Whatsapp icon Whatsapp

Consequências da Primeira Guerra Mundial

As principais consequências da Primeira Guerra Mundial são: a ascensão de uma nova potência mundial, a revolução socialista, o fim de impérios e a origem de novos países.
Ruínas de uma cidade francesa em consequência da Primeira Guerra Mundial.
As consequências da Primeira Guerra Mundial produziram transformações notáveis na geopolítica mundial.

As consequências da Primeira Guerra Mundial modificaram o mundo. Chamada na época de “A Grande Guerra”, o conflito, que ocorreu entre 1914 e 1918, deixou aproximadamente 20 milhões de mortos entre militares e civis. Dela participaram diversos países, e suas batalhas ocorreram em vários lugares do globo. A guerra terminou em 1918, com a rendição alemã. Ainda durante a guerra, ocorreu a Revolução Russa, que modificou a ordem mundial e, de certa forma, influencia esta até hoje.

Com o fim da guerra, grandes impérios caíram, novos países surgiram, uma pandemia matou cerca de 30 milhões de pessoas no mundo e governos autoritários ganharam força na Europa. O fim da Primeira Guerra também presenciou um dos principais motivos da Segunda Guerra Mundial, o Tratado de Versalhes, que foi considerado uma humilhação pela população alemã e que potencializou a ascensão do nazismo. A guerra também mudou a economia brasileira, a participação das mulheres no mercado de trabalho, o feminismo e até mesmo a moda.

Leia também: Guerra de Trincheiras — a segunda fase da “Grande Guerra”

Resumo sobre as consequências da Primeira Guerra Mundial

  • Diversas foram as consequências que a Primeira Guerra Mundial provocou no mundo, algumas delas perduram até hoje.
  • Ainda durante a guerra, a Rússia passou por uma revolução na qual a família real foi executada e o socialismo foi implementado. Diversas repúblicas se uniram à Rússia, formando a União Soviética.
  • Quatro grandes impérios chegaram ao fim com a guerra: o russo, o turco-otomano, o alemão e o austro-húngaro. Diversos países surgiram nos territórios desses antigos impérios.
  • Durante a guerra, a gripe espanhola atingiu soldados nas trincheiras. Com o retorno deles para seus países após a guerra, a doença se tornou uma pandemia e matou cerca de 30 milhões de pessoas.
  • O Brasil passou por um momento de aceleração da industrialização no período da guerra.
  • Durante a guerra a participação feminina no mercado de trabalho se ampliou de forma significativa em diversos países. Os movimentos reivindicatórios femininos ganharam força nesse período e tiveram importantes conquistas.
  • A guerra modificou a moda masculina e feminina e alguns hábitos do nosso cotidiano.

Principais consequências da Primeira Guerra Mundial

→ Perdas humanas e estruturais

A primeira grande consequência da guerra foram as perdas humanas e seus impactos na economia dos países envolvidos no conflito. As estimativas variam, mas a maioria dos pesquisadores aponta cerca de 8,5 milhões de militares mortos no conflito e cerca de 10 milhões de civis. Além das perdas humanas, houve grande perda de infraestrutura, como estradas, ferrovias, hidrelétricas, hospitais, habitações, etc.

No fim da guerra, mais um mal se abateu sobre todo o planeta, a pandemia de gripe espanhola, que, apesar do nome, provavelmente se originou nos Estados Unidos. A proximidade entre os soldados nas trincheiras e as péssimas condições facilitaram a propagação da doença, e o retorno de milhões de soldados para suas casas após o conflito ajudou na disseminação dela pelo planeta.

→ Tratado de Versalhes

Outra consequência da guerra foi o Tratado de Versalhes, assinado em 1919. Ele foi imposto à Alemanha derrotada na guerra. Pelo tratado, os alemães perderam suas colônias na África, parte do próprio território e foram obrigados a pagar pesadas indenizações de guerra aos vencedores.

A Alsácia e Lorena passou para o controle francês. Cláusulas militares limitaram o exército alemão a cem mil soldados, além de o país não poder ter Marinha de guerra e nem força aérea. O presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson, opôs-se ao tratado, afirmando que ele era humilhante ao povo alemão e que, em breve, uma nova guerra seria travada por causa dele. Para saber mais sobre esse tratado, clique aqui.

