Plural

Nem sempre acrescentar um “s” no final da palavra significa que ela está no plural, em alguns vocábulos o plural requer mais cuidado.

A regra básica do “acrescente um ‘s’ ao final” não cabe em alguns plurais de palavras. Há muitos vocábulos que exigem uma maior atenção ao serem colocados no plural.
Vejamos alguns casos:

• Aluguéis ou alugueres – as duas são corretas.

• Costa ou costas – “costa” refere-se ao litoral e “costas” a parte posterior do corpo (dorso): Minhas costas estão doendo.

• Câmpus ou Campi – se seguir a origem latina, o plural de campus é campi, mas se considerar a forma aportuguesa, será câmpus (com acento), obedecendo o plural das paroxítonas terminadas em “s”: os pires, os bônus, os lápis, etc.


• O óculos ou os óculos – é usada no plural: Os meus óculos de sol são lindos!

• Cidadãos ou cidadões – o certo é cidadãos.

• “rr” ou erres – o plural das letras, no geral, pode ser das duas maneiras.

• Currículuns ou currículos – a palavra curriculum está no latim e, portanto, seu plural é curricula. Mas o plural da forma aportuguesada é currículos, já que o singular é currículo.

• Blitz ou blitzes – o plural de blitz segue as regras ortográficas: terminou em z, acrescenta-se “es”, portanto, blitzes.

• Faxes ou Faxs – se seguirmos as regras, será “os fax”, pois termina em “x” e, portanto, é invariável, como: as xerox, os tórax, etc.

• Juniors ou juniores – Seguindo as regras, ficará: juniores, pois é uma palavra terminada em “r” e, logo, acrescenta-se “es”.

• Abaixos-assinados ou abaixo-assinados – o certo é abaixo-assinados. (advérbio + adjetivo), como em: curto-circuitos.

• Tenente-coronéis ou tenentes-coronéis – o certo é tenentes-coronéis. (substantivo + substantivo), como: banhos-marias, padres-mestres, etc.

• Mestre-de-obras ou mestres-de-obras – o correto é mestres-de-obras (palavras compostas ligadas por preposição), pois mestre-de-obras é singular. Acompanham esse raciocínio: pães-de-ló, estrelas-do-mar, estrelas-d’alva, chapéus-de-sol, fins-de-semana, etc.

• Goles ou gols – o plural de gol é gols.

• Florzinha ou florezinha – os dois estão corretos, assim como: mulherzinha e mulherezinha.

• Fôlders ou fôlderes – o correto é fôlderes, assim como: pôsteres, hambúrgueres, etc.

• Degrais ou degraus – o correto é degraus, da mesma forma é: graus, maus, etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Sabrina Vilarinho
Assuntos relacionados
Processo de migração no mundo
Emigração, imigração ou migração?
Saiba de forma simples e resumida o significado de cada um dos termos!
Somente duas construções são consideradas corretas: pisar a grama e pisar na grama
Pisar à grama, na grama ou a grama?
Pisar à grama, na grama e a grama são expressões cotidianas que geralmente suscitam questionamentos. Caso você tenha dúvidas, clique e confira as dicas!
O uso correto do vocábulo onde se relaciona a particularidades linguísticas predefinidas
Uso do onde: particularidades linguísticas
Deseja fazer bom uso do onde? Simples, simples, clique e confira acerca das particularidades linguísticas que o norteiam!
Singular e plural são os modos de flexão de número dos substantivos
Singular e plural
Neste artigo você vai estudar sobre singular e plural, os quais representam a flexão de número dos substantivos.
Acerca de, a cerca de, há cerca de?
Você sabe como usar corretamente cada uma dessas expressões? Clique aqui e saiba mais!
Despercebido ou desapercebido, apesar de certas semelhanças, denotam sentidos distintos
Despercebido ou desapercebido?
Despercebido ou desapercebido não são palavras sinônimas, haja vista que cada uma delas possui sentidos distintos.
Desvios linguísticos ocorrem por dois motivos: pela falta de conhecimento ou por um mero descuido
Desvios linguísticos
Desvios linguísticos são falhas cometidas pelos usuários da língua, por descuido ou por falta de conhecimento, e que precisam ser evitadas.