Whatsapp icon Whatsapp

Botânica

A Botânica é a área da Biologia que estuda as plantas, organismos eucariontes predominantemente fotossintetizantes, abrangendo também o estudo de algas e algumas bactérias.
Jovens estudando Botânica.
Botânica é a área da Biologia dedicada aos estudos das plantas.

A Botânica é a área da Biologia que estuda as plantas, organismos eucariontes predominantemente fotossintetizantes, abrangendo também o estudo de algas e algumas bactérias. Seus estudos se estendem desde a morfologia das plantas até a sua distribuição no ambiente e suas interações com outros seres vivos. As áreas de estudo incluem morfologia, fisiologia, classificação e taxonomia, ecologia, paleobotânica, entre outras.

O estudo da Botânica é importante porque as plantas desempenham papéis essenciais na vida terrestre, desde a produção de oxigênio até a manutenção dos ecossistemas. A compreensão desses seres vivos é essencial para a conservação da biodiversidade, a segurança alimentar, o desenvolvimento de medicamentos, a preservação do meio ambiente e o avanço tecnológico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leia também: Ecologia — ramo da Biologia que estuda a interação dos seres vivos entre si e com o meio ambiente em que vivem

Resumo sobre Botânica

  • A Botânica é a área da Biologia que estuda as plantas, organismos eucariontes predominantemente fotossintetizantes, abrangendo também o estudo de algas e algumas bactérias.

  • Alguns dos tópicos estudados pela Botânica são: a morfologia, a fisiologia, a taxonomia, a distribuição e a relação das plantas com o ambiente e outros seres vivos.

  • A anatomia vegetal, a fisiologia vegetal, a sistemática vegetal, a ecologia vegetal e a paleobotânica são exemplos de áreas de estudo da Botânica.

  • A compreensão de conceitos de fisiologia vegetal, sistemática vegetal e ecologia vegetal é comumente cobrada no Enem.

  • No Enem, a Botânica é cobrada no sentido de avaliar o conhecimento teórico e a aplicação dos conceitos botânicos em situações práticas atuais.

  • As principais partes de uma planta são: raiz, caule e folhas, sendo que algumas também apresentam flores, frutos e sementes.

  • A história dos seres humanos com as plantas remonta desde os tempos das civilizações mais antigas.

O que é Botânica?

A Botânica é a área da Biologia que se dedica ao estudo das plantas, organismos eucariontes que, em sua grande maioria, são fotossintetizantes. Apesar de não serem plantas, as algas e algumas bactérias também possuem clorofila e realizam a fotossíntese e, por esse motivo, são comumente associadas aos estudos da Botânica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que a Botânica estuda?

A Botânica é a ciência que estuda a morfologia, a fisiologia, a classificação e taxonomia dos diferentes grupos de plantas, a distribuição e a relação das plantas com o ambiente e com outros seres vivos.

  • Morfologia: é o estudo da forma das estruturas das plantas. Isso inclui a observação e descrição de características das partes que compõem as plantas como raízes, caules, folhas, flores, frutos e sementes.

  • Fisiologia: a fisiologia é fundamental para entender os processos vitais que ocorrem nas plantas, como a fotossíntese, a respiração, a transpiração e a absorção de nutrientes.

  • Classificação e taxonomia: a classificação e a taxonomia das plantas são fundamentais para organizar a diversidade botânica, facilitando a comunicação entre cientistas e a compreensão das relações evolutivas entre as espécies.

  • Distribuição das plantas no ambiente: o estudo da distribuição das plantas no ambiente é importante para entender os padrões de distribuição da biodiversidade e os processos ecológicos que moldam os ecossistemas.

  • Relação das plantas com outros seres vivos e com o ambiente: é essencial para entender o funcionamento dos ecossistemas e a importância das interações que as plantas estabelecem com outros seres vivos, como a polinização, a predação, simbiose e competição. Além disso, entender como as plantas respondem às mudanças ambientais é importante para prever os impactos das atividades humanas e implementar medidas de conservação que sejam eficazes.

Áreas de estudo da Botânica

De acordo com o objetivo de estudo, a Botânica se divide em diferentes áreas, entre elas:

  • Morfologia vegetal: se dedica ao estudo da forma e da estrutura das plantas. Ela analisa as características externas e internas das diferentes partes das plantas, como raízes, caules, folhas, flores, frutos e sementes.

