Whatsapp icon Whatsapp

Âmnio e cório

Feto envolto do âmnio
Feto envolto do âmnio

Répteis, aves e mamíferos, quanto ao desenvolvimento do embrião, necessitam de estruturas especiais que se associam a ele. Estas, denominadas anexos embrionários, são derivadas do próprio folheto germinativo.

Âmnio e cório, formados partir da mesoderme e ectoderme, são dois exemplos de anexos embrionários – e é sobre estes que abordaremos neste texto.

O âmnio é uma membrana que envolve o embrião, contendo na sua cavidade o líquido amniótico: responsável pela proteção do indivíduo contra choques mecânicos, desidratação e patógenos. Ele, ainda, permite que o feto se movimente, auxiliando no desenvolvimento muscular; e também impede que este fique aderido ao âmnio.

Ao final do desenvolvimento do indivíduo, todo o líquido da cavidade amniótica foi absorvido. Este líquido é, geralmente, engolido e reabsorvido pelo trato gastrointestinal, durante a gestação.

O cório, também denominado serosa, é o mais externo dos anexos embrionários; envolve não só o embrião, mas todos os outros anexos embrionários, ou seja: âmnio, saco vitelínico e alantoide. Ele também confere proteção mecânica, além de proteção térmica e contra a entrada de micro-organismos patogênicos.

Este, em parceria com a alantoide, auxilia no processo de trocas gasosas entre o embrião e o ambiente. Em répteis, aves e mamíferos monotremados, estes dois estão intimamente unidos entre si e com a casca do ovo, recebendo a denominação “alantocório”.

Parte do cório, em mamíferos placentários, em união com o endomério uterino, forma a placenta, esta considerada um órgão fetomaterno, e não um anexo embrionário, como muitas vezes consideram, equivocadamente. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia


Publicado por Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Observe a localização dos anexos embrionários no ovo de uma ave
Anexos embrionários
Aprenda um pouco mais sobre os anexos embrionários, estruturas formadas durante o desenvolvimento embrionário a partir dos folhetos germinativos.
O cordão umbilical conecta o bebê em desenvolvimento à placenta
Cordão umbilical
Saiba mais sobre o cordão umbilical, uma estrutura importante que garante nutrição e a chegada de oxigênio para o feto em desenvolvimento.
Origem e diferenciação dos tecidos e órgãos.
Os Folhetos Germinativos
A organogênese e os folhetos: ectoderma, endoderma e mesoderma.
Esquema do desenvolvimento ósseo a partir de uma estrutura cartilaginosa.
Tipos de Cartilagem
A cartilagem é um tecido essencial para a formação do corpo humano. Conheça as classificações desse tecido e quais funções ele exerce.
video icon
Português
Verbos intransitivos
Intransitivos são aqueles verbos classificados quanto à sua predicação e que têm sentido completo sem a necessidade do acréscimo de complementos verbais. Nesta videoaula, entenderemos suas particularidades. Não deixe de assistir!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.