Whatsapp icon Whatsapp

Dois-pontos (:)

O sinal de dois-pontos é usado para estabelecer relação entre dois enunciados, indicando que há uma citação, uma enumeração ou uma explicação referente à primeira oração.
Os dois-pontos indicam uma leve pausa a partir da qual é possível iniciarmos uma citação, uma enumeração ou uma explicação.
Os dois-pontos indicam uma leve pausa a partir da qual é possível iniciarmos uma citação, uma enumeração ou uma explicação.

Os dois-pontos são um sinal de pontuação usado para separar dois períodos que estão muito relacionados entre si. Os dois-pontos deixam explícito que há, entre esses dois períodos, uma pausa breve que representa uma relação de explicação, enumeração ou, mesmo, uma citação.

Leia também: Uso da vírgula — afinal, como e quando utilizar adequadamente esse sinal?

Resumo sobre dois-pontos

  • O sinal de dois-pontos indica uma leve pausa no enunciado, estabelecendo uma relação entre dois períodos.

  • Os dois-pontos podem ser usados para indicar o início de uma citação, de uma enumeração relacionada com o período anterior ou de uma explicação a respeito do período anterior.

  • Os dois-pontos são uma breve pausa que inicia um período ligado ao anterior, enquanto o ponto e vírgula servem para indicar uma pausa mais prolongada, com períodos relacionados, mas menos dependentes entre si.

Para que servem os dois-pontos?

O sinal de dois-pontos é usado para indicar uma breve pausa entre dois períodos. Esse sinal, além disso, indica que a ideia expressa no primeiro enunciado ainda não está concluída, sendo que o segundo complementa e explica o que está sendo expresso no primeiro enunciado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Usos dos dois-pontos

Os dois-pontos são usados principalmente em três situações: ao indicar uma citação, uma enumeração ou uma explicação.

  • Citação usando dois-pontos

Ao se reproduzir uma citação, é comum que os dois-pontos apareçam após o verbo que indica a ação declarativa. A citação aparece na mesma linha, entre aspas, ou na linha seguinte, após um travessão. Veja os exemplos:

Ela pediu: “Quero o relatório na minha mesa até amanhã.”

Ele perguntou:

Quando poderemos seguir adiante?

  • Enumeração usando dois-pontos

Os dois-pontos também são usados para introduzir uma enumeração explicativa, ou seja, uma sequência que explica ou exemplifica o que foi dito anteriormente. Veja o exemplo a seguir:

Precisávamos de muitos itens: fraldas, mamadeiras, papinhas; tudo o que um neném pode usar em demasia.

  • Explicação usando dois-pontos

Os dois-pontos ainda podem ser usados para indicar uma leve pausa no ritmo do enunciado que seguirá com uma explicação, uma síntese ou uma consequência do que foi declarado até ali. Perceba nos exemplos a seguir:

O que me irritava era isto: ela nunca se lembrava de encher a garrafa antes de colocar de volta na geladeira.

A razão é clara: achava a sua conversação menos insossa que a dos outros homens.” (Machado de Assis)

  • Vocativo usando dois-pontos

Na linguagem escrita, é possível encontrar dois-pontos em cartas, comunicações, correspondências, requerimentos, entre outros textos que se iniciem com direcionamento ao vocativo. Após o vocativo inicial, pode-se usar vírgula ou dois-pontos, à escolha de quem escreve a comunicação. A vírgula é mais usada nesse tipo de situação, mas os dois-pontos também são aceitos. O exemplo a seguir representa o início de uma correspondência:

Prezada Doutora Assis: A reunião de amanhã precisará ser cancelada.

Leia também: Travessão — sinal utilizado para indicar discurso direto e enfatizar trechos de textos

Diferenças entre dois-pontos (:) e ponto e vírgula (;)

Ponto e vírgula e dois-pontos.
Os dois sinais são esteticamente semelhantes, mas cada um deles possui um uso específico, de modo que não podem ser confundidos.

Tanto os dois-pontos como o ponto e vírgula indicam pausas entre dois enunciados. Porém, a pausa dos dois-pontos é considerada mais breve, sem quebrar o ritmo e o encadeamento de ideias. No caso do ponto e vírgula, essa pausa no ritmo é um pouco maior.

Além disso, enquanto o uso de dois-pontos indica dois enunciados com uma sequência lógica bastante dependente entre os dois enunciados, no ponto e vírgula é um pouco diferente: enunciados separados por ponto e vírgula costumam ter uma relação menos dependente entre si, isto é, há uma sequência lógica entre eles, mas que é um pouco mais livre.