  • Anatomia vegetal: investiga a composição e a organização dos tecidos e células das plantas, incluindo sua morfologia microscópica, e estuda como essas estruturas contribuem para as funções vitais das plantas, como a fotossíntese, a condução de água e nutrientes, e a sustentação da planta.

  • Fisiologia vegetal: estudo das funções vitais das plantas, como fotossíntese, respiração, transpiração, absorção de nutrientes e resposta ao ambiente.

  • Taxonomia e sistemática vegetal: a taxonomia se dedica à classificação e identificação das plantas, organizando-as em grupos com base em suas características morfológicas, fisiológicas, genéticas e ecológicas. A sistemática investiga as relações evolutivas entre as plantas, utilizando evidências morfológicas, anatômicas, moleculares e fósseis para reconstruir a filogenia e a história evolutiva das diferentes linhagens vegetais.

  • Ecologia vegetal: investiga as interações entre as plantas e o ambiente em que vivem, incluindo outros organismos e fatores abióticos. Além disso, a ecologia vegetal estuda os padrões de distribuição e abundância das plantas em diferentes hábitats, os ciclos de nutrientes, a dinâmica das comunidades vegetais e os processos ecológicos que influenciam a diversidade e a estrutura dos ecossistemas terrestres e aquáticos.

  • Paleobotânica: se dedica ao estudo dos fósseis de plantas, incluindo grãos de pólen, esporos, sementes, frutos, folhas, caules e troncos petrificados. Esses fósseis vegetais fornecem evidências importantes sobre a evolução das plantas ao longo do tempo geológico, bem como sobre as mudanças climáticas, ambientais e geográficas que ocorreram na Terra.

Importância da Botânica

O estudo das plantas é importante porque elas são essenciais na vida dos humanos e outros seres vivos em muitos aspectos além da alimentação. São as plantas que nos fornecem fibras para roupas e tecidos, madeira para construção e mobiliário, combustível, substâncias para o desenvolvimento de medicamentos, abrigo para uma infinidade de seres vivos, além, é claro, do oxigênio. Por isso, a Botânica é importante por conta dos seguintes aspectos:

  • Conservação da biodiversidade: o estudo das plantas é fundamental para a conservação da biodiversidade, uma vez que as plantas constituem a base das cadeias alimentares e fornecem habitat para muitas outras formas de vida.

  • Segurança alimentar: a compreensão da fisiologia e genética das plantas é essencial para melhorar a produção agrícola e garantir a segurança alimentar em um mundo em crescimento populacional.

  • Medicina e saúde: muitos medicamentos têm origem em compostos encontrados em plantas. O estudo das propriedades medicinais das plantas ajuda no desenvolvimento de novos tratamentos e na compreensão dos benefícios para a saúde das dietas à base de vegetais.

  • Meio ambiente: as plantas são muito importantes na regulação do clima, na purificação do ar e da água, na conservação do solo e na prevenção da erosão. Compreender como as plantas interagem com o meio ambiente é essencial para mitigar os efeitos das mudanças climáticas e da degradação ambiental.

  • Indústria e tecnologia: a Botânica contribui para várias indústrias, como agricultura, farmacêutica, cosmética, têxtil, madeireira e de bioenergia. O estudo das propriedades físicas e químicas das plantas é essencial para o desenvolvimento de novos materiais e produtos.

  • Educação e pesquisa científica: através da Botânica entendemos cada vez mais sobre a diversidade e complexidade da vida vegetal. A pesquisa em Botânica continua a expandir nosso conhecimento sobre a vida na Terra e a nos inspirar a novas descobertas e inovações.

Botânica no Enem

As questões mais recorrentes sobre Botânica no Enem envolvem a compreensão de conceitos principalmente ligados à fisiologia e anatomia vegetal, à sistemática vegetal no que diz respeito aos principais grupos de plantas terrestres atuais, assim como aspectos de ecologia. Esses temas podem ser abordados de maneiras diferentes, tais como:

  • Interpretação de gráficos e dados: questões que apresentam dados sobre a distribuição geográfica de espécies vegetais, o crescimento de uma planta em diferentes condições ambientais ou a produção agrícola de determinadas culturas.

  • Aplicação de conceitos: questões que exigem a aplicação de conceitos botânicos, como os processos de fotossíntese, respiração, transpiração, polinização, germinação de sementes, entre outros.

