Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Dúvidas de vocabulário
  4. Uso do onde: particularidades linguísticas

Uso do onde: particularidades linguísticas

Fazer referência à palavra “onde” nos remete a situações linguísticas usualmente utilizadas em contextos comunicativos semelhantes às construções que seguem:

Para onde você vai viajar?

Onde você reside?

De onde você veio? ...

Tal vocábulo, uma vez analisado segundo às acepções semânticas que norteiam o contexto em questão,  encontra-se adequadamente empregado, visto que em todas as situações prevalece a noção de “lugar”.  No entanto, cabe ressaltar que nem sempre isso ocorre, haja vista que não raras as vezes nos deparamos com algumas situações nas quais o usuário, por se mostrar um tanto quanto desavisado acerca de algumas habilidades, acaba transgredindo o padrão formal da linguagem e cometendo alguns deslizes. Dessa forma, sem adentrar alguns méritos, pelo menos por enquanto, apenas analisemos os enunciados que seguem:

Torna-se difícil conviver em um ambiente onde as pessoas não se respeitam mutuamente.

Durante a reunião houve um momento onde todos tiveram a oportunidade de se manifestar.

Pois bem, chegamos à constatação que em se tratando da situação comunicativa em questão, o uso do vocábulo em destaque retrata claramente os temíveis “escorregões” cometidos de uma forma bastante recorrente. Mas... em que aspecto tal posicionamento se manifesta?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ora, no simples fato de a palavra “onde” ser utilizada em um caso que somente caberia o uso de um pronome relativo, cuja função se define por retomar um termo antes mencionado. Partindo dessa premissa, cabe-nos atribuir ao enunciado a retificação que lhe é necessária, uma vez assim manifestada:

Torna-se difícil conviver em um ambiente NO QUAL as pessoas não se respeitam mutuamente.

Durante a reunião houve um momento NO QUAL todos tiveram a oportunidade de se manifestar.

Ou ainda:

Torna-se difícil conviver em um ambiente EM QUE as pessoas não se respeitam mutuamente.

Durante a reunião houve um momento EM QUE todos tiveram a oportunidade de se manifestar.

Mediante as elucidações aqui retratadas, fica um alerta: atente-se, primeiramente, para o sentido que ora deseja atribuir à palavra em estudo, de modo a fazer o bom uso que a ela se atribui.

O uso correto do vocábulo onde se relaciona a particularidades linguísticas predefinidas
O uso correto do vocábulo onde se relaciona a particularidades linguísticas predefinidas
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte
Assuntos relacionados
A nível de ou em nível de?
Qual é a forma correta: nível de ou em nível de? Clique e tire suas dúvidas!
Um ou outro e Um e outro?
Como usar essas expressões? Veja aqui a forma correta!
Ascendência e descendência são palavras de sentido contrário. Esta significa a prole; e aquela, a origem
Ascendência e descendência
Ascendência e descendência são palavras de sentido contrário. Ascendência diz respeito à origem; e descendência, à prole.
Existem alguns fatores que devem ser considerados na hora de usar o etc.
Uso do etc.
Clique para tirar todas as suas dúvidas a respeito do uso do "etc."
Plural
Algumas palavras possuem um plural que pode gerar dúvidas. Confira!
Processo de migração no mundo
Emigração, imigração ou migração?
Saiba de forma simples e resumida o significado de cada um dos termos!
Eminente ou iminente?
É iminente a crise financeira no Brasil! Essa frase está correta? Veja aqui!
Somente duas construções são consideradas corretas: pisar a grama e pisar na grama
Pisar à grama, na grama ou a grama?
Pisar à grama, na grama e a grama são expressões cotidianas que geralmente suscitam questionamentos. Caso você tenha dúvidas, clique e confira as dicas!
O singular ou o plural de determinadas expressões se encontra relacionado a aspectos específicos
Singular ou plural de determinadas expressões
Quando usar o singular? Quando usar o plural? Se essas são as suas dúvidas, certifique-se dos casos relacionados a determinadas expressões!