Whatsapp icon Whatsapp

Gestrinona

A gestrinona é um hormônio produzido em laboratório que tem sido muito utilizado com o objetivo de garantir uma melhora física e estética.
Mulher de costas flexionando os braços e deixando os músculos das costas aparentes em referência ao uso de gestrinona.
Muitas pessoas fazem uso de implantes hormonais com o objetivo de aumentar a massa muscular.

 Gestrinona é um hormônio sintético que se tornou popular atualmente, principalmente devido a relatos de famosos e influenciadores que dizem ter sido beneficiados com o uso do chamado “chip da beleza”. O “chip” é, na realidade, um implante hormonal que visa aumentar a libido, reduzir a gordura corporal e melhorar o crescimento muscular.

Apesar de parecer um hormônio milagroso, a lista de efeitos colaterais é relativamente longa, incluindo queda de cabelo, mudança na voz, surgimento de acne e alterações menstruais. Vale destacar que recentemente o Conselho Federal de Medicina proibiu a prescrição médica de algumas terapias hormonais, como o implante com gestrinona, com finalidade estética.

Leia também: O cigarro eletrônico realmente faz mal à saúde?

Resumo sobre a gestrinona

  • Gestrinona é um hormônio sintético que inicialmente ficou conhecido por sua ação no tratamento da endometriose.

  • Atualmente, é conhecida, principalmente, por seu uso estético.

  • Apesar de conhecido como “chip da beleza”, não se trata de um dispositivo eletrônico e sim de um implante hormonal.

  • É comercializado com a promessa de redução da gordura corporal, aumento da massa muscular e aumento da libido.

  • Dentre os efeitos colaterais do seu uso, pode-se destacar aumento da oleosidade da pele, queda de cabelo e até mesmo aumento do clitóris.

O que é gestrinona?

Gestrinona é o nome dado a um hormônio sintético que inicialmente ficou conhecido por sua ação no tratamento da endometriose, uma doença que acomete mulheres em idade reprodutiva e está relacionada com a presença de endométrio fora da cavidade uterina. Esse hormônio começou a ser estudado no final dos anos 1970 e sua administração para o tratamento da doença era feita por via oral.

Atualmente, a gestrinona é muito utilizada para fins estéticos, entretanto, a forma de administração difere-se daquela observada no tratamento da endometriose proposto inicialmente. Enquanto o tratamento da doença era feito por via oral, o uso observado nos dias atuais é por meio de implantes.

Vale destacar que a Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), por meio de sua Comissão Nacional Especializada de Endometriose, associada à Sociedade Brasileira de Endometriose e Cirurgia Minimamente Invasiva (SBE), não recomenda o uso de implantes hormonais contendo gestrinona para o tratamento de endometriose.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como é ação da gestrinona no organismo?

A gestrinona é um hormônio que possui propriedades androgênicas (relacionadas com o desenvolvimento de características masculinas), antiprogestogênicas (diminui os efeitos da progesterona no corpo) e antiestrogênicas (diminui os efeitos do estrogênio no corpo). A progesterona e o estrogênio são os dois principais hormônios femininos e estão relacionados com ciclo menstrual.

Outra ação observada é a inibição da liberação de gonadotrofinas (hormônio folículo-estimulante e hormônio luteinizante) pela hipófise. Além disso, a gestrinona é um hormônio com ação anabolizante, ou seja, que promove o crescimento e divisão celular, garantindo, por exemplo, o desenvolvimento da massa muscular.

Devido a suas propriedades, a gestrinona é frequentemente relatada como um hormônio aliado na perda de gordura corporal, no ganho de massa muscular e no aumento da libido. Esses efeitos têm atraído cada vez mais pessoas em busca de melhorias estéticas e físicas.

Leia também: Afinal, o que são hormônios?

O que é o “chip da beleza”?

Apesar de ser chamado de “chip”, o famoso “chip da beleza” é, na realidade, de um implante hormonal. O implante é colocado sob a pele e consiste em um bastonete de silicone ou material absorvível. Após implantado, o hormônio começa a ser liberado no organismo.

O “chip da beleza” é comercializado com a promessa de redução da gordura corporal, aumento da massa muscular e aumento da libido, sendo esses efeitos resultados da ação androgênica do hormônio. Entretanto, apesar dos benefícios propostos, é importante salientar que o procedimento estético pode provocar efeitos colaterais.

A gestrinona é um derivado da testosterona (hormônio sexual masculino) e, como salientado, possui propriedades androgênicas e é considerada um anabolizante. Sendo assim, além dos efeitos considerados benéficos, como aumento da massa magra e redução da gordura corporal, o implante pode provocar: queda de cabelo; acne; aumento da oleosidade da pele; aumento de pelos; mudanças no timbre de voz; hipertrofia do clitóris; e calvície. Por alterar a liberação de gonadotrofinas, a gestrinona pode também provocar: ondas de calor; alteração o ciclo menstrual; sudorese; redução das mamas; nervosismo; ressecamento vaginal; e alteração na libido.

Mulher com acne, um dos efeitos do uso da gestrinona.
A acne é um dos efeitos colaterais resultantes do uso de implantes de gestrinona.

É importante deixar claro que a prescrição do “chip da beleza” está proibida. Isso porque o Conselho Federal de Medicina emitiu uma resolução (Resolução CFM nº 2.333, de 30 de março de 2023) em que ficou proibida a prescrição médica de esteroides androgênicos e anabolizantes com finalidades estética, de ganho de massa muscular e de melhora do desempenho esportivo.

Segundo a Resolução, a decisão foi tomada considerando, entre outros aspectos, “a existência de extensa literatura científica sobre terapias hormonais e pareceres de sociedades científicas nacionais e internacionais sobre o tema, e apesar da medicina ser uma ciência dinâmica, ainda não é seguro indicar a hormonioterapia anabolizante para fins estéticos e esportivos”. 

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Acne
Acne, doença da pele freqüente na adolescência, incidência da acne, características da acne, estágios da acne, tratamento da acne, alimentos que podem agravar os sintomas da acne.
Esteróides anabolizantes
Uma substância sintética utilizada em terapia hormonal, contudo também usada indiscriminadamente por muitos fisiculturistas.
Hormônios
Entenda o que são hormônios, substâncias produzidas pelas glândulas endócrinas que garantem a homeostase do corpo.
Hormônios Sexuais
Conheça quando e onde são produzidos os hormônios sexuais masculinos e femininos!
Testosterona
Que tal conhecer um pouco mais a respeito da testosterona? Clique aqui e saiba mais sobre esse importante hormônio, conhecido como hormônio masculino. Nesse texto falaremos onde a testosterona é produzida, quais são as suas principais funções no organismo e os danos ocasionados por sua redução em homens idosos.
video icon
Escrito"Matemática do Zero | Retas paralelas cortadas por uma transversal " em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Retas paralelas cortadas por uma transversal
Nessa aula veremos o que são retas paralelas cortadas por uma transversal. Além disso, veremos as porpriedades e nomencaltura dos ângulos formados nessas duas retas cortadas por uma transversal: alternos internos, alternos externos, colaterais internos e colaterais externos.