  • Compreensão de relações ecológicas: questões que exploram as relações das plantas com outros organismos e com o ambiente, como cadeias alimentares, ciclos de nutrientes, interações mutualísticas ou competição entre espécies vegetais.

  • Contextualização em problemas sociais e ambientais: questões que relacionam conceitos botânicos com problemas socioambientais, como a degradação de ecossistemas, a segurança alimentar, a conservação da biodiversidade, a biotecnologia ou a preservação de espécies ameaçadas.

Em resumo, a Botânica pode ser cobrada no Enem por meio de uma variedade de abordagens que testam não apenas o conhecimento teórico dos conceitos botânicos, mas também a capacidade de aplicar esse conhecimento em situações do mundo real e entender suas implicações sociais, ambientais e econômicas.

Acesse também: Quais são os 5 temas mais recorrentes em Biologia no Enem?

Quais as principais partes de uma planta?

As plantas, de maneira geral, são formadas por três estruturas principais: raiz, caule e folhas. Além dessas estruturas comuns a todas as plantas, estão presentes em alguns grupos de plantas as flores, os frutos e as sementes.

Ilustração mostrando as partes de uma planta, um dos principais aspectos estudados na Botânica.
De forma geral, as plantas são formadas por raiz, por caule e por folhas, podendo apresentar flores, frutos e sementes.
  • Raiz: estrutura geralmente subterrânea responsável pela absorção de água e nutrientes do solo, além de fornecer estabilidade à planta.
  • Caule: parte da planta que estabelece a conexão entre as raízes e as folhas, transportando água, nutrientes e carboidratos.

  • Folhas: órgãos especializados na realização da fotossíntese, absorção de luz solar e trocas gasosas com o ambiente.

  • Flores: estruturas reprodutivas especializadas presentes em algumas plantas e que possuem órgãos sexuais, como estames.

  • Sementes: estruturas que contêm o embrião da planta e que são formadas após a fertilização do óvulo, contendo reservas nutritivas para o desenvolvimento inicial da planta.

  • Frutos: estruturas que se desenvolvem a partir do ovário da flor e protegem e dispersam as sementes, muitas vezes oferecendo nutrientes adicionais e facilitando a disseminação das sementes.

Veja também: Quais são as partes da raiz?

História da Botânica

O interesse pelas plantas está presente desde a Pré-História. Por milhares de anos os seres humanos aprenderam a cultivar as, a princípio de forma rudimentar, mas posteriormente utilizando técnicas cada vez mais sofisticadas que marcam o início da agricultura.

Os dados históricos indicam que a sistematização e a identificação de plantas ocorreram na Grécia Antiga para fins medicinais e culinários, estendendo-se posteriormente pelo Império Romano. Esse desenvolvimento marcou o início de uma abordagem mais sistemática e científica no estudo das plantas, contribuindo para o avanço do conhecimento botânico ao longo da história.

A Era das Grandes Navegações nos séculos XV e XVI trouxe uma enxurrada de novas plantas do Novo Mundo e do Oriente, estimulando o estudo e a classificação botânica. Botânicos notáveis dessa época incluem Carl Linnaeus, que desenvolveu o sistema moderno de classificação dos seres vivos.

Já nos séculos XVIII e XIX, a Botânica experimentou um grande avanço, com a expansão do conhecimento sobre a reprodução das plantas, a descoberta das células vegetais e o surgimento da teoria da evolução. Por fim, o século XX trouxe avanços significativos na genética vegetal, fisiologia, biologia molecular e biotecnologia.

Atualmente, a Botânica continua a ser uma ciência em constante evolução, contribuindo para a compreensão da biodiversidade, a conservação das plantas e a busca por soluções para desafios globais, como a segurança alimentar e as mudanças climáticas.

Exercícios resolvidos sobre Botânica

Questão 1

(Enem) Um garoto comprou vários abacates na feira, mas descobriu que eles não estavam maduros o suficiente para serem consumidos. Sua mãe recomendou que ele colocasse os abacates em um recipiente fechado, pois isso aceleraria seu amadurecimento. Com certa dúvida, o garoto realizou esta experiência: colocou alguns abacates no recipiente e deixou os demais em uma fruteira aberta. Surpreendendo-se, ele percebeu que os frutos que estavam no recipiente fechado amadureceram mais rapidamente.

