Whatsapp icon Whatsapp

Pirâmides ecológicas

As pirâmides ecológicas são utilizadas para a representação dos níveis tróficos
As pirâmides ecológicas são utilizadas para a representação dos níveis tróficos

As pirâmides ecológicas são úteis na representação dos níveis tróficos de um ecossistema, sendo que os decompositores não são incluídos nas pirâmides. Nelas, cada nível trófico é representado por um retângulo, no qual o comprimento é proporcional ao número de indivíduos na pirâmide de números; à biomassa, na pirâmide de biomassa; e à energia, na pirâmide de energia.

A pirâmide de números indica a quantidade de organismos que há em cada nível trófico. Dependendo do ecossistema, a pirâmide de números poderá ter o seu ápice voltado para cima (pirâmide direta) ou voltado para baixo (pirâmide invertida).

Quando em um ecossistema são necessários muitos produtores para alimentar poucos gafanhotos, que servirão de alimento para um número menor ainda de pássaros, utilizamos a pirâmide com o ápice para cima.

A pirâmide com o ápice para baixo será utilizada quando, em uma floresta, uma única árvore sustentar um grande número de pulgões, que são comidos por um número menor de pássaros.

Exemplo de pirâmide de números direta e invertida

A pirâmide de biomassa é construída a partir da avaliação das biomassas nos níveis tróficos de uma cadeia. Geralmente é expressa em peso seco (pois a água presente nesse material não é matéria orgânica, portanto não é utilizada como energia), por unidade de área (g/m2 ou kg/m2). A forma da pirâmide de biomassa pode variar de acordo com o ecossistema. Podemos ver na figura um exemplo de pirâmide direta de biomassa. Nessa figura podemos ver que oito toneladas de alfafa sustentam uma tonelada de bezerros em um ano e esses bezerros alimentam nesse período um adolescente de 47 kg.

Pirâmide de biomassa

Como na pirâmide de número, a pirâmide de biomassa também pode ser invertida. Podemos exemplificar com os ecossistemas aquáticos. Nesses ecossistemas, a biomassa de fitoplâncton pode ser menor que a de zooplâncton. A inversão da pirâmide ocorre porque a biomassa é relativa apenas àquele momento, não considerando a velocidade de reprodução do fitoplâncton, que é maior que a do zooplâncton, o que permite a sua rápida renovação. Se for medida a média de um ano inteiro, poderemos observar que a quantidade média de fitoplâncton foi maior que a de zooplâncton.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Pirâmide de biomassa invertida

A pirâmide de energia indica a produtividade do ecossistema, considerando sempre o fator tempo. Por esse motivo, a pirâmide de energia nunca é invertida. Nessa pirâmide há a representação, em cada nível trófico, da quantidade de energia acumulada em determinada área (ou volume) por unidade de tempo.

O primeiro nível trófico da pirâmide representa a quantidade de alimento produzida pelos produtores do ecossistema em uma determinada área (biomassa), durante um certo intervalo de tempo. Chamamos isso de produção primária bruta (PPB). Uma parte da PPB é utilizada pelo próprio produtor em seu metabolismo, outra parte é liberada sob a forma de calor. A matéria orgânica não utilizada pelos produtores é incorporada aos seus tecidos, ficando disponível para os níveis tróficos seguintes. A essa matéria orgânica damos o nome de produção primária líquida (PPL).

Sendo assim, a PPL é a energia disponível para o segundo nível trófico, representado pelos herbívoros. Dos alimentos que os herbívoros ingerem, parte é utilizada em seu metabolismo, e a outra parte é eliminada nas fezes e urina e na forma de calor. O que resta é incorporado aos tecidos do animal, e essa matéria orgânica incorporada é o que ficará disponível para o próximo nível trófico. Com os carnívoros ocorre o mesmo processo.

Pirâmide de energia

Publicado por Paula Louredo Moraes

Artigos Relacionados

Animais herbívoros
Vamos conhecer mais sobre os animais herbívoros? Clique aqui, conheça exemplos e descubra adaptações desses animais em relação à sua dieta.
Observe atentamente o esquema que representa o ciclo do nitrogênio
Ciclo do nitrogênio
Compreenda as principais etapas do ciclo do nitrogênio e entenda a sua importância para os seres vivos e para o ambiente!
Disseminação de sementes de dente-de-leão por uma criança: anemocoria ou antropocoria?
Disseminação da semente
Conceito e exemplo de hidrocoria, zoocoria, antropocoria e autocoria.
A biodiversidade dos ecossistemas brasileiros
Ecossistemas
A definição e os tipos de ecossistemas brasileiros.
Sociedade dos cupins
Saiba mais sobre os cupins, insetos sociais que vivem no interior do solo e da madeira.
video icon
Química
Energia de ligação
Nesta videoaula, você vai aprender tudo sobre a energia de ligação, que é a energia necessária para quebrar um mol de ligações no estado gasoso, sob a temperatura de 25ºC e pressão de 1 atm.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.