Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Combustíveis
  4. Calor, Peso e Viscosidade de combustíveis

Calor, Peso e Viscosidade de combustíveis

Vejamos algumas das propriedades presentes em combustíveis:

- Calor Latente

O calor latente é uma propriedade que explica a demora ou rapidez com o qual os corpos se fundem ou liquefazem, consiste na quantidade de calor absorvido pelos corpos na sua mudança de estado, sem que haja aumento aparente de temperatura.

O calor latente necessário à vaporização varia com a natureza do combustível. Na passagem do estado líquido ao gasoso, o líquido não muda de temperatura enquanto dura sua transformação, e todo calor empregado é absorvido para produzir mudança de estado.

- Peso Específico

É a relação entre o peso de uma substância e o de um volume igual de água destilada, a uma temperatura de 4ºC. É o peso de uma substância por unidade de volume, densidade.
Comercialmente, é usado para diferenciar os diversos tipos de combustíveis e permite calcular ainda o volume, peso e consequentemente, a tonalidade térmica que é expressa em kilocalorias por litro de mistura (cal/L).

Para o peso específico dos carburantes, os limites máximos geralmente admitidos são 0,705 a 0,770 kg/dm3 . O peso específico da gasolina oscila entre 0,840 e 0,890 kg/dm3.

- Viscosidade

A viscosidade se explica pela força de coesão das moléculas do fluido, no caso o combustível. Ao se tentar deslocar uma camada de água sobre outra, por exemplo, é necessário vencer a força de resistência provocada pela atração entre as moléculas das duas camadas. Para os óleos lubrificantes há uma escala arbitrária estabelecida pela Society of Automotive Engineers, os graus SAE, que são expressos por dezenas inteiras, sendo o óleo mais fino ou menos viscoso pertencente à escala 10.
Publicado por: Líria Alves de Souza
Assuntos relacionados
Petróleo ultraviscoso.
Petróleo de alta densidade
O Brasil é o pioneiro da extração deste combustível em campos marítimos.
A gasolina adulterada é um lucro fácil para o dono do posto, mas representa possíveis prejuízos para o consumidor
Adulteração da gasolina e suas consequências
Saiba como é realizada a adulteração da gasolina, quais são os produtos usados mais frequentemente e quais as consequências para o carro.
Índice de Octano de combustíveis
Percentual de isoctano e de heptano, resistência de um combustível a auto-inflamar-se, autodetonância, índice de octanagem, chumbo tetra-etila, número de octano de um combustível.
Carros de corrida já tiveram o gasogênio como combustível.
Gasogênio na automobilística
Gás obtido por meio da queima de carvão, o emprego do gasogênio na automobilística, Segunda Guerra Mundial, corridas automobilísticas, racionamento de gasolina, Alta porcentagem de poluição, Baixo poder calorífico.
Produtos da combustão da gasolina
Conheça os compostos originados pela queima desse combustível.
Poder Calorífico de combustíveis
Quantidade de energia interna contida no combustível.
Volatilidade de combustíveis
Porcentagem do combustível a uma dada temperatura.
Petróleo bruto.
Petróleo: mistura de hidrocarbonetos
Composição, extração e utilização desta riqueza subterrânea.
Asfalto é um subproduto do petróleo.
Destilação do petróleo
Conheça os subprodutos dessa riqueza natural.
Como o petróleo refinado é classificado?
Densidade do petróleo
Classificação do petróleo pela escala API.
Para lucrar em cima dos proprietários de automóveis, alguns adicionam álcool na gasolina
Determinação do teor de álcool na gasolina
Não seja enganado com gasolinas adulteradas. Aprenda a realizar o teste da proveta para determinar o teor de álcool na gasolina.
A gasolina é composta de uma mistura complexa de hidrocarbonetos que pode variar de uma para a outra, por isso que há diferentes índices de octanagem
Índice de Octanagem da Gasolina
Entenda o que é o índice de octanagem, como ele indica a qualidade da gasolina, como esse índice é medido e por que ele é importante.