Copolímeros

Os copolímeros são polímeros de adição resultantes da “soma” de monômeros diferentes.

Esses monômeros apresentam estruturas variadas, pois podem ser de apenas dois, três ou mais tipos e pode haver também uma regularidade ou irregularidade da cadeia molecular do copolímero. Por exemplo, se as moléculas dos monômeros se alternarem regularmente, isso funcionará como a analogia abaixo, feita com as letras A e B, que representam dois monômeros genéricos que se unem para formar um copolímero:

... ? A ? B ? A ? B ? A ? B ? A ? B ? ...

Já se for irregular, teremos:

... ? A ? B ? B ? A ? A ? A ? B ? A ? ...

Os copolímeros mais importantes são o buna-S, o buna-N e o ABS, usados normalmente em borrachas de pneus. Vejamos as características e aplicações de cada um deles:

  • Buna-S

Esse copolímero recebe esse nome porque é formado a partir de dois monômeros diferentes; sendo que o primeiro é o eritreno, que na verdade tem a nomenclatura oficial de but-1,3-dieno – daí vem, portanto, o prefixo “bu”. O segundo monômero é o estireno (vinilbenzeno), que em inglês escreve-se styrene, por isso o “S” no final. Já o “na” vem do sódio (Na – do latim natrium), que atua como catalisador na reação de polimerização desse copolímero.

buna-S
↓                    ↓                   ↓
but-1,3-dieno   natrium  styrene
           eritreno             sódio          vinilbenzeno

Ele também é conhecido pelas siglas em inglês GRS (government rubber styrene) e SBR (styrene butadiene rubber), que querem dizer “borracha de estireno e butadieno”. A seguir temos sua reação de copolimerização:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Copolimerização do buna-S

Esse polímero é muito usado em bandas de rodagem de pneus, solados, cabos de isolamento, entre outros.

  • Buna-N

A única diferença estrutural do buna-N para o buna-S é que, no lugar do estireno, o monômero utilizado na reação de copolimerização é o acrilonitrila. Desse modo, o “N” vem do grupo nitrilo.

Esse composto também recebe uma sigla em inglês que é NBR (nitrilo butadien rubber), que quer dizer que ele é uma borracha feita de but-1,3-dieno com o acrilonitrila, conforme pode ser visto a seguir:

Copolimerização do buna-N

O buna-N, também denominado perbunan, é bastante usado em mangueiras, revestimentos de tanques e válvulas que entram em contato com a gasolina e outros fluidos apolares.

O copolímero buna-N é usado em mangueiras de bombas de gasolina

  • ABS

São três os monômeros usados na copolimerização desse polímero: acrilonitrila, but-1,3-dieno e o estireno. Assim, seu nome é polímero acrilonitrila-butadieno-estireno:

ABS
↓                 ↓                ↓
Acrilonitrila  But-1,3-dieno  Styrene

Veja sua reação de copolimerização:

Copolimerização do ABS

Com o ABS se fabricam brinquedos, componentes de geladeira, painéis de automóveis, telefones, invólucros de aparelhos elétricos e embalagens.

O buna-N e o buna-S são copolímeros empregados na fabricação de pneus de automóveis
O buna-N e o buna-S são copolímeros empregados na fabricação de pneus de automóveis
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assuntos relacionados
Fóssil de um Dinossauro Rex.
Datação de fósseis
Datação de fósseis, arqueologia, idade de um fóssil, Carbono 14, Carbono 12, bombardeio de raios cósmicos, carbono radioativo, radioisótopo, meia-vida do carbono.
Mel de abelhas contém frutose e glicose.
Glicídios
Moléculas orgânicas, principais tipos de glicídios, açúcares, samarídeos, carboidratos, hidratos de carbono, sacarose, amido, glicose, frutose, celulose, Oligossacarídeos, polissacarídeos.
Propriedades dos compostos orgânicos
Composição dos elementos orgânicos, compostos orgânicos, ligações covalentes, oxigênio, hidrogênio, nitrogênio, fósforo, enxofre, halogênios, Tetravalente, Monovalente, Bivalente, Trivalente, Carbono, valências, heteroátomos.
Polaridade dos compostos orgânicos
Como a ligação presente influi no caráter polar da estrutura.
Para limpar as mãos sujas de graxa, utiliza-se a gasolina, pois ambas são substâncias orgânicas apolares
Solubilidade dos Compostos Orgânicos
Você sabe por que o etanol consegue se misturar tanto em água como em gasolina? Isso é explicado pelos fatores que determinam a solubilidade dos compostos orgânicos.
Exemplos de alimentos que são fontes de ácidos graxos ômega 3: linhaça, peixes gordurosos, alface, abóbora, sementes de abóbora, azeite e feijão
Ácidos graxos
O ômega 3 é um ácido graxo muito conhecido. Conheça outros compostos pertencentes a esse grupo, suas propriedades e fontes na alimentação.
Dois compostos de mesma fórmula molecular e estruturas diferentes são isômeros
Isomeria
Clique para entender o que é isomeria e todas as classificações que envolvem esse ramo da Química Orgânica!
Os flavorizantes são responsáveis pelo sabor nos sorvetes.
Flavorizantes
Flavorizantes, acetato de benzila, aroma de jasmim, butanoato de etila, flavorizantes, substâncias responsáveis por agradáveis aromas, compostos orgânicos ésteres, Acetato de Pentila, Etanoato de octila, Heptanoato de etila, Acetato de etila.
A diabetes melitus é regulada com a aplicação de insulina.
Glicose e diabetes
Carboidrato, glicose, hipoglicemia, dextrosol, soro glicosado, melitus, insipidus, hiperglicemia, deficiência de insulina, pâncreas, metabolismo da glicose, produção do hormônio insulina, diabético, alterações neurológicas e circulatórias, hormônio antidiurético, disfunção na glândula hipófise.
Nas décadas de 1920 e 1930 a baquelite foi muito utilizada para produzir telefones.
Polímero baquelite
A baquelite é um polímero do tipo polifenol. Descubra por que ela foi o primeiro polímero de importância industrial e conheça sua constituição e aplicações.
A maior utilização do kevlar é em coletes à prova de bala
Polímero Kevlar: mais forte que o aço
Conheça melhor o kevlar, o plástico que é mais forte que o aço e que pode deter uma bala.
Modelo de estrutura do polímero poliuretano, que é a composição da espuma das esponjas usadas para lavar louças
Polímeros de Rearranjo
Definição de polímeros de rearranjo e tudo sobre o principal polímero desse grupo, o poliuretano.