→ Fim dos impérios e surgimento de novos países

Três impérios derrotados chegaram ao fim após a guerra: o Império Alemão, o Austro-Húngaro e o Turco-Otomano. Outro império que caiu durante o conflito foi o russo. Dos antigos territórios desses impérios foram fundados novos países, como a Polônia, a Finlândia, a Estônia, a Letônia, a Lituânia, a Áustria, a Hungria, a Tchecoslováquia, a Turquia, o Iraque, a Síria e a Iugoslávia.

Mapa de novos países da Europa, uma das consequências da Primeira Guerra Mundial.
Europa pós-guerra. Países que surgiram nos territórios dos antigos impérios.[1]

→ Revolução Russa

Outra consequência da Primeira Guerra Mundial foi a Revolução Russa de outubro de 1917. A Rússia teve sua economia arrasada por causa da Primeira Guerra Mundial, e a autoridade do czar Nicolau II foi questionada por grande parte da população. Em outubro de 1917, os bolcheviques, ala majoritária do Partido Comunista da Rússia, tomaram o poder por meio de uma revolução.

O novo governo assinou o Tratado de Brest-Litovsk com a Alemanha, cedendo territórios para a criação de novos países e se retirando da Primeira Guerra Mundial. Outras repúblicas se uniram aos russos e formaram a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. A Revolução Russa e a implementação do socialismo nesse país modificaram radicalmente a ordem mundial até então existente.

→ Movimentos pelos direitos das mulheres

A Primeira Guerra foi a primeira “guerra total”, isto é, em que todos os recursos do país foram direcionados para o conflito. As mulheres tiveram papel fundamental na economia dos países que estavam diretamente envolvidos na guerra. Durante a guerra, aumentou significantemente o trabalho feminino nos três setores da economia, em diversos países.

No período, diversos movimentos organizados por mulheres passaram a exigir direitos, principalmente o direito ao voto. As mulheres conquistaram o direto ao voto na Inglaterra e na Alemanha, em 1918, e nos Estados Unidos, em 1920.

Mulheres trabalhando em uma fábrica em alusão às consequências da Primeira Guerra Mundial.
Mulheres inglesas trabalhando em fábrica de munições durante a Primeira Guerra Mundial.

→ Desenvolvimento da indústria no Brasil

O Brasil passou por um aprofundamento no processo de industrialização no período de guerra. Um processo chamado de “substituição das importações” fez com que o Brasil construísse indústrias durante a guerra. O Brasil importava diversos produtos industrializados da Europa, mas, com o conflito, os países europeus deixaram de exportar, levando empresários, muito deles imigrantes, a construir fábricas no Brasil.

→ Estados Unidos como a nova potência mundial

Podemos afirmar que o grande vencedor da Primeira Guerra Mundial foi os Estados Unidos, que tomou o lugar da Inglaterra e passou a ser a maior potência mundial. O país não teve seu território atacado e só entrou no final do conflito. Além disso, ele viu os grandes impérios do mundo se digladiarem no palco europeu da guerra, tendo suas economias arrasadas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Estado norte-americano e instituições do país emprestaram bilhões de dólares para os países em guerra e ocuparam parte do comércio global, antes controlado pelos grandes impérios enfraquecidos na guerra.

→ Regimes autoritários na Europa

Outra consequência importante da Primeira Guerra Mundial foi a descrença de boa parte da população europeia na democracia. Esta era acusada de não conseguir manter a paz, a estabilidade econômica e social. Diversos movimentos radicais, de esquerda e direita, surgiram na Europa no pós-guerra.

Governos autoritários chegaram ao poder em Portugal (Salazar), na Espanha (general Franco), na Itália (Mussolini) e na Alemanha (Hitler). O nacionalismo, o militarismo, o culto ao líder, o unipartidarismo, a censura e a perseguição aos opositores se tornaram práticas comuns na Europa das décadas de 1920 e 1930.

