Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Espanhol
  3. Pronombres indefinidos

Pronombres indefinidos

Os pronombres indefinidos, pronomes indefinidos em espanhol, referem-se à terceira pessoa do discurso com certo grau de indeterminação e imprecisão. Trazem em si uma noção quantitativa, mesmo que indeterminada — tanto das pessoas quanto dos objetos. Em espanhol, a maioria desses pronomes pode assumir, também, as funções de adjetivos e de advérbios. Os pronombres indefinidos dividem-se em duas categorias: variáveis, que sofrem flexão de gênero e número, e invariáveis, que não sofrem.

Leia também: Los pronombres posesivos – quais são e como usar?

Quais são os pronombres indefinidos?

Pronombres indefinidos

Variables

Invariables

alguno/a (s)

ninguno/a (s)

demasiado/a (s)

mucho/a (s)

poco/a (s)

todo/a (s)

tanto/a (s)

otro/a (s)

uno/a (s)

varios (as)

bastante (s)

cualquiera/cualesquiera

quien/quienesquiera

alguien

nadie

algo

nada

demás

cada

 

 

Nos tópicos seguintes, vamos focar nos pronombres indefinidos que podem gerar mais dificuldades quanto ao uso ou ao significado. ¡Échale ganas!

Pronombres indefinidos variables

  • Alguno/a (s), ninguno/a (s)

Os pronombres indefinidos variables alguno/a (s) e ninguno/a (s) sofrem apócope — supressão de um ou mais fonemas no final de uma palavra — quando estão diante de um substantivo masculino singular, transformando-se em ningún e algún.

  • No he conseguido comprarle ningún regalo.
    (Não consegui compra-lhe nenhum presente.)

  • ¿Me dejaron algún mensaje?
    (Deixaram-me alguma mensagem?)

  • Ninguno de los estudiantes ha faltado al examen.
    (Nenhum dos estudantes faltou à prova.)

  • Hay algunas copas en la cocina.
    (Há algumas taças na cozinha.)

Veja também: Acentuación – as regras de acentuação em espanhol

  • Demasiado/a (s)

Significa em excesso, e é diferente de mucho (grande quantidade). É uma palavra muito usual no espanhol, que, em diversas ocasiões, é traduzida por muito/a (s).

  • En este mundo hay poca comida y demasiadas bocas que alimentar.
    (Neste mundo há pouca comida e muitas bocas para alimentar.)

  • Le puso demasiada sal a la comida.
    (Pôs sal em excesso/demais na comida.)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Uno/a (s)

Em seu Manual de la nueva gramática de la Lengua Española, a Real Academia Española (RAE) considera uno/a (s) como pronombre indefinido variable quando empregado genericamente para referir-se a qualquer indivíduo, expressando vivências, sentimentos e emoções que seriam estendíveis a qualquer outra pessoa. As melhores traduções em língua portuguesa seriam “a gente”, usado de maneira genérica, ou “alguém”.

Sua interpretação genérica requer que esse pronombre indefinido esteja acompanhado de um tempo verbal imperfectivo — cuja ação ainda não foi concluída ou está em curso, como o presente do indicativo (come), o gerúndio (está comiendo) ou o pretérito imperfeito do indicativo (estaba comiendo)|1|. Vejamos alguns exemplos:

  • Uno nunca sabe qué sorpresas le reservan el futuro.
    (A gente nunca sabe que surpresas o futuro nos reserva.)

  • Busco a uno que sepa matemáticas financieras.
    (Busco alguém que saiba matemática financeira.)

  • En aquellos tiempos, una salía a bailar a la hora que quisiera.
    (Naqueles tempos, a gente saía para dançar a hora que quisesse.)

¡OJO! Não confunda o uso genérico de “a gente” com valor de uno/a com “a gente” como substantivo coletivo em função de sujeito. Neste caso, “a gente” será traduzido por nosotros/as, pois refere-se a um grupo específico de pessoas e não a qualquer pessoa.

  • Nosotros/as estábamos paseando por la plaza.
    (A gente estava passeando na praça.)

¡OJO! Uno (somente a forma masculina singular) também tem função de artículo indeterminado.

  • Cualquiera/cualesquiera

Diante de substantivo masculino ou feminino, sofre apócope e transforma-se em cualquier.

  • Cualquier persona puede matricularse en el curso.
    (Qualquer pessoa pode matricular-se no curso.)

  • Quisiera conocer cualquier país de América Central.
    (Queria conhecer qualquer país da América Central.)

  • Llévate una torta, cualquiera que te guste.
    (Leve uma torta, qualquer uma que você gostar.)

  • Cualesquiera que sean tus problemas, te ayudo.
    (Quaisquer que sejam seus problemas, te ajudo.)

