Whatsapp icon Whatsapp

Progesterona

A progesterona é um hormônio esteroidal de extrema importância para a saúde e o equilíbrio do sistema reprodutivo feminino.
Fórmula estrutural da progesterona sobreposta à mulher grávida.
A progesterona é um hormônio essencial para a gravidez.

A progesterona é um hormônio esteroidal de extrema importância para a saúde e o equilíbrio do sistema reprodutivo feminino. As principais funções desse hormônio são preparar o útero para a gravidez e ajudar na ocorrência de uma gestação saudável.

Durante o ciclo menstrual, os níveis de progesterona aumentam após a ovulação, ajudando a regular a menstruação. Além disso, a progesterona desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio hormonal.

Leia também: Afinal, o que é um hormônio?

Resumo sobre a progesterona

  • A progesterona é um hormônio esteroide.
  • Seu aumento e sua diminuição podem provocar diversos problemas de saúde, como a síndrome dos ovários policísticos, pré-menopausa e infertilidade.
  • Sua produção continua durante a gravidez.
  • Atua no desenvolvimento das glândulas mamárias.
  • A progesterona e o estrogênio atuam diretamente no sistema reprodutivo da mulher.

O que é progesterona?

A progesterona é um hormônio produzido tanto em homens quanto em mulheres, apesar de ser mais conhecido por seu papel no ciclo menstrual e na gravidez. Ela faz parte da classe dos esteroides — lipídios que apresentam em comum uma estrutura básica de um hidrocarboneto com 17 átomos de carbono, formando quatro ciclos químicos estruturais (estruturas cíclicas), como mostrados na imagem.

Estrutura química da progesterona, um hormônio da classe dos esteroides.
Estrutura química da progesterona, um hormônio da classe dos esteroides.

Função da progesterona

A progesterona é um hormônio com diversas funções que atuam diretamente em nossa saúde.

  • Durante o ciclo menstrual, a progesterona é responsável pela preparação do revestimento uterino (endométrio) para a implantação de um óvulo fertilizado.
  • Quando ocorre a fertilização do óvulo, esse hormônio continua sendo produzido para que a gravidez evolua. Sua atuação ocorre para promover um relaxamento da musculatura uterina a fim de que não haja contrações que venham a provocar um aborto.
  • Atua no desenvolvimento das glândulas mamárias para que, assim, por meio de outro hormônio, a prolactina, o leite materno seja produzido.
  • Há ainda alguns estudos que afirmam que a progesterona atua no sistema nervoso central, afetando nosso humor.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Alterações nos níveis de progesterona

Tudo em nosso organismo precisa estar em uma taxa média ideal para que o corpo permaneça em pleno funcionamento. E com a progesterona não seria diferente, a alteração pode desencadear diversos efeitos no corpo, como:

  • alterações nos ciclos menstruais;
  • prevalência ou não de uma gravidez sadia (em alguns casos, a alteração desse hormônio pode provocar infertilidade ou, em alguns casos, abortos);
  • potencialização de sintomas da TPM, como irritabilidade, inchaço e sensibilidade nos seios;
  • síndrome dos ovários policísticos (SOP);
  • endometriose;
  • distúrbios da tireoide etc.

Leia também: Como ocorre o ciclo menstrual?

Baixos níveis de progesterona

Quando uma mulher sofre uma baixa no seu nível de progesterona, o seu organismo responderá a essa carência. Alguns dos sintomas mais comuns são:

  • diminuição do desejo sexual;
  • menstruação ausente ou irregular;
  • alterações de humor;
  • depressão;
  • ansiedade;
  • dores de cabeça;
  • episódios de ondas de calor.

Se houver uma diminuição desse hormônio durante a gestação, a mulher pode expressar sensibilidade nos seios, fadiga e dores abdominais.

Altos níveis de progesterona

Os níveis de progesterona são considerados altos quando ultrapassam a marca de 10 ng/dl. O aumento desse hormônio pode ser indicativo de algumas condições, por exemplo, dentro do ciclo hormonal, a pessoa pode estar em ovulação. Cistos ou tumores no ovário também poder ser averiguados caso os níveis de progesterona estejam altos, sem ser na etapa da ovulação.