Saiba mais: Parênteses — conheça as regras de utilização desse par de sinais

Os dois-pontos em frases

  • Então, ela disse: “Eu declaro o réu culpado.”

  • Aqui vai a lista: arroz, feijão, macarrão, banana, maçã e carne.

  • O resultado do jogo provava tudo: éramos os vencedores!

  • Quando tudo parecia perdido, ele apareceu: “Eu tenho a solução!”

  • Posso dar um milhão de motivos para não ir: não gosto de calor, tem previsão de chuva, eu já conheço lá, estou sem dinheiro...

  • Decidimos não nos falar mais: aquilo claramente não estava dando certo.

Videoaula sobre ponto e vírgula, reticências e dois-pontos

Exercícios resolvidos sobre dois-pontos

Questão 1

(FGV) “Que sorte possuir uma grande inteligência: nunca te faltam bobagens para dizer.”

Nesse pensamento, os dois pontos só não podem ser adequadamente substituídos por:

A) visto que

B) sem que

C) já que

D) uma vez que

E) porque

Resolução:

Alternativa B

A expressão “sem que” não faz sentido no contexto apresentado, não podendo substituir os dois-pontos para indicar a relação de explicação.

Questão 2

(Vunesp)

Escritório

Aluguei um escritório. Minha senhoria é a Venerável Ordem Terceira de São Francisco da Penitência — o que quer dizer que começo bem, sob a égide de um santo de minha particular devoção. Espero que ele me assista nesta grave emergência.

Grave, porque assumi compromisso, com contrato registrado e sacramentado, de cumprir fielmente o regulamento do prédio na minha nova condição de inquilino. Não posso, por exemplo, colocar pregos que danifiquem as paredes.

Mas escritório de quê? Advocacia? A tanto não ousaria, sendo certo que minha qualidade de bacharel nunca me animou sequer a ir buscar o diploma na Faculdade (onde, confio, esteja ainda bem guardado à minha espera, se dele precisar para qualquer eventualidade: a de ser inesperadamente convocado à vida pública, por exemplo, com uma honrosa nomeação, sacrifício a que seria difícil esquivar-me). Pelo que, não ousariam a esta altura da minha vida, iniciar-me na profissão a que o dito diploma presumivelmente me habilita. Além do mais, eu não poderia mesmo colocar o prego para dependurá-lo na parede.

Fica sendo então escritório, tão-somente. Nem mesmo de literatura: apenas um local onde possa acender diariamente o forno (no sentido figurado, apresso-me a tranquilizar o condomínio) desta padaria literária de cujo produto cotidiano, fresco ou requentado, vou vivendo como São Francisco é servido. Levo para o meu novo covil uma mesa, uma cadeira, a máquina de escrever — e me instalo, à espera de meus costumeiros clientes.

Estranhos clientes estes, que entram pela janela, pelas paredes, pelo teto, trazidos pelas vozes de antigamente, vindos numa página de jornal, ou num simples ruído familiar: projeção de mim mesmo, ecos de pensamento, fantasmas que se movem apenas na lembrança, figuras feitas de ar e imaginação.

(Fernando Sabino. A mulher do vizinho. Adaptado)

Observe o emprego de dois-pontos na passagem do 5º parágrafo. É correto afirmar que os dois-pontos sinalizam a introdução de informação que

A) contesta informação expressa anteriormente.

B) esclarece o conceito do autor sobre literatura.

C) reforça opinião que será apresentada ao leitor.

D) nega o conteúdo de informação anterior.

E) complementa e esclarece afirmação precedente.

Resolução:

Alternativa E

O uso dos dois-pontos no contexto indicado indica uma pausa feita para estabelecer relação de complemento do segundo enunciado com o primeiro.

Publicado por Guilherme Viana

Artigos Relacionados

Você conhece as regras de uso dos parênteses?
Parênteses
Acesse para aprender a usar corretamente os parênteses, sinal de pontuação que acrescenta informações acessórias ao texto.
Pontuação
Pontuação
Clique aqui e conheça as características e funções de alguns sinais de pontuação.
O travessão é um dos sinais de pontuação. Você sabe utilizá-lo?
Travessão
Acesse para conhecer as funcionalidades do travessão: marcar o discurso direto e dar ênfase em trechos de um texto.
Dúvidas quanto ao uso da vírgula
Uso da Vírgula
Saiba tudo sobre o uso da vírgula. Entenda de que maneira essa pontuação auxilia na construção de sentidos em um texto.
video icon
Filosofia
Adam Smith
Filósofo e o principal economista do século XVIII, Adam Smith é considerado o “pai” do liberalismo econômico. Assista a este vídeo para conhecer um pouco mais sobre o pensador.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!