Whatsapp icon Whatsapp

Requerimento

Requerimento é um texto de modalidade técnica muito utilizado no cotidiano para fazer um pedido ou uma exigência para algum departamento, órgão ou instituição.
O requerimento é um documento muito utilizado no cotidiano, principalmente nas escolas, no trabalho e em repartições públicas.
O requerimento é um documento muito utilizado no cotidiano, principalmente nas escolas, no trabalho e em repartições públicas.

O requerimento é um gênero textual técnico muito utilizado no cotidiano para solicitar ou exigir algo a um representante legal de um órgão ou instituição que, hierarquicamente, pode atender ao pedido do requerente.

Por se tratar de um texto técnico, ele preza pela formalidade, impessoalidade, mensagem transparente e direta (sem rodeios), cordialidade (pronomes de tratamento cordiais e respeitosos) e marcadores de identificação do requerente, como documentos pessoais e assinatura ao final do texto.

Leia mais: Relatório — gênero textual utilizado para expor resultados de alguma atividade realizada

Resumo sobre requerimento

  • É utilizado para fazer um pedido ou uma solicitação (por parte do requerente) para algum departamento, órgão ou instituição (o requerido).

  • É um gênero textual técnico e, por isso, apresenta uma estrutura fixa e uma linguagem formal, concisa e objetiva.

  • Pode ser classificado em dois tipos: simples e complexo.

  • Estruturalmente, o requerimento apresenta os seguintes elementos: vocativo, preâmbulo, exposição do pedido, fecho, local e data, e assinatura.

Videoaula sobre requerimento – redação oficial

O que é requerimento?

O requerimento é um gênero textual técnico e, portanto, formal e de estrutura mais fixa, em que o requerente solicita ou exige algo a um órgão ou instituição, também chamados, nesse caso, de requerido. Por se tratar de um texto de modalidade técnica e documental, o requerimento precisa seguir a norma-padrão da língua portuguesa e se apresentar de forma objetiva e concisa.

Quais são os tipos de requerimento?

O requerimento pode ser dividido em dois tipos:

  • Requerimento simples: é muito utilizando quando não há uma situação muito complexa, portanto, sua estrutura apresenta parágrafo único, com linguagem formal, objetiva e concisa.

  • Requerimento complexo: é um documento com mais detalhes e, por isso, necessita de um texto maior, dividido em parágrafos, em que o autor detalha seus argumentos. Ao final, deve-se inserir os documentos necessários para comprovação.

Ainda que distintos na questão do detalhamento, ambos seguem as características principais e apresentam uma base estrutural similar em sua composição.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são as características e estrutura de um requerimento?

O requerimento, enquanto documento formal, segue as regras da correspondência formal quanto à linguagem. Sendo assim, ele deve ser impessoal, prezar pela objetividade (focar no assunto em questão e, apenas se for necessário e relevante, detalhá-lo) e utilizar os respectivos pronomes de tratamento, visto que ele sempre é destinado a alguém (o requerido) em uma hierarquia superior à do requerente.

Em termos práticos, o requerimento é bastante utilizado quando se quer solicitar pedidos de férias, requisitar algum recurso material necessário, pedir auxílio, entre outros. Geralmente, ele é usado no estabelecimento de trabalho, em instituições de ensino ou em órgãos governamentais.

Do ponto de vista estrutural, o requerimento apresenta os seguintes elementos:

  • Vocativo: é o chamamento daquele responsável por acatar ou não o pedido do requerente, ou seja, do requerido.

  • Preâmbulo: apresentação das informações essenciais do requerente, como nome, nacionalidade, estado civil, profissão, documentos (RG e CPF) e localização.

  • Exposição do pedido: exposição do que está sendo solicitado.

  • Fecho: em geral, é utilizada a expressão “nestes termos, pede deferimento”.

  • Local e data

  • Assinatura

Leia mais: Memorando — texto técnico destinado à comunicação interna entre departamentos e demais órgãos de uma instituição

Como fazer um requerimento?

Para fazer um requerimento, é preciso saber o que será solicitado ou requerido e informar-se sobre o responsável legal no órgão ou instituição a quem o documento deve ser direcionado. É importante saber se o pedido a ser feito se sustenta, e, ao escrever o texto, deve-se lembrar do uso adequado da linguagem (formal, impessoal, concisa e objetiva).

Exemplos de requerimento

O modelo base para a escrita do requerimento é o seguinte:

REQUERIMENTO

A(ao) (nome do requerido)

(Nome do requerente), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), inscrito sob o (CPF) e (RG), residente em (rua), (número), (bairro), na (cidade)-(UF), vem, cordialmente, à presença de (pronome de tratamento adequado), requerer/solicitar (apresentação do pedido).

Nestes termos, pede deferimento.

(Localidade), (dia) de (mês) de (ano)

(Assinatura)

Abaixo, um exemplo de requerimento utilizando o modelo apresentado acima. Ele se refere a um pedido de licença do requerente.

REQUERIMENTO

Ao sr. Flávio Ribas, diretor da Escola Brasil

Felipe, brasileiro, solteiro, professor, inscrito sob o CPF 0000-000.00 e RG 0000000, residente em rua Mauá, n° 12, setor Noroeste, em Volta Redonda-RJ, vem, cordialmente, à presença de vossa senhoria, requerer licença das atividades docentes no período de agosto por motivos de saúde.

Nestes termos, pede deferimento.

Volta Redonda, 30 de abril de 2017

Felipe Oliveira

Publicado por Rafael Camargo de Oliveira

Artigos Relacionados

Ata
Entenda a finalidade de uma ata, as suas regras de uso e como fazer alterações e correções quando elas forem necessárias. Saiba a diferença entre ata formal e informal.
Procuração
Entenda o que é uma procuração. Saiba quais são suas principais características e estrutura. Veja também como fazer uma procuração e seus tipos existentes.
Redação técnica
Descubra quais as principais características da redação técnica, quais são os gêneros e suas funções, e tudo que você precisa saber para produzir o seu texto.
Redigindo corretamente uma declaração
Há algumas regras para sua composição. Clique aqui e descubra-as!
video icon
"Matemática do Zero | Classificação de triângulos" escrito sobre fundo azul
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Classificação de triângulos
Nessa aula veremos que um triângulo pode ser classificado quanto às medidas dos lados (isósceles, equilátero e escaleno) e quanto às medidas dos ângulos (acutângulo, retângulo e obtusângulo).