Cualquiera também pode ser usado de forma pejorativa para referir-se a alguém de pouca importância ou, se se trata de uma mulher, como ofensa relacionada a sua conduta “moral ou sexual”, segundo o Diccionario de la Real Academia Española|2|.

  • Bastante/s

Pode significar suficiente ou no poco/a.

  • Tardó bastante en llegar.
    (Demorou bastante para chegar.)

  • Ya tengo bastantes problemas para resolver.
    (Já tenho problemas suficientes para resolver.)
    (Já tenho problemas o bastante para resolver.)

  • Quienquiera/quienesquiera

É equivalente a quem quer que ou seja quem for. A forma plural quienesquiera é mais usada em contextos literários.

  • Sabré quién se rompió mi vaso, quienquiera que sea.
    (Saberei quem quebrou meu copo, seja quem for.)

  • Todo/a (s)

Pode ser traduzido em português por todo/a (s), quando sofre flexão, ou tudo, em sua forma neutra.

  • Todas mis amigas estaban en la fiesta.
    (Todas as minhas amigas estavam na festa.)

  • Come todo lo que quiera.
    (Coma tudo que você quiser.)

Acesse também: Pronombres personales – os usos dos pronomes pessoais em espanhol

Pronomes indefinidos invariables

  • Nadie/nada

Nadie é diferente de nada. O primeiro significa ninguém, e o segundo, nada.

  • No hay nadie en casa.
    (Não tem/há ninguém em casa.)

  • Nada es para siempre.
    (Nada é para sempre.)

  • Cada

É considerado pronombre indefinido quando está depois de um numeral cardinal e da preposição de.

  • Estos son los dulces que quiero. Cómprame uno de cada.
    (Estes são os doces que quero. Compre um de cada para mim.)

prenda a usar os “pronombres indefinidos” em espanhol.
Aprenda a usar os “pronombres indefinidos” em espanhol.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (Unifae PR/2000) Completa la siguiente oración con los indefinidos correctos:

A: ¿Hay _________ aquí que pueda ayudarme?
B: Lo siento, ahora no hay ________. Si quiere espere hasta que llegue ________ empleado.

a) alguien – ningún – alguno
b) alguno – alguien – alguno
c) nadie – alguien – algún
d) algún – nadie – algún
e) alguien – nadie – algún

Resolução

Alternativa E. Nadie significa ninguém, e algún sofre apócope antes de substantivo masculino singular.

Questão 2 – Enem

A charge faz uma crítica

a) a uma sociedade em que tudo tem um preço.

b) ao individualismo da sociedade contemporânea.

c) ao preço elevado dos produtos comercializados.

d) à desvalorização que as pessoas sofrem no mundo atual.

e) ao valor exagerado que se dá às coisas nos dias de hoje.

Resolução

Alternativa A. Todo, na tira, é traduzido como “tudo” em língua portuguesa.

Notas

|1| ESPAÑA. Manual de la nueva gramática de la Lengua Española. Real Academia Española. Asociación de Academias de la Lengua Española. Madrid: Espasa, 2010.

|2| Disponível em: https://dle.rae.es/?w=cualquiera

Publicado por: Renata Martins Gornattes
Assuntos relacionados
Las conjunciones
Aprenda tudo sobre as “conjunciones” em língua espanhola e sua classificação. Conheça seus usos e aplicações. Veja também exemplos e resolva exercícios.
Preposiciones
Descubra quais são as preposições em espanhol e as várias relações que elas podem estabelecer entre as palavras numa oração.
Pronomes interrogativos e exclamativos em espanhol
Conheça quais são os pronombres interrogativos y exclamativos em espanhol e saiba como usá-los adequadamente. Pratique com exercícios contextualizados.
Aumentativo e diminutivo em espanhol
Aprenda como usar os sufixos de aumentativo, diminutivo e depreciativos em espanhol. Também pratique o que aprendeu com exercícios contextualizados.
Acentuación
Saiba tudo o que você precisa saber sobre a acentuação das palavras em espanhol!
Os artigos em Espanhol são utilizados diante de substantivos ou de elementos a que fazem referência no enunciado
Los artículos determinado, indeterminado y neutro en español
“Los artículos determinado, indeterminado y neutro en español”: Tire todas as suas dúvidas sobre o uso dos artigos em Espanhol!
Para o nosso “muito” em português, em espanhol, é utilizado <i>muy</i> ou <i>mucho</i>
Usos de “muy” e “mucho” em Espanhol
É muito comum os brasileiros terem dúvidas na hora de utilizar “muy” e “mucho” em espanhol, já que utilizam só uma palavra com a mesma função, “muito”. “Muy” e “mucho” são utilizados em situações diferentes na oração, o que no início pode parecer difícil de compreender, mas é só ter atenção. Aprenda de uma vez o seu uso!