Whatsapp icon Whatsapp

Conferência de Paz de Paris

A Conferência de Paz de Paris foi o evento que reuniu as delegações diplomáticas de 32 nações com o objetivo de negociar e estabelecer a paz depois da Primeira Guerra Mundial.
Pintura representando a Conferência de Paz de Paris, evento que buscou negociar os termos da paz após da Primeira Guerra Mundial.
A Conferência de Paz de Paris teve como objetivo estabelecer a paz na Europa depois da Primeira Guerra Mundial.[1]

A Conferência de Paz de Paris aconteceu entre 1919 e 1920 e reuniu as delegações diplomáticas de 32 nações para negociar os termos da paz na Europa após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). As quatro grandes forças nesse evento foram Reino Unido, Estados Unidos, França e Itália.

Na Conferência de Paz de Paris foram estabelecidos cinco acordos, com Áustria, Hungria, Alemanha, Império Otomano e Bulgária, para encerrar o conflito. Foram os seguintes: Tratado de Saint-Germain-en-Laye, Tratado de Trianon, Tratado de Versalhes, Tratado de Sèvre e Tratado de Neuilly-sur-Seine.

Leia também: Conferência de Potsdam — evento no qual se começou a definir o mundo após a Segunda Guerra Mundial

Resumo sobre a Conferência de Paz de Paris

  • A Conferência de Paz de Paris foi a série de encontros diplomáticos realizados entre 1919 e 1920 após a Primeira Guerra Mundial.

  • Seu objetivo era estabelecer a paz na Europa depois da guerra.

  • Foi composta por delegações diplomáticas de 32 nações, incluindo o Brasil.

  • As quatro grandes nações que conduziram as negociações foram Reino Unido, Estados Unidos, França e Itália.

  • Foram produzidos cinco acordos de paz nessa conferência: Tratado de Saint-Germain-en-Laye, Tratado de Trianon, Tratado de Versalhes, Tratado de Sèvre e Tratado de Neuilly-sur-Seine.

  • A Liga das Nações foi fundada com base em uma proposta dos Estados Unidos durante a conferência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que foi a Conferência de Paz de Paris?

A Conferência de Paz de Paris foi uma série de encontros diplomáticos realizados após o término da Primeira Guerra Mundial a fim de estabelecer os termos da paz e as punições para as nações derrotadas nesse conflito. Esse evento aconteceu em Paris, capital da França entre 18 de janeiro de 1919 e 21 de janeiro de 1920.

Ao todo, foram convidados representantes de 32 nações para participarem das reuniões da conferência. Entretanto, somente quatro delas tiveram real influência nas decisões tomadas: Reino Unido, França, Estados Unidos e Itália, que, juntas, formaram o Conselho Supremo.

O Japão foi uma quinta força a atuar na Conferência de Paz de Paris, e as nações derrotadas na Primeira Guerra Mundial não foram convidadas para as reuniões. Ao final, foram concluídos cinco tratados de paz e foi estabelecida a criação da Liga das Nações. A Conferência de Paz de Paris fracassou em seu grande objetivo de estabelecer a paz no longo prazo no continente europeu.

Principais objetivos da Conferência de Paz de Paris

Os dois principais objetivos da Conferência de Paz de Paris eram: estabelecer tratados de paz com as nações derrotadas na Primeira Guerra Mundial e proceder com a criação de uma organização internacional que mediasse a paz para evitar que novos conflitos acontecessem no futuro.

As delegações envolvidas com a Conferência de Paz de Paris reuniram-se para estabelecer tratados de paz para as nações derrotadas no conflito. Ao longo dos trabalhos na conferência, foram emitidos tratados de paz para Áustria, Hungria, Alemanda, Império Otomano e Bulgária. As negociações envolviam as formas de punição em questões territoriais, econômicas e militares.

Os tratados realizados na conferência pelo Conselho Supremo, no entanto, foram unilaterais, sendo impostos às nações derrotadas, que, como vimos, não puderam opinar na formulação dos tratados, pois não foram convidadas a participar dos encontros. Muitos historiadores entendem que a postura, sobretudo britânica e francesa, era a de impor um governo mundial que atendesse aos seus interesses.

