Whatsapp icon Whatsapp

Pedra de Roseta

Pedra de Roseta
Pedra de Roseta
Em agosto de 1799, Napoleão Bonaparte realizou uma expedição militar e científica para o Egito. Enquanto conduziam um grupo de engenheiros para o Forte Julien, próximo à cidade de Roseta, os soldados franceses se depararam com um fragmento polido de uma pedra entalhada com estranhos glifos cunhados separadamente em três línguas diferentes: grego, demótico e hieróglifos.

A pedra era uma estela (espécie de coluna) de granito negro, de forma retangular, que media 112,3 cm de altura, 75,7 cm de largura e 28,4 cm de espessura. Percebendo o valor daquelas inscrições, Napoleão Bonaparte logo ordenou a reprodução e o envio daqueles escritos para especialistas em línguas mortas.

Em abril de 1802, Reverendo Stephen Weston foi capaz de traduzir a parte escrita em grego. No mesmo ano, o francês Antoine-Isaac Silvestre de Sacy e o sueco Johan David Åkerblad interpretaram as inscrições em demótico. No entanto, os hieróglifos pareciam ser indecifráveis. Somente após 23 anos desde a data de sua descoberta que o francês Jean-François Champollion foi capaz de decifrar o código dos hieróglifos na Pedra de Roseta.

Desta forma, foi possível compreender o contexto da criação da estela: as inscrições foram feitas para registrar a gratidão dos sacerdotes egípcios ao faraó Ptolomeu V Epifânio, o qual havia concedido ao povo a isenção de uma série de impostos. De fato, as descobertas de Champollion permitiram que o mundo ocidental tivesse acesso aos milhares de anos da história do Egito, aumentando ainda mais o fascínio dos europeus pela civilização dos faraós.
Publicado por Tiago Dantas

Artigos Relacionados

O que provoca o formigamento de alguns membros?
Você já teve curiosidade em saber o que causa o 'formigamento' de alguns membros do nosso organismo? Então acesse esse texto e aproveite para retirar todas suas dúvidas!
Por que as baratas morrem de barriga para cima?
Afinal, por que as baratas morrem de barriga para cima? O Mundo Educação traz a resposta para você!
video icon
Texto"Matemática do Zero | Soma dos ângulos internos de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Soma dos ângulos internos de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a soma dos ângulos internos de um triângulo para generalizar a fórmula da soma dos ângulos internos de um polígono convexo qualquer.