Progesterona x estrogênio

Tanto a progesterona quanto o estrogênio atuam diretamente no sistema reprodutivo da mulher. Seus papéis no organismo são considerados fundamentais e complementares para que haja uma regulação do ciclo menstrual, bem como as funções reprodutivas femininas.

Apesar de seres considerados complementares, ambos desempenham alguns papéis distintos. O estrogênio atuará diretamente no desenvolvimento e na liberação dos óvulos da mulher. Essa liberação pode ocasionar em menstruação ou em gravidez, a depender da fecundação ou não do óvulo.

Outra característica desse hormônio é que ele atua no espessamento das paredes uterinas, proporcionando um ambiente favorável à implantação do embrião. Para saber mais sobre o estrogênio, clique aqui.

Fontes:

AMBRÓSIA, Maria. Biologia contextualizada 2. 2 ed. Recife: Sucesso Sistema de

Ensino, 2021, p. 132-136.

DOUGLAS, C. R. Tratado De Fisiologia Aplicada As Ciências Da Saúde. 5 Ed. Sp. Robe Ed Belman Ed. Imp. Exp. 2002.

TEIXEIRA, de Azevedo Daniel. Fisiologia humana. 2 Ed.Unipacto, 2021, p. 44-51.

Publicado por Lorena Aguiar da Silva

Artigos Relacionados

Ciclo menstrual
Você sabe o que é ciclo menstrual? Clique aqui, entenda o que é o ciclo menstrual e conheça melhor as fases que o compõem: folicular, lútea e menstrual.
Classificação dos lipídios
Como saber se a estrutura orgânica se refere a óleo ou gordura?
Composição química de ácidos nucleicos
Conheça a base química da hereditariedade.
Descoberta dos polímeros
Descoberta dos polímeros, monômeros, polimerização, polímero da Segunda Guerra Mundial, isolante elétrico de radares militares, polietileno de baixa densidade, sacolas plásticas, polietileno de alta densidade.
Endometriose
Entenda o que é a endometriose, seus sintomas, como o diagnóstico pode ser realizado e como é feito o tratamento.
Estrogênio
Conheça um pouco mais sobre o estrogênio clicando aqui. Neste texto abordaremos o que é o estrogênio, onde esse hormônio é produzido e suas funções no organismo humano. Além disso, falaremos um pouco a respeito de pílulas anticoncepcionais e as consequências da redução de estrogênio na vida da mulher.
Glicose e diabetes
Carboidrato, glicose, hipoglicemia, dextrosol, soro glicosado, melitus, insipidus, hiperglicemia, deficiência de insulina, pâncreas, metabolismo da glicose, produção do hormônio insulina, diabético, alterações neurológicas e circulatórias, hormônio antidiurético, disfunção na glândula hipófise.
Hormônios
Entenda o que são hormônios, substâncias produzidas pelas glândulas endócrinas que garantem a homeostase do corpo.
Menstruação
Entenda o que é a menstruação e descubra por que ocorre esse processo natural e quais os principais distúrbios menstruais que afetam as mulheres.
Método de obtenção do silicone
Clique aqui e compreenda como ocorre o método de obtenção do silicone!
Ovulação
Você sabe o que é ovulação? Clique aqui e conheça mais sobre esse processo, entenda o que é período fértil e descubra como os anticoncepcionais orais atuam.
Polímeros de Rearranjo
Definição de polímeros de rearranjo e tudo sobre o principal polímero desse grupo, o poliuretano.
Puberdade
Clique aqui e saiba mais sobre a puberdade: quando ela começa, quando termina, o que é puberdade precoce e as modificações que ocorrem no corpo nesse processo.
Reação de Hidrogenação
Detalhes de uma das reações mais estudadas na Química, a hidrogenação catalítica, que ocorre em alcenos, alcinos, dienos, aromáticos e ciclanos de até 5 carbonos.
Reações de Substituição em Haletos Orgânicos
Veja exemplos de reação de substituição em haletos orgânicos e qual é a ordem de reatividade desses compostos.
video icon
Professor ao lado do escrito "Qual a diferença entre discurso e texto?".
Português
Qual a diferença entre discurso e texto?
Todo texto é um discurso. Mas e o contrário? Todo discurso é um texto? Nesta aula vamos acabar de vez com essa confusão e deixar bem claro quem é quem no universo textual.