Whatsapp icon Whatsapp

Abelha (Família Apidae)

Abelha-africana na colmeia
Abelha-africana na colmeia

Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Hymenoptera
Família: Apidae



Abelhas são animais pertencentes à Família Apidae. Elas geralmente não ultrapassam três centímetros de comprimento; e o corpo é dividido em cabeça, tórax e abdome. Elas possuem também olhos compostos, dois pares de asas, três pares de pernas e um de antenas.

Tais seres vivos são extremamente importantes na polinização de diversas plantas, em todo o mundo. Dessa forma, sem as abelhas, provavelmente diversos animais e plantas não conseguiriam sobreviver por muito tempo.

Uma característica típica da Ordem Hymenoptera é o fato de ela conter espécies sociais, tais como algumas formigas e vespas. Também existe um bom número de abelhas que vive dessa forma: a abelha-africana, Apis mellifera, é uma delas. Ela foi introduzida no Brasil no período colonial, visando a obtenção de seu mel, própolis e cera. Na atualidade, é uma das mais utilizadas para esse fim, em todo o mundo, tendo como característica marcante sua agressividade.

Nessa espécie, há geralmente uma rainha, a fêmea fértil; as operárias, fêmeas estéreis, que vivem em função da alimentação destas abelhas principais e manutenção da colmeia; e os zangões, machos, cuja função principal é a reprodutiva. Estes últimos nascem por partenogênese, ou seja: a partir de gametas femininos não fecundados.

O que define se uma abelha fêmea será rainha ou operária é a sua alimentação: estas últimas se alimentam de mel. Já a geleia real, como o nome sugere, faz parte do cardápio da rainha. Tal alimento é rico em hormônios, proteínas e vitaminas, tornando-a mais robusta e resistente – afinal de contas, uma única rainha tem capacidade de botar até mil ovos por dia! Quanto ao própolis, ele é utilizado para vedar frestas da colmeia, também evitando o desenvolvimento de micro-organismos neste recinto.

Além das abelhas sociais, existem também aquelas que vivem solitárias e as que se comportam como parasitas de outras abelhas.

Abelhas da subfamília Meliponinae não possuem ferrão. Já as da Apinae, como a Apis mellifera, são dotadas dessa estrutura.
Curiosidade:

A apicultura, ou seja, a criação de abelhas para fins de subsistência ou comercial, era considerada pelos egípcios há pelo menos 2600 anos a.C.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental

Publicado por Mariana Araguaia de Castro Sá Lima

Artigos Relacionados

As abelhas são animais que apresentam valor ecológico e econômico.
03 de Outubro - Dia da abelha
Você sabe em que data é comemorado o dia da abelha? Clique e descubra que data é essa e a importância da instituição dessa comemoração. Conheça também um pouco mais a respeito desses importantes animais que atuam na polinização de várias espécies de angiospermas e produzem vários produtos de valor comercial.
Artrópodes
Vamos conhecer mais sobre os artrópodes? Clique aqui e estude as principais características desse grupo de invertebrados.
A lagosta é um tipo de artrópode do grupo dos crustáceos
Principais diferenças entre os grupos de artrópodes
Conheça as principais diferenças entre os grupos de artrópodes e aprenda a identificar melhor os animais pertencentes a esse filo.
video icon
Português
Cem anos de solidão | Análise Literária
Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco mais da obra “Cem anos de solidão”, um dos romances mais importantes do escritor colombiano Gabriel García Márquez. Confira nossa análise!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.