A aceleração desse processo é causada por:

A) acúmulo de gás etileno.

B) redução da umidade do ar.

C) aumento da concentração de CO2.

D) diminuição da intensidade luminosa.

E) isolamento do contato com o O2 atmosférico.

Resolução:

Alternativa A.

O gás etileno é um hormônio vegetal produzido naturalmente pelas plantas, incluindo os abacates, durante o processo de amadurecimento. Quando os abacates são colocados em um recipiente fechado, o gás etileno que é naturalmente liberado por eles fica retido no ambiente ao redor dos frutos. Esse acúmulo de gás etileno acelera o processo de amadurecimento.

Questão 2

(Enem) Barbatimão é o nome popular de uma árvore cuja casca é utilizada para fins medicinais. Essa casca é constituída principalmente de dois tecidos vegetais: periderme e floema. A extração da casca tem levado à morte muitos indivíduos dessa espécie, quando o corte retira um anel completo ao longo da circunferência do tronco. Aqueles que têm parte da casca retirada sem completar essa circunferência podem sobreviver.

A morte desses indivíduos, decorrente da retirada do anel completo da casca, é provocada pela interrupção da

A) fotossíntese.

B) transpiração.

C) troca de gases.

D) formação de brotos.

E) nutrição das raízes.

Resolução:

Alternativa E.

Ao remover a casca em um anel completo ao redor do tronco, ocorre a interrupção do fluxo de nutrientes e água da parte superior da árvore para as raízes. Isso acontece porque o floema, um tecido vegetal responsável pelo transporte desses nutrientes, está localizado na parte externa da casca. Sem a presença desse tecido, as raízes não recebem os nutrientes necessários para sobreviver, levando eventualmente à morte da árvore.

Fontes

EVERT, R.; EICHORN, S. Raven - Biologia Vegetal. 8ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

FARIA, Maria Tereza. A importância da disciplina Botânica: Evolução e perspectivas. Revista Uniaraguaia, v. 2, n. 2, p. 87-98, 2012.

SANTOS, I. C. O.; SILVA, B. I.; ECHALAR, A. D. L. F. Percepções dos alunos do curso de Biologia a respeito de sua formação para e com o conteúdo de Botânica. 2015.