→ Transformações na moda e no comportamento social

Até mesmo na moda a Primeira Guerra Mundial provocou mudanças. Antes da guerra era comum que os homens usassem grandes barbas e bigodes. Durante a guerra, foram utilizadas armas químicas e, para evitar a contaminação dos soldados, foram desenvolvidas máscaras antigás. Mas as barbas e grande bigodes tornavam as máscaras ineficazes, o que fez com que os soldados se barbeassem.

Soldado raspando a barba, hábito adquirido pelos homens como consequência da Primeira Guerra Mundial.
Soldado em frente a um pequeno espelho raspando a barba durante um intervalo da Batalha do Somme.

Quem lucrou com essa história foi o norte-americano King Camp Gilette, que vendeu milhões de aparelhos e lâminas de barbear para o exército dos Estados Unidos. Cada soldado recebia um kit composto por um aparelho, um pequeno espelho e lâminas de barbear. Após o retorno desses soldados para casa, muitas pessoas gostaram do novo visual e o hábito de se barbear passou a ser comum para a maioria dos homens.

A moda feminina também foi influenciada pela guerra. Antes dela, os trajes femininos eram marcados pelo excesso de tecido, composto por várias camadas e geralmente desconfortável. Os espartilhos eram utilizados antes da guerra, e a maioria deles era feita com o que chamamos no Brasil de “barba de baleia”. Com a guerra, o uso de recursos, inclusive os tecidos, foi racionado, o que levou a uma adaptação dos estilistas.

Roupas femininas que sofreram transformações como consequência da Primeira Guerra Mundial.
Evolução do vestuário feminino entre 1900 e 1920, da esquerda para direita. Os dois últimos vestidos são do pós-guerra.[2]

As roupas femininas foram se modificando durante a guerra, perdendo tecido e ficando mais curtas. Novas peças foram incorporadas ao guarda-roupa feminino, e muitas delas eram antes vistas como de uso exclusivo dos homens, como as calças. Com a ampliação do trabalho feminino, as roupas também passaram a ser criadas pensando no conforto.

Saiba mais: Nazismo — ideologia extremista que se consolidou após a 1ª Guerra Mundial

Exercícios resolvidos sobre as consequências da Primeira Guerra Mundial

Questão 1 (Ufpel) Artigos do Tratado de Versalhes (séc. XX):

Art. 45 - Alemanha cede à França a propriedade absoluta [...], com direito total de exploração, das minas de carvão situadas na bacia do rio Sarre.

Art. 119 - A Alemanha renuncia, em favor das potências aliadas, a todos os direitos sobre as colônias ultramarinas.

Art. 171 - Estão proibidas na Alemanha a fabricação e a importação de carros blindados, tanques, ou qualquer outro instrumento que sirva a objetivos de guerra.

Art. 232 - A Alemanha se compromete a reparar todos os danos causados à população civil das potências aliadas e a seus bens.

MARQUES, Adhemar Martins et all. "História Contemporânea Textos e documentos". São Paulo: Contexto, 1999.

De acordo com o texto e com seus conhecimentos, é correto afirmar que o Tratado de Versalhes:

a) encerrou a 2ª Guerra Mundial, fazendo com que a Alemanha perdesse as colônias ultramarinas para os países dos Aliados.

b) extinguiu a Liga das Nações, propondo a criação da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1945, com o objetivo de preservar a paz mundial.

c) estimulou a competição econômica e colonial entre os países europeus, culminando na 1ª Guerra Mundial.

d) permitiu que as potências aliadas dividissem a Alemanha no fim da 2ª Guerra Mundial, em quatro zonas de ocupação: francesa, britânica, americana e soviética.

e) impôs duras sanções à Alemanha, no fim da 1ª Guerra Mundial, fazendo ressurgir o nacionalismo e reorganizando as forças políticas do país.

Gabarito: E. O Tratado de Versalhes impôs pesadas sanções à Alemanha. O país derrotado foi obrigado a ceder parte do seu território e perdeu todas as suas colônias. Também perdeu sua Marinha de guerra e força aérea, além de ter seu exército limitado a 100 mil soldados. A Alemanha também foi obrigada a pagar pesadas indenizações para os vencedores.

