Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Educação
  3. A educação semipresencial

A educação semipresencial

A educação semipresencial é alvo de discussão entre professores e alunos que questionam os resultados, se são bons ou não.
A maior preocupação é em relação aos métodos pedagógicos do ensino a distância que atualmente tem adquirido maior força, principalmente após a publicação das Diretrizes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP), no final de 2007, com o objetivo de avaliar os cursos e os pólos de apoio presencial.

Segundo estudiosos, a educação semipresencial ao ser comparada com o ensino a distância, é considerada mais difícil no sentido de apresentar bom desempenho, visto que ocorre a mistura de dois métodos.
É evidente que não existe uma receita perfeita para utilizar uma determinada técnica e obter cem por cento de sucesso, porém, as instituições e os professores que abraçam a causa estão começando a obter resultados positivos em relação à educação semipresencial.

Ressalta-se que muitos educadores ao iniciarem o trabalho com esse tipo de ensino ficaram receosos, visto que colocava em questão sua contribuição no ensino em um ambiente virtual.
Ao se tratar da educação, em especial a semipresencial, é fundamental que o educador passe por um processo de treinamento de forma que venha familiarizar-se com as novas tecnologias e é dessa forma que vários educadores estão fazendo.
O treinamento proporciona ao educador o enriquecimento da sua didática, bem como o aprendizado do aluno. Como todo processo de ensino/aprendizagem apresenta seus pontos positivos e negativos, na educação semipresencial também acontece dessa forma.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O importante é que educadores e educandos tenham consciência de que o ambiente virtual não se apresenta melhor ou pior que o ambiente tradicionalista, e sim ter a visão de que um vem complementar o outro. Além disso, é necessário respeitar o tempo de adaptação de cada segmento, visto que depende de um processo de mudança cultural no qual deve ocorrer a capacitação de alunos e, principalmente, do professor.

O aprendizado à distância.
O aprendizado à distância.
Publicado por: Elen Cristine
Assuntos relacionados
Decifrando os números da Prova Brasil.
A contribuição da Prova Brasil para o ensino público
Prova Brasil: educadores melhorando o ensino público.
A aprendizagem escolar reafirmada em casa
A criança e o interesse pela aprendizagem
A parceria família escola é o ponto crucial nos processos de aprendizagem escolar.
Urgente – Precisamos criar a cultura de preservação ambiental
Ajudando o Meio Ambiente
Consciência ecológica e atitudes de preservação da natureza.
O espírito de coletividade na escola.
Coletividade
A importância do trabalho em grupo para a Educação.
Educando jovens e adultos
Educação para Jovens e Adultos ( EJA)
Clique aqui e conheça o EJA, programa de ensino público que tem tido grande procura.
Os benefícios da educação sexual precoce para as crianças.
Educação sexual “precoce” nas escolas?
A educação sexual como instrumento preventivo de DSTs, gravidez indesejada e precoce, AIDS e aborto.
Ensino de qualidade: direito de todos.
O Desafio da Qualidade de Ensino na Educação
Investimentos públicos, professores bem preparados e uma boa estruturação do espaço físico das escolas auxiliariam no desafio de oferecer um ensino de qualidade para os brasileiros.
Pintura que retrata uma paisagem rural.
Representação da paisagem por meio de desenho
Transferência de uma paisagem real para o papel.