Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Redação
  3. Gêneros textuais
  4. Carta de reclamação

Carta de reclamação

Partindo do pressuposto de que os diferentes gêneros textuais são utilizados nas diversas circunstâncias sociocomunicativas cotidianas, há aqueles em que expressamos nossos posicionamentos de forma um pouco mais contundente. Situação essa demarcada pela carta do leitor, pelo manifesto, carta aberta, abaixo-assinado e, como não poderia deixar de ser, pela carta de reclamação.

Um dos aspectos que demarcam a carta de reclamação significamente diz respeito ao fato de que nela o destinatário é alguém com plenos poderes de resolver um problema apontado pelo emissor da carta. Outro aspecto, não menos relevante, se refere ao aspecto atribuído à linguagem. Por se tratar da modalidade escrita da linguagem, o que prevalece não poderia ser diferente, ou seja, será usado o padrão formal, cuja estrutura sempre tende a obedecer a alguns parâmetros, previamente definidos no que se refere aos elementos constituintes. Dentre eles, destacamos:

* Local e data;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

* Identificação do destinatário – em virtude de se tratar de alguém em específico, o uso do pronome de tratamento adequado se torna fator preponderante;

* Vocativo;

* Corpo do texto, seguido de argumentos que justifiquem o discurso manifestado;

* Expressão de despedida;

* Assinatura;

* Nome do remetente.

A carta de reclamação se caracteriza como um gênero textual de natureza argumentativa
A carta de reclamação se caracteriza como um gênero textual de natureza argumentativa
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
Estrutura do texto dissertativo
Saiba qual a sequência estrutural que você deve seguir ao elaborar uma dissertação!
A dissertação também apresenta traços subjetivos
A subjetividade presente na dissertação
A defesa de ideias se manifestando por um tom mais pessoal.
Carta argumentativa
Aprenda mais sobre carta argumentativa e prepare-se para redigir com excelência este gênero discursivo tão presente em processos seletivos.
O lugar-comum, por nada agregar ao discurso, torna-se dispensável à argumentação
O lugar-comum: um recurso dispensável à argumentação
A natureza da argumentação reforça a qualidade de todo discurso. Saiba por que o lugar-comum não se adéqua a esse perfil, portanto, dispensável!
Dissertação nota 10
Como melhorar minha dissertação?