Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Histologia Animal
  4. Tecido epitelial

Tecido epitelial

O tecido epitelial apresenta como características principais a presença de pouca substância intercelular e células justapostas.

O tecido epitelial caracteriza-se pela pouca quantidade de material intercelular e por apresentar células extremamente unidas (justapostas). Esse tecido não apresenta vasos sanguíneos, sendo que sua nutrição e oxigenação, assim como a remoção de detritos, são feitas através de capilares do tecido conjuntivo adjacente.

O tecido epitelial desenvolve variadas funções, tais como proteção, absorção, secreção e excreção. Ele é encontrado revestindo órgãos, além de ser responsável pela formação das glândulas. Sua origem pode ser a partir do ectoderma, mesoderma ou endoderma.

As células epiteliais estão presas à chamada membrana basal, uma estrutura que atua na proteção do tecido conjuntivo subjacente. Na superfície livre, as células epiteliais podem apresentar modificações na sua membrana plasmática, tais como microvilosidades e cílios.

Podemos classificar o tecido epitelial de acordo com o formato das células, de seu arranjo, ou, ainda, de acordo com sua função.

De acordo com a forma, o tecido epitelial é classificado em:

- Pavimentoso: Nesse tipo de tecido epitelial, as células apresentam-se achatadas. É encontrado, por exemplo, formando a epiderme;

- Cúbico: As células, nesse tipo de tecido, caracterizam-se pelo formato de cubo. Esse epitélio é encontrado em cinco locais básicos: ductos e ácinos das glândulas, túbulos renais, epitélio germinativo do ovário e na retina;

- Prismático: São células altas e retangulares. Esse tipo de tecido epitelial pode ser encontrado na mucosa do estômago, nos ductos biliares, nas tubas uterinas, entre outros locais.

De acordo com o arranjo, podemos classificar o tecido epitelial em:

- Simples: Nesse tipo de epitélio, o tecido apresenta-se com apenas uma camada de células;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Estratificado: O arranjo, nesse tipo de epitélio, apresenta-se com várias camadas de células;

- Pseudoestratificado: Aparentemente apresenta mais de uma camada, entretanto, todas as células estão ancoradas na membrana basal;

- Transição: Encontrado no sistema excretor, esse epitélio caracteriza-se por sua grande capacidade de distensão e por ser formado por várias camadas de células.

Classificação dos epitélios segundo a forma e arranjo
Classificação dos epitélios segundo a forma e arranjo

De acordo com sua função, o tecido epitelial é classificado em:

- Revestimento: Responsável por revestir o corpo externamente, bem como órgãos e algumas cavidades corporais. Atua protegendo o corpo contra a entrada de organismos patogênicos e evita perda excessiva de água;

- Glandular: É o tecido epitelial responsável pela síntese de substâncias. Podemos classificar o tecido glandular em: glândulas exócrinas, endócrinas e mistas. As glândulas exócrinas apresentam ductos excretores que lançam sua secreção para fora do corpo ou para o interior de cavidades de órgãos. Já as glândulas endócrinas lançam sua secreção no sangue e não possuem ductos excretores. Esse último tipo de glândula é responsável pela produção de hormônios. As glândulas ditas mistas apresentam regiões endócrinas e exócrinas ao mesmo tempo.

O pâncreas é um exemplo de glândula exócrina
O pâncreas é um exemplo de glândula exócrina

O tecido epitelial relaciona-se, portanto, com funções extremamente importantes do corpo, tais como a proteção contra micro-organismos, perda de água e produção de hormônios.

A figura mostra um tecido epitelial pseudoestratificado do trato respiratório
A figura mostra um tecido epitelial pseudoestratificado do trato respiratório
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

O tecido epitelial está relacionado com diversas funções importantes para o funcionamento do corpo, tais como proteção, absorção e secreção de substâncias. A respeito desse tecido, marque a alternativa incorreta.

a) As células epiteliais apoiam-se na membrana basal.

b) As células do tecido epitelial variam em formato, sendo assim, esse pode ser um critério de classificação desse tecido.

c) As células do tecido epitelial são justapostas com material intercelular abundante.

d) No tecido epitelial simples, observa-se apenas uma camada de células.

e) O tecido epitelial é responsável pela formação das glândulas.

Questão 2

O tecido epitelial, assim como qualquer outro tecido, necessita de nutrição e oxigenação. Marque a alternativa que indica como isso ocorre nos tecidos epiteliais.

a) A nutrição e oxigenação ocorrem através de capilares sanguíneos presentes no próprio tecido epitelial.

b) A nutrição e oxigenação são realizadas através de capilares presentes no tecido muscular próximo aos tecidos epiteliais.

c) A nutrição e oxigenação ocorrem através de capilares presentes no tecido conjuntivo adjacente ao tecido epitelial.

d) A nutrição e oxigenação nos tecidos epiteliais são garantidas através da presença de vasos linfáticos.

e) A nutrição e oxigenação ocorrem por osmose.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Corte longitudinal do tecido muscular liso (intestino delgado). As setas indicam os núcleos das células musculares
Tecido muscular liso
Clique aqui e saiba mais sobre as características do tecido muscular liso.
As células caliciformes (*) são exemplos de glândulas unicelulares
Tipos de glândulas
Conheça os principais tipos de glândulas presentes no nosso corpo e aprenda a diferenciá-las