O presidente estadunidense na época, Woodrow Wilson, propôs também que as resoluções da Conferência de Paz de Paris fossem razoáveis e que não impusessem punições muito rígidas aos derrotados. Ele acreditava que punições muito rigorosas não contribuiriam para a paz e levariam o mundo a um novo conflito num futuro próximo.

A comissão norte-americana estipulou uma proposta conhecida como Quatorze Pontos e que estabeleceu 14 iniciativas para a paz na Europa. Esses pontos levavam em consideração o estabelecimento da paz, o direito à autodeterminação e a criação de uma organização internacional que prezasse pelo pacifismo.

O que ficou definido na Conferência de Paz de Paris?

Conselho Supremo da Conferência de Paz de Paris.
Os representantes do Reino Unido, da França, dos Estados Unidos e da Itália lideraram as negociações na Conferência de Paz de Paris.[1]

As negociações realizadas na Conferência de Paz de Paris levaram à formulação de cinco tratados de paz distintos, que foram:

  • Tratado de Saint-Germain-en-Laye, para a Áustria;

  • Tratado de Trianon, para a Hungria;

  • Tratado de Versalhes, para a Alemanha;

  • Tratado de Sèvres, para o Império Otomano;

  • Tratado de Neuilly-sur-Seine, para a Bulgária.

Em geral, houve uma série de modificações territoriais e perda de territórios coloniais nas cinco nações mencionadas. Britânicos e franceses tomaram colônias alemãs e territórios otomanos, transformando-os em suas colônias ou em territórios sob sua influência por meio de mandatos. Além disso, impérios foram dissolvidos, como o Império Austro-Húngaro.

Os Quatorze Pontos propostos pelos Estados Unidos foram rejeitados na Conferência de Paz de Paris, e somente o ponto que falava da criação da Liga das Nações avançou. Ela foi criada, em 28 de abril de 1919, com o objetivo de defender a paz internacional. Apesar de sua criação ter sido uma sugestão estadunidense, o país não ingressou na organização por não ter tido sua entrada aprovada pelo Legislativo estadunidense.

Conferência de Paz de Paris x Tratado de Versalhes

Da Conferência de Paz de Paris, a ação que teve mais repercussão, sem dúvidas, foi a imposição do Tratado de Versalhes — os termos que estabeleceram a paz com a Alemanha e que são vistos pelos historiadores como uma pesada punição de britânicos e franceses. Os termos do Tratado de Versalhes estabeleceram um forte ressentimento na Alemanha em relação aos seus inimigos, criando o cenário para o surgimento e crescimento do Partido Nazista.

O tratado foi assinado pelo governo alemão no dia 28 de julho de 1919, na Galeria dos Espelhos, no interior do Palácio de Versalhes. Entre os termos desse tratado, havia punições de caráter territorial, militar e econômico. Destacaremos abaixo algumas delas:

  • Reconhecimento de que a Alemanha e os seus aliados foram os únicos responsáveis pelo conflito.

  • Obrigatoriedade de reparação pelos danos causados no conflito.

  • Devolução da Alsácia-Lorena para a França.

  • Perdas territoriais para Polônia, Lituânia, Dinamarca e Bélgica.

  • Perda de todos os domínios coloniais alemães para britânicos e franceses.

  • Proibição de ter um exército superior a 100 mil soldados.

  • Proibição de recrutamento militar.

  • Proibição de ter aviação de guerra, marinha de guerra, blindados e artilharia.

  • Desmilitarização da Renânia, região fronteiriça entre Alemanha e França.

  • Obrigatoriedade de pagar uma indenização de guerra que foi estipulada em 200 bilhões de marcos em ouro, nos valores da época.

Para saber mais detalhes sobre o Tratado de Versalhes e sobre suas consequências, clique aqui.

Quais foram os países participantes da Conferência de Paz de Paris?

Os países que participaram da Conferência de Paz de Paris foram os seguintes:

  • Estados Unidos;

  • Reino de Hejaz (atualmente parte da Arábia Saudita);

  • Reino Unido;

  • Honduras;

  • França;

  • Libéria;

  • Itália;

  • Nicarágua;

  • Japão;

  • Panamá;

  • Bélgica;

  • Peru;

  • Bolívia;

  • Polônia;

  • Brasil;

  • Portugal;

  • China;

  • Romênia;

  • Cuba;

  • Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos;

  • Equador;

  • Sião (atual Tailândia);

  • Grécia;

  • Checoslováquia (atuais Chéquia e Eslováquia);

  • Guatemala;

  • Uruguai;

  • Haiti;

  • Austrália;

  • Canadá;

  • Índia;

  • África do Sul;

  • Alemanha (teve representantes na conferência, mas não podia opinar em nada).