Questão 2

(PUC-2016/ADAPTADO) Uma das principais consequências dessa guerra é:

a) o confronto entre os dois blocos liderados pela URSS e os Estados Unidos, em busca da hegemonia, denominado Guerra Fria.

b) o surgimento de novos Estados-nações em que foram respeitadas as tradições e instituições dos povos antes reunidos nos impérios que desapareceram com a Grande Guerra Mundial.

c) os Tratados de Paz e os Tratados das Minorias restabeleceram, no mundo contemporâneo, uma convivência harmoniosa e a integração entre as minorias e as maiorias nacionais.

d) o fim da hegemonia inglesa sobre o mundo e a manutenção de um sentimento revanchista em função da severidade dos tratados impostos aos vencidos, especialmente à Alemanha.

e) a ocorrência de diversos conflitos em várias partes do mundo, como a Guerra do Vietnã, a Guerra da Coreia, conflitos em torno da descolonização, a guerra entre árabes e israelenses.

Gabarito: D. Com o fim da Primeira Guerra Mundial, os Estados Unidos se tornaram a maior potência mundial, sobrepondo a Inglaterra. Outra consequência da Primeira Guerra Mundial foi o nascimento do sentimento revanchista na população alemã, que gerou radicalização política, levando à ascensão do nazismo.

Créditos das imagens

[1] Wikimedia Commons

[2] Michael Barera/ Wikimedia Commons

Fontes

BLANC, Claudio. Primeira Guerra mundial: a guerra que acabaria com todas as guerras. Camelot Editora, São Paulo, 2020.

SONDHAUS, Lawrence. A Primeira Guerra Mundial; história completa. Editora Contexto, São Paulo, 2013.

STEVENSON, David. 1914-191, História da Primeira Guerra Mundial. Editora Novo Século, São Paulo, 2016.

Publicado por Jair Messias Ferreira Junior

Artigos Relacionados

As fases da Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial, As fases da Primeira Guerra Mundial, guerra de posições, guerra de movimento, guerra de trincheiras, Batalha do Marne, Tríplice Aliança, Tríplice Entente, armistício de Compiègne.
Causas da Segunda Guerra Mundial
Saiba quais foram as principais causas que favoreceram a ascensão do nazismo e do fascismo, antecedentes da Segunda Guerra Mundial.
Gripe Espanhola
Acesse e conheça detalhes sobre a Gripe Espanhola. Entenda a origem do nome da doença e o local de seu surgimento, no começo do século XX.
Nacionalismo
Conheça as características principais do nacionalismo e fique sabendo também em que contexto ele se desenvolveu! Conheça, ainda, suas consequências.
Os 14 pontos de Wilson
O tratado que ofereceu uma “paz sem vencedores”.
Primeira Guerra Mundial
Clique para conferir tudo o que você precisa saber sobre a Primeira Guerra Mundial: suas causas, países envolvidos, fases e consequências.
Revolução Russa
Clique aqui e entenda o que foi a Revolução Russa. Conheça os aspectos relacionados a esse acontecimento e saiba quais foram suas consequências.
Tratado de Versalhes
Clique e acesse este texto para saber o que foi o Tratado de Versalhes. Entenda o contexto histórico em que surgiu e veja suas principais imposições à Alemanha!
Tratados da Primeira Guerra Mundial
Tratados da Primeira Guerra Mundial, Primeira Guerra Mundial, O mundo depois da Primeira Guerra Mundial. Tríplice Entente, Tríplice Aliança, Tratado de Versalhes, Tratado de Saint-German, Catorze pontos para a paz.
Trégua de Natal na Primeira Guerra
Saiba mais sobre a chamada Trégua de Natal na Primeira Guerra, que ocorreu nas imediações de Ypres, Bélgica.
Tríplice Aliança
Você sabe o que foi a Tríplice Aliança? Clique aqui e conheça detalhes desse acordo militar que tem relação com a Primeira Guerra Mundial.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Semelhança de Triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Semelhança de Triângulos
Nessa aula veremos que para dois triângulos serem semelhantes é necessário que os ângulos correspondentes sejam congruentes e os lados homólogos proporcionais. Para isso, basta analisar os seguintes casos de semelhança de triângulos: AA (Ângulo, Ângulo), LLL (Lado, Lado, Lado) e LAL(Lado, Ângulo, Lado).