Publicado por Nicole Fernanda Sozza
Assista às nossas videoaulas

Artigos de Botânica

A importância das auxinas para os vegetais
Veja por que as auxinas são tão importantes para as plantas e como elas atuam.
Absorção de água e nutrientes
Entenda como ocorre a absorção de água e nutrientes pela planta e conheça o caminho que essas substâncias percorrem até o xilema.
Adaptações foliares
Saiba quais são e quais as funções das adaptações foliares nos vegetais.
Agentes polinizadores
Aprenda mais sobre os agentes polinizadores e entenda a importância deles para a manutenção de algumas espécies vegetais.
Angiospermas
Angiospermas: plantas que formam flores verdadeiras e frutos.
Botânica
Botânica, Ciência dos vegetais, Plantas, Algas, Crescimento, Reprodução, Desenvolvimento, Metabolismo, Criptógamas, Fanerógamas, Gametas, Briófitas, Musgos, Hepáticas, Transporte de seiva, Pteridófitas, Samambaias e avencas, Xilema e floema, Gimnospermas, Pinheiro-do-paraná, Angiospermas, Frutos.
Briófitas
Você sabia que briófitas são plantas avasculares de pequeno porte? Clique aqui para ler sobre as principais características desse grupo vegetal e seu ciclo de vida.
Características do ácido abscísico
O ácido abscísico é um hormônio vegetal que entra em ação quando a planta se encontra em situações desfavoráveis.
Caule
Conheça a estrutura básica de um caule, sua anatomia, seus tipos, suas especializações e as funções que esse órgão desempenha no vegetal.
Ciclo de Calvin
Você já ouviu falar no Ciclo de Calvin? Esse ciclo é uma das principais rotas de fixação de dióxido de carbono.
Ciclo de vida das briófitas
Clique para entender o ciclo de vida das briófitas, que é marcado pela alternância de gerações.
Ciclo reprodutivo das pteridófitas
Saiba mais sobre o ciclo reprodutivo das pteridófitas, plantas que possuem como representante as samambaias.
Citocininas e os vegetais
Conheça mais acerca das citocininas, conhecidas por alguns pesquisadores como hormônio da juvenilidade.
Colênquima
Compreenda mais sobre o colênquima, um tecido de sustentação da planta.
Condução das seivas
Conheça como funciona a condução de seiva bruta e elaborada para todas as partes da planta.
Desenvolvimento dos Vegetais
Clique aqui e conheça como ocorre e os fatores que influenciam o desenvolvimento dos vegetais.
Diferenças entre espinhos e acúleos
Entenda o que são espinhos e acúleos e suas principais diferenças.
Dupla fecundação
Compreenda o processo de dupla fecundação, um evento típico das angiospermas que envolve dois gametas masculinos.
Esclerênquima
Saiba mais sobre o esclerênquima, um tecido vegetal que apresenta células com paredes lignificadas.
Estômatos
Aprenda mais sobre os estômatos, estruturas presentes nos vegetais. Neste texto conheceremos as características, as funções e os tipos de estômatos.
Etileno
Descubra os efeitos do etileno em um vegetal e como esse gás pode ser usado economicamente.
Floema
Saiba mais sobre o floema, um dos tecidos de condução presentes nos vegetais!
Flor
Saiba mais sobre a estrutura da flor e conheça seus aparelhos reprodutores masculino e feminino.
Folhas
Saiba mais sobre as folhas, estruturas vegetais de crescimento limitado e bastante importantes no processo de fotossíntese, respiração e transpiração.
Fotoperiodismo e a floração dos vegetais
De acordo com a fotoperiodismo, as plantas podem ser classificadas em plantas de dias longos, plantas de dias curtos e plantas indiferentes.
Fotossíntese
Que tal aprender sobre fotossíntese, o processo que ocorre em plantas, principalmente nas folhas, e em outros organismos? Entenda seu funcionamento e sua importância!
Fototropismo
Descubra o que é e como ocorre o fototropismo, movimento relacionado com o crescimento das plantas. Aprenda também a definição de fototropismo, a participação do hormônio auxina nesse processo e a diferença entre fototropismo positivo e negativo. Conheça ainda uma simples experiência para observar esse fenômeno.
Frutos
Clique aqui e aprenda a definição e os tipos de frutos existentes!
Germinação
Neste texto, aprenderemos sobre o processo de germinação da semente e conheceremos os fatores necessários para que ela ocorra.
Giberelinas, um dos hormônios vegetais
As giberelinas são hormônios vegetais encontrados em diversas partes do vegetal e possuem funções importantes para a planta.
Gimnospermas
Clique aqui e aprenda mais sobre as gimnospermas, plantas que apresentaram a semente como novidade evolutiva.
Gutação
Entenda o que é gutação e conheça as estruturas relacionadas com esse fenômeno e os fatores fundamentais para a sua ocorrência.
Herbário
Entenda o que é um herbário e as medidas necessárias para garantir o bom funcionamento desse acervo.
Hidroponia
Conheça a hidroponia, técnica de cultivo de plantas fora do solo. Acredite, essa técnica vem desde a Antiguidade!
Hormônios Vegetais
A ação dos hormônios no desenvolvimento da planta.
Inflorescência
Aprenda o que são inflorescências e conheça seus principais tipos.
Linhaça
A linhaça previne doenças e melhora o sistema imunológico, além de diminuir o ritmo de envelhecimento celular. Conheça mais sobre essa semente!
Monocotiledôneas