Exercícios resolvidos sobre a Conferência de Paz de Paris

Questão 1

O Tratado de Trianon, discutido durante a Conferência de Paz de Paris, estabeleceu os termos da paz com qual nação:

A) Áustria

B) Hungria

C) Bulgária

D) Alemanha

E) Império Otomano

Resposta:

Alternativa B

O Tratado de Trianon foi formalizado em 4 de junho de 1920, estabelecendo paz entre a Hungria e as nações vencedoras da Primeira Guerra Mundial. O tratado separou a Hungria da Áustria, reorganizou as fronteiras húngaras e limitou o exército húngaro ao total de 35 mil soldados.

Questão 2

Os Quatorze Pontos estabelecidos pelo governo estadunidense durante a Conferência de Paz de Paris buscavam qual objetivo:

A) estabelecer a paz e evitar um novo conflito no longo prazo.

B) enfraquecer britânicos e franceses.

C) fomentar um conflito entre britânicos e franceses.

D) expulsar a influência europeia da América.

E) nenhuma das alternativas acima.

Resposta:

Alternativa A

Os Quatorze Pontos propostos por Woodrow Wilson, presidente estadunidense durante a Conferência de Paz de Paris, tinha como objetivo evitar que punições pesadas fossem estabelecidas. A ideia era estabelecer uma paz negociada e com termos razoáveis para evitar ressentimentos e um novo conflito no futuro.

Créditos da imagem

[1]Everett Collection / Shutterstock

Fontes

ARARIPE, Luiz de Alencar. Primeira Guerra Mundial. In.: MAGNOLI, Demétrio (org.). História das Guerras. São Paulo: Contexto, 2013, pp. 318-353.

HASTINGS, Max. Catástrofe – 1914: a Europa vai à guerra. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014.

HOBSBAWM, Eric. A Era dos Extremos: o breve século XX 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

A vida nas trincheiras durante a Primeira Guerra
Saiba como era a vida nas trincheiras durante a Primeira Guerra e perceba que os soldados dos exércitos rivais não eram os únicos inimigos dos combatentes.
As fases da Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial, As fases da Primeira Guerra Mundial, guerra de posições, guerra de movimento, guerra de trincheiras, Batalha do Marne, Tríplice Aliança, Tríplice Entente, armistício de Compiègne.
Brasil na Primeira Guerra Mundial
Clique aqui, saiba como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial e descubra quais foram as causas e as consequências dessa participação.
Causas da Primeira Guerra Mundial
Conheça as principais causas que levaram a Europa a iniciar a Primeira Guerra Mundial e diversas curiosidades relacionadas ao conflito.
Consequências da Primeira Guerra Mundial
Descubra quais foram as consequências da Primeira Guerra Mundial. Veja como essa guerra modificou o mapa-múndi, a geopolítica mundial e a sociedade.
Oito filmes sobre a Primeira Guerra Mundial
Clique aqui e conheça oito filmes sobre a Primeira Guerra Mundial. Veja também algumas séries de televisão inspiradas na Primeira Guerra Mundial.
Primeira Guerra Mundial
Clique para conferir tudo o que você precisa saber sobre a Primeira Guerra Mundial: suas causas, países envolvidos, fases e consequências.
Trégua de Natal na Primeira Guerra
Saiba mais sobre a chamada Trégua de Natal na Primeira Guerra, que ocorreu nas imediações de Ypres, Bélgica.
video icon
Escrito"Matemática do Zero | Retas paralelas cortadas por uma transversal " em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Retas paralelas cortadas por uma transversal
Nessa aula veremos o que são retas paralelas cortadas por uma transversal. Além disso, veremos as porpriedades e nomencaltura dos ângulos formados nessas duas retas cortadas por uma transversal: alternos internos, alternos externos, colaterais internos e colaterais externos.