Whatsapp icon Whatsapp

Canibalismo

Canibalismo humano no Brasil em 1557, segundo a descrição de Hans Staden
Canibalismo humano no Brasil em 1557, segundo a descrição de Hans Staden
A palavra “canibal” tem origem no idioma arawan, o qual era falado por uma tribo da América do Sul que realizava a prática. O canibalismo se caracteriza pelo consumo de partes do corpo de um indivíduo da mesma espécie. Existem evidências de que o canibalismo já esteve presente na África, América do Sul, América do Norte, ilhas do Pacífico Sul e Antilhas.

Ao longo da história, as causas mais comuns que levaram à prática do canibalismo foram os rituais e as crenças místicas indígenas. Em algumas tribos acreditava-se que quando o indivíduo comia a carne de outro, ele recebia toda a sua força e poder. Por esse motivo, os astecas sacrificavam e comiam os guerreiros prisioneiros de guerra de outras tribos para assim possuir suas habilidades.

Existem poucos casos de canibalismo na sociedade moderna. Um deles ocorreu em 1972, após um acidente envolvendo um avião da Força Aérea do Uruguai, que transportava a Seleção de Rúgbi do país. O avião despenhou na Cordilheira dos Andes e apenas 16 pessoas se salvaram. Após serem salvas, confessaram que tiveram que comer o corpo dos que haviam morrido, para assim sobreviver. Além dos casos desse caráter, existem aqueles considerados patológicos ao extremo, como no caso do alemão Fritz Harmann, em 1924; do russo Andrei Chikatilo, nas décadas de 80 e 90; e do também alemão Armin Meiwes em 2002.

No ponto de vista legal, o canibalismo é considerado crime de mutilação e profanação de cadáver. Na visão da sociedade, é um ato repugnante, imoral e de desrespeito ao ser humano.
Publicado por Tiago Dantas
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

O canibalismo sexual é observado, por exemplo, nos louva-a-deus
Canibalismo
Conheça mais sobre o canibalismo, uma interessante relação ecológica que ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie.
Os integrantes de uma comunidade se aproximam uns dos outros ao se diferenciarem do restante da sociedade
Comunidade e Sociedade
Em nossa sociedade, as comunidades estão a nossa volta e podemos fazer parte de muitas, mesmo sem perceber. Entenda como e por quê aqui!
Contracultura
Você sabe o que é a contracultura? Acesse este link para entender o que foi, por que surgiu e quais os elementos que compõem esse movimento cultural.
Minorias
Clique aqui para entender o conceito sociológico de minoria social, que designa determinados grupos excluídos do poder e da obtenção de direitos básicos.
A socialização é um fenômeno em que todos os envolvidos acabam por sofrer influência
Sociabilidade e socialização: a construção do indivíduo
A socialização é grande parte do que nos tornamos. Clique aqui e saiba o por quê!
Grupo de jovens protestando contra a discriminação sexual.
Sociologia da Juventude
Sociologia da Juventude, movimentos sociais, sociologia, movimento hippie, geração yuppie, globalização, movimento punk, globalização, cultura jovem, contra-cultura, padrões de comportamento.
video icon
Português
Fatores de textualidade: situacionalidade
O fator textual situacionalidade tem a ver com situação, como sugere o nome, não obstante, especificamente, qual a relação do termo com o texto? Entenda como se dá esse fator textual na aula do profº. Guga Valente.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.