Aprenda mais sobre as monocotiledôneas, um grupo importante das angiospermas que inclui como representantes as gramas e orquídeas.
Movimentos vegetais
Que tal aprender um pouco sobre movimentos vegetais? Apresentaremos neste texto o que são movimentos vegetais e trataremos dos seus principais tipos: tropismo, nastismo (movimentos násticos), heliotropismo (rastreamento solar) e tactismo. Leia o texto e conheça um pouco mais sobre esses importantes movimentos.
Nastia
Saiba porque certas plantas carnívoras se fecham ao terem contato de suas presas.
Nutrientes inorgânicos essenciais das plantas
Descubra quais são os nutrientes inorgânicos essenciais das plantas e suas funções!
O grão de pólen
A estrutura, composição e funcionamento do grão de pólen.
Partes da raiz
Compreenda as partes da raiz e como elas estão relacionadas com o crescimento do órgão.
Pequi
Saiba as propriedades do pequi e sua utilização na medicina natural.
Plantas e o meio terrestre
Compreenda como as plantas conseguiram se desenvolver no meio terrestre.
Plastídios
Conheça mais a respeito dos plastídios, importantes organelas da célula vegetal.
Pseudofrutos
Descubra porque aa partea comestíveis da maçã, morango e abacaxi não são consideradas frutos verdadeiros.
Pteridófitas
Descubra mais sobre as pteridófitas lendo nosso texto. Apresentaremos aqui as características básicas desse grupo, sua reprodução e classificação.
Pupunheira
Planta típica da região amazônica de bastante interesse econômico.
Raízes de dicotiledôneas e monocotiledôneas
Órgão que dá suporte aos vegetais, entre outras funções.
Reprodução assexuada nas angiospermas
Vantagens e exemplos da reprodução assexuada em angiospermas.
Semelhanças entre as plantas e algas verdes
Conheça as semelhanças entre as plantas e as algas verdes, bem como entenda por que as algas são consideradas um grupo ancestral dos vegetais.
Semente
Conheça as principais características da semente e sua importância para os vegetais.
Tecido meristemático
Tecido meristemático, Células vegetais, Parede celular, Vacúolos, Meristema apical, Ramos e raízes, Meristema intercalar, Meristema lateral, Meristema Primário, Crescimento vegetal, Parênquima, Colênquima, Esclerênquima, Meristema Secundário, Câmbio, Xilema e floema.
Tecidos condutores
Entenda a importância dos tecidos condutores e conheça as diferenças básicas entre o xilema e o floema.
Tecidos condutores: xilema e floema
Sobre estes dois tecidos condutores, responsáveis pelo transporte e distribuição de substâncias na planta: suas características, suas células e tipos de condução.
Tecidos de Excreção
Os tecidos de excreção expelem substâncias inúteis ou até mesmo nocivas às plantas. Confira!
Tecidos de revestimento
Clique aqui e descubra mais sobre os tecidos de revestimento, importantes tecidos que envolvem a planta. Neste texto, abordaremos sobre as principais características da epiderme e da periderme. Além disso, falaremos sobre as funções desses tecidos vegetais.
Tecidos de sustentação vegetal
Clique aqui e amplie seus conhecimentos sobre os tecidos de sustentação vegetal. Neste texto, abordaremos o que são tecidos de sustentação e falaremos as principais características do colênquima e do esclerênquima. Além disso, apresentaremos um quadro comparativo com as principais diferenças entre eles.
Tecidos parenquimáticos
Um tecido vegetal com função de preenchimento, e armazenamento.
Tecidos vegetais
Aprofunde seus conhecimentos em Botânica conhecendo mais sobre os tecidos vegetais e as principais diferenças entre eles.
Teoria de Dixon
O processo e fatores relevantes no transporte de substâncias nos capilares condutores de seiva bruta.
Termoperiodismo
Você sabe o que significa termoperiodismo? Clique aqui e descubra!
Tipos de caule
Veja quais são os tipos de caule e como eles são classificados.
Tipos de clorofila
Conheça os diferentes tipos de clorofila e saiba onde esses pigmentos são encontrados.
Tipos de frutos
Entenda como os frutos são classificados, quais são os seus tipos, sua estrutura e curiosidades.
Tipos de raízes
Aprenda como diferenciar os diversos tipos de raízes.
Transpiração nas plantas
Entenda um pouco mais a respeito do processo de transpiração que ocorre nos vegetais. Neste texto abordaremos o que é a transpiração, em que regiões do corpo da planta ela ocorre, quais fatores influenciam esse processo e a importância e malefícios da transpiração para o vegetal.
Tricomas
Os tricomas são apêndices epidérmicos com várias funções, tais como proteção contra perda de água. Clique aqui e aprenda mais sobre essas estruturas!
Vasos Condutores de Seiva: Lenho e Líber
Feixes de vasos condutores de seiva: bruta e elaborada.
Vitória-régia
Vitória-régia: um bom exemplo de adaptação da planta ao ambiente aquático.
Xilema
Amplie seus conhecimentos sobre o xilema, um tecido de condução encontrado em alguns vegetais.
video icon
Professora ao lado do texto"Aposto".
Português
Aposto
Aposto é o nome que se dá ao elemento sintático que se junta a outro a título de explicação ou de apreciação. Assista a esta videoaula e aprenda um pouco mais sobre o emprego e a classificação desse termo acessório da oração.