Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Genética
  4. Alterações Cromossômicas

Alterações Cromossômicas

As alterações cromossômicas são síndromes genéticas provocadas por alterações estruturais, ocasionadas pela perda ou inversões nucleotídicas ou também numéricas, em conseqüência à falta ou excesso de cromossomos nas células, anormalidade denominada de aneuploidias.

Dessa forma, as aneuploidias se manifestam pela mutação, variação maior ou menor na quantidade de cromossomos no interior das células, configurando situações de trissomia ou monossomia, respectivamente pela existência de um filamento de cromatina a mais ou um filamento a menos, com relação ao genoma constante de uma espécie.

Esses problemas no cariótipo podem acontecer durante a formação dos gametas, na meiose (divisão celular que reduz pela metade o número cromossômico de uma espécie, contida em células haplóides, com posterior restituição na fecundação, formando células diplóides), motivada por eventos de permutações, separação de cromossomos homólogos e separação de cromátides irmãs.

Na espécie humana, por exemplo, contendo normalmente 46 cromossomos (22 pares autossômicos e um par alossômico sexual: XX mulher e XY homem) as mutações podem originar distúrbios fisiológicos quando relacionados ao par sexual ou também orgânicos, não ligados ao par sexual.

As mais comuns são: a síndrome de Down, a síndrome de Turner e a síndrome de Klinefelter. Contudo, existem outras como: síndrome de Patau (trissomia do 13), síndrome de Edwards (trissomia do 18) e outras.

Síndrome de Down – mutação causada pela trissomia do cromossomo 21, isto é, os indivíduos portadores dessa síndrome possuem um cromossomo a mais no par 21 autossômico. A normalidade é conter cariótipo com 46 cromossomos, no entanto, esses apresentam 47, sendo que esta alteração determina retardo mental. Alguns sinais fisionômicos percebidos são: pescoço e dedos curtos, linha reta da palma da mão, baixa estatura, extremidade externa dos olhos voltada para cima.

Síndrome de Turner – mutação monossômica que afeta o sexo feminino, provocada pela ausência de um cromossomo sexual, possuindo apenas um cromossomo X. Os sinais característicos são: tórax largo, ovários não funcionais, pescoço curto e largo e baixa estatura.

Síndrome de Klinefelter – também uma mutação no cromossomo sexual, afeta indivíduos masculinos, portadores de dois cromossomos X e um Y, apresentando os seguintes sinais: alta estatura, ginecomastia (desenvolvimento das glândulas mamárias), testículos não funcionais e coeficiente intelectual baixo ou médio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Mão de uma criança com Síndrome de Down.
Mão de uma criança com Síndrome de Down.
Publicado por: Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca Ribeiro
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

(Enem -2015) A cariotipagem é um método que analisa células de um indivíduo para determinar seu padrão cromossômico. Essa técnica consiste na montagem fotográfica, em sequência, dos pares de cromossomos e permite identificar um indivíduo normal (46, XX ou 46, XY) ou com alguma alteração cromossômica. A investigação do cariótipo de uma criança do sexo masculino, com alterações morfológicas e comprometimento cognitivo, verificou que ela apresentava fórmula cariotípica 47, XY, +18.

A alteração cromossômica da criança pode ser classificada como:

a) estrutural, do tipo deleção.

b) numérica, do tipo euploidia.

c) numérica, do tipo poliploidia.

d) estrutural, do tipo duplicação.

e) numérica, do tipo aneuploidia.

