do advérbio? Confira aqui algumas dicas imperdíveis!
Parônimos e homônimos apresentam semelhanças gráficas e sonoras
Parônimos e Homônimos
Você sabe o que são parônimos e homônimos? Clique aqui e descubra!
video icon
Geografia
América Central
Assista à nossa aula e descubra a América Central. Conheça os países que formam essa região do continente americano. Entenda as características naturais, populacionais e econômicas da América Central.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!