Whatsapp icon Whatsapp

Partes da raiz

A raiz pode ser dividida em algumas partes principais: zona de multiplicação, alongamento e diferenciação.
A raiz é uma importante estrutura da planta, pois permite a fixação e absorção de nutrientes
A raiz é uma importante estrutura da planta, pois permite a fixação e absorção de nutrientes

A raiz é uma estrutura extremamente importante para um vegetal, uma vez que atua fornecendo fixação, ajudando na absorção de água e nutrientes, além de atuar transportando e, em alguns casos, armazenando substâncias. É um órgão geralmente subterrâneo e sem clorofila. Diferencia-se da porção caulinar por não possuir nós e entrenós.

De uma maneira geral, podemos dividir a raiz em algumas partes básicas: zona de multiplicação celular, zona de alongamento celular e zona de maturação celular.

A extremidade da raiz, também chamada de zona de multiplicação celular, é onde está localizada a região do meristema apical, ou seja, com células com grande capacidade de divisão. Essa porção é envolta por uma camada de células que recebe o nome de coifa.

A coifa, uma estrutura em forma de dedal formada por células parenquimáticas, ajuda a raiz a penetrar no solo através da produção de substâncias mucilaginosas. Além disso, protege a região meristemática de possíveis danos causados pelo atrito com o solo. Nessa região, existe, ainda, uma porção rica em amido, os estatolitos. Eles estão relacionados com a orientação da raiz (gravitropismo).

Após a região de multiplicação celular, é encontrada a zona de alongamento celular, local onde ocorre o alongamento das células, permitindo, assim, o crescimento da raiz em comprimento. Esse local não é protegido pela coifa. Na zona de alongamento, já é possível observar, em cortes anatômicos, a presença da protoderme, meristema fundamental e procâmbio. Essas regiões darão origem, respectivamente, à epiderme, ao córtex e ao cilindro vascular.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na região após a porção de alongamento está a zona de maturação celular. Nesse local, as células sofrem diferenciação, ou seja, tornam-se maduras e participam da formação dos diversos tecidos da raiz.

Nesse local de maturação, é possível observar os pelos absorventes, que se relacionam com a capacidade da raiz de absorver água e sais minerais. Os pelos, que são na realidade extensões das células epidérmicas, fazem com que a superfície de contato com o solo aumente, favorecendo, assim, a absorção. Eles são geralmente unicelulares e permanecem na planta por apenas poucos dias, sendo renovados constantemente. Essa zona também é chamada de pilífera.

Na região onde as células já se encontram completamente diferenciadas, podemos verificar o surgimento de algumas ramificações, que podem ser denominadas de raízes secundárias ou laterais. Esse local é conhecido por zona de ramificação.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Raízes de dicotiledôneas e monocotiledôneas
Órgão que dá suporte aos vegetais, entre outras funções.
Tipos de raízes
Aprenda como diferenciar os diversos tipos de raízes.
video icon
Planeta Terra em fundo azul
Geografia
Planeta Terra
Assista à videoaula e conheça as características mais relevantes sobre nosso planeta. Saiba quais são os elementos geográficos mais marcantes do planeta Terra.