Whatsapp icon Whatsapp

Bob Marley

Bob Marley foi um cantor de reggae originário da Jamaica. Ele ficou conhecido internacionalmente como um dos grandes nomes desse estilo e faleceu precocemente de câncer.
Bob Marley cantando em um microfone e tocando guitarra durante uma apresentação.
Bob Marley foi um cantor jamaicano conhecido mundialmente como um dos maiores ícones do reggae.[1]

Bob Marley foi um cantor jamaicano que ganhou renome internacional como um dos maiores cantores de reggae, estilo musical surgido na Jamaica. Ele demonstrou interesse pela música desde a infância, e iniciou sua trajetória musical como membro de The Wailers, uma banda formada com seus amigos.

Depois que Peter Tosh e Bunny Wailer saíram da The Wailers, Bob Marley seguiu carreira solo, conquistando milhões de fãs por todo o planeta e lançando álbuns que foram sucesso de crítica e venda. Faleceu precocemente, e 1981, vítima de um câncer que não foi devidamente tratado.

Leia também: Diego Maradona — ícone do futebol argentino que enfrentou intensa luta contra as drogas

Resumo sobre Bob Marley

  • Bob Marley foi um cantor de reggae originário da Jamaica.

  • Alcançou sucesso internacional, com álbuns que foram sucessos de crítica e de venda.

  • Sua carreira musical foi iniciada com uma banda chamada The Wailers.

  • Sobreviveu a uma tentativa de assassinato, em 1976.

  • Faleceu precocemente por conta de um câncer.

Nascimento e infância de Bob Marley

Robert Nesta Marley nasceu no dia 6 de fevereiro de 1945, sendo originário de Nine Mile, uma cidade da Jamaica. Internacionalmente, ele ficou conhecido como Bob Marley, um dos maiores cantores de reggae, estilo musical jamaicano. Bob Marley era filho de uma afro-jamaicana e de um descendente de ingleses.

Sua mãe se chamava Cedella Malcolm, e seu pai, Norval Sinclair Marley. A infância de Bob Marley ficou marcada pela ausência de seu pai, que ajudava a família financeiramente, mas estava ausente com frequência por causa de seu trabalho. Quando o cantor tinha 10 anos, seu pai faleceu.

Bob Marley estudou em algumas escolas de Nine Mile, mas, com 12 anos, mudou-se para Kingston, capital jamaicana. Lá, passou a morar junto de sua mãe em Trenchtown, um bairro conhecido por sua pobreza e violência, mas que tinha um cenário cultural muito vibrante. Esse meio cultural vibrante contribuiu para dar forças ao lado artístico de Bob Marley.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Desde a infância, ele tinha um grande apreço pela música, aprendendo a tocar violão e fazendo aulas de canto. Os estilos musicais que o jovem Bob Marley mais apreciava eram ska, também originário da Jamaica, e rhythm and blues, estilo norte-americano em alta naquele período.

Compartilhava o gosto pela música com seu amigo Neville Livingston, atualmente conhecido como Bunny Wailer. Juntos, Bob e Neville procuravam desenvolver suas habilidades musicais, e a proximidade dos dois só aumentou quando a mãe do primeiro casou-se com o pai do segundo. Ambos chegaram a morar juntos em Kingston.

Veja também: Frida Khalo — artista mexicana que ganhou fama mundial e teve sua vida marcada por suas dores e paixões

Trajetória musical de Bob Marley

A carreira musical de Bob Marley se desenvolveu com a de alguns de seus amigos. Junto a Bunny Wailer e Peter Tosh, formaram a banda The Wailers. Esse nome se consolidou em 1964, e, antes disso, uma série de outros nomes foram adotados pela banda dos jovens amigos.

Nesse momento, duas pessoas foram muito importantes na trajetória artística de Marley. Primeiro, Joe Higgs o auxiliou com aulas de canto, permitindo que ele pudesse desenvolver suas capacidades vocais. Depois, Joe Higgs foi o produtor musical responsável por lançar quatro singles de The Wailers.

O primeiro single gravado e lançado por The Wailers foi “Judge not”, em 1962. Outros singles gravados foram “Do you still love me”, “Terror e one cup of coffee”. Outros músicos integraram a banda, e The Wailers começou a conquistar o seu espaço no cenário musical jamaicano. Em 1964, por exemplo, conseguiu estabelecer uma canção como uma das mais ouvidas do país.

Em 1966, a banda passou a contar somente com os três integrantes originais: Bob Marley, Peter Tosh e Bunny Wailer. Entre 1966 e 1968, a vida pessoal de Marley passou por diversas mudanças. Primeiramente, ele se casou com uma cantora cubana que havia crescido na Jamaica, Rita Anderson.

Além disso, ele se mudou para os Estados Unidos, onde procurou desenvolver uma carreira profissional fora do campo artístico, mas acabou retornando para a Jamaica em 1968. Durante esse período, Bob Marley afastou-se do catolicismo e se converteu ao rastafarianismo, uma religião de origem jamaicana com algumas influências africanas, judaicas e cristãs.

A partir de 1968, o trio que formava The Wailers e Rita Anderson trabalharam incessantemente para conquistar mais espaço para a banda, e começaram a atrair gravadoras estrangeiras para investir nela. O trabalho deles deu resultado, e, em 1972, eles foram contratados pela Island Records, uma gravadora inglesa.

Essa gravadora investiu para que a banda pudesse gravar e lançar alguns álbuns, além de ter contribuído para que The Wailers conquistasse espaço internacional. Com esse auxílio, The Wailers gravou três álbuns:

  • Catch a fire, de 1973;

  • Burnin’, de 1973;

  • Natty dread, de 1974.

Os três álbuns foram sucesso de crítica, atraindo a atenção internacional e dando maior projeção à banda. Após o lançamento deles, Peter Tosh e Bunny Wailer decidiram sair da banda para dedicarem-se às suas carreiras solo. Isso deu início à nova fase da carreira musical de Bob Marley.

Auge da carreira de Bob Marley

Em sua carreira solo, Bob Marley renomeou a banda, passando a chamá-la de Bob Marley & The Wailers, e essa fase ficou marcada por ser o auge da fama do cantor jamaicano. Marley conquistou projeção internacional e se tornou um dos grandes ícones do reggae na Jamaica e no mundo.

Nessa fase, Bob Marley lançou álbuns de grande sucesso, vendendo milhões de cópias em todo o planeta e realizando shows em diversos continentes, atraindo uma multidão de fãs por onde passava. Entre os álbuns da carreira solo de Bob Marley, estão:

  • Rastaman vibration, de 1976;

  • Exodus, de 1977;

  • Kaya, de 1978;

  • Survival, de 1979;

  • Uprising, de 1980;

  • Confrontation, de 1983 (póstumo).

Todos esses álbuns ficaram nas paradas dos mais ouvidos e vendidos da Jamaica e de diversos outros países. Durante a gravação deles, Bob Marley enfrentou alguns desafios, como o atentado que sofreu em 1976. Nessa ocasião, homens armados invadiram sua casa, abriram fogo contra ele e demais pessoas presentes, que ensaiavam para um show que o cantor faria.

Acredita-se que esse crime teve motivações políticas, pois uma disputa muito violenta acontecia entre membros de dois partidos na Jamaica. Bob Marley teve ferimentos leves (uma bala atingiu seu braço) e nenhum dos presentes morreu. Depois disso, o cantor decidiu exilar-se da Jamaica, e os últimos anos de sua carreira foram vividos no Reino Unido.

Leia também: Santos Dumont — famoso aeronauta brasileiro conhecido como o “pai da aviação”

Descoberta do câncer e a morte de Bob Marley

Bob Marley descobriu, em 1977, que estava com câncer em um dos dedos de seu pé. Ele procurou atendimento médico porque essa parte do seu corpo estava com uma ferida cuja cicatrização não acontecia, e, após um exame, foi comprovada a doença. Nessa altura, o tratamento mais adequado seria realizar a amputação do dedo para evitar que o câncer se espalhasse.

Bob Marley recusou essa alternativa porque sua religião o proibia de promover qualquer tipo de amputação de partes do corpo. Com isso, ele partiu em busca de tratamentos alternativos, mas que não tiveram eficácia. Em 1980, o câncer já havia se espalhado por diversos órgãos do corpo do cantor.

Ele então decidiu retornar para a Jamaica, onde passaria os últimos momentos de vida. No entanto, ele não conseguiu chegar la, passando mal durante a viagem e sendo internado em Miami. Em 11 de maio de 1981, Bob Marley morreu, entristecendo milhões de fãs e admiradores de sua música.

Ele tinha 36 anos de idade e o seu funeral na Jamaica foi acompanhado por milhares de pessoas. O corpo dele foi enterrado em Nine Mile, sua cidade de origem.

Créditos da imagem

[1] ETH Library e Commons

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Carolina Maria de Jesus
Saiba mais sobre Carolina Maria de Jesus, importante escritora negra brasileira. Veja detalhes de sua obra, traduzida para diversos idiomas e publicada em 43 países.
Darcy Ribeiro
Clique aqui para conhecer a biografia, as principais ideias, a atuação política e as obras do antropólogo brasileiro Darcy Ribeiro.
Getúlio Vargas
Acesse e saiba mais sobre a vida de Getúlio Vargas, um dos grandes políticos da história do nosso país. Veja detalhes de sua vida política e pessoal.
Madre Teresa de Calcutá
Conheça detalhes importantes da biografia de Madre Teresa de Calcutá, uma freira que dedicou a sua vida a obras de caridade, sendo reconhecida no mundo todo.
video icon
Escrito"Sociedade do consumo" sobre uma imagem de várias pessoas reunidas com várias sacolas de compras como representação da Sociedade do consumo.
Sociologia
Sociedade do consumo
Uma sociedade formada principalmente por consumidores pode ter consequências profundas na forma de viver da humanidade. Veja esse e outros aspectos da sociedade do consumo.