Questão 2

(FCM-PB) As anomalias cromossômicas são bastante frequentes na população humana. Cada espécie apresenta um cariótipo típico, isto é, um conjunto de cromossomos caracterizado e identificado em número, forma e tamanho. Alterações no material genético, quantitativas ou qualitativas, podem ocorrer durante os processos de preparação para duplicação. Mesmo durante as divisões mitóticas ou meióticas acontecem irregularidades (aberrações) na divisão celular ou ocorrem ação de agentes externos como as radiações que podem cortar cromossomos. Como os cromossomos são os depositários dos genes, qualquer alteração numérica ou estrutural é capaz de modificar a expressão gênica, originando organismos anormais ou inviáveis. Qual das seguintes síndromes humanas apresenta uma monossomia?

a) Síndrome de Edwards.

b) Síndrome de Klinefelter.

c) Síndrome de Turner.

d) Síndrome de Patau.

e) Síndrome de Down.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O albinismo pode ocorrer em qualquer espécie animal
O que é albinismo?
Você sabe o que é o albinismo? Clique aqui e saiba por que e como o albinismo ocorre!
O RNA é formado a partir de uma fita da molécula de DNA
Características do RNA
Conheça mais sobre a molécula de RNA e saiba quais são seus tipos e qual sua principal função.
O projeto Genoma Humano.
Mapas Genéticos
Clique aqui e conheça quais fatores são considerados para a elaboração de mapas genéticos.
As mutações são modificações no DNA
Mutação
Entenda o que é mutação, seus principais tipos e importância!
Crossing-over: Permutação entre genes alelos
Ligações Gênicas
Um mecanismo evolutivo que permite maior diferenciação dentro de uma espécie.
Síndrome de Marfan, um caso de pleiotropia.
Pleiotropia
Você sabe o que é pleiotropia? Confira aqui sua definição e alguns exemplos.
Genótipo e Fenótipo
Clique e entenda as particularidades e relações entre genótipo e fenótipo.
A doença de Huntington é causada por um gene defeituoso no cromossomo quatro
Doença de Huntington
Você já ouviu falar em Doença de Huntington? Compreenda um pouco mais sobre esse distúrbio!
Observe o cariótipo de uma pessoa com Síndrome de Turner. Nesse caso, há apenas um cromossomo sexual X
Síndrome de Turner
Conheça os sinais e sintomas da síndrome de Turner, uma doença que gera uma alteração no número de cromossomos.
Observe que, na síndrome de Klinefelter, o cariótipo é normalmente 47, XXY
Síndrome de Klinefelter
Amplie seus conhecimentos a respeito da Síndrome de Klinefelter, uma anormalidade cromossômica numérica.
Os cromossomos são fios de DNA associados a proteínas
Cromossomos
Amplie seus conhecimentos sobre cromossomos e entenda sua classificação!
Os cromossomos apresentam genes que determinam nossas características
Homozigoto e heterozigoto
Entenda o significado dos termos homozigoto e heterozigoto e amplie seus conhecimentos em Genética, a ciência que estuda a hereditariedade.
A aneuploidia é um tipo de alteração numérica em que ocorre o aumento ou diminuição de um tipo de cromossomo
Aneuploidias
Entenda as aneuploidias, alterações cromossômicas numéricas que levam ao aumento ou diminuição de um tipo específico de cromossomo.
Alterações cromossômicas numéricas ocorrem quando o número de cromossomos em uma espécie apresenta-se maior que o normal
Euploidias
Compreenda o que são euploidias, seus principais tipos e como essas alterações numéricas surgem nos organismos.
Nossos gametas são exemplos de células haploides
Células haploides, diploides e poliploides
Aprenda a diferença entre células haploides, diploides e poliploides e conheça quais delas estão presentes naturalmente em seres humanos.
O cromossomo pode sofrer modificações em sua estrutura
Alterações cromossômicas estruturais
Que tal aprender mais sobre as alterações cromossômicas estruturais? Clique aqui e descubra o que são essas alterações, quais fatores influenciam a sua ocorrência e a diferença entre os quatro tipos básicos de alterações cromossômicas estruturais: deleções, duplicações, inversões ou translocações.
Enzimas de restrição e o teste de paternidade.
Enzimas de Restrição
A fragmentação do material genético em regiões específicas.
Falsos O têm, na verdade, sangue do tipo A, B ou AB.
Efeito Bombaim – Falso O
Exceção que ocorre em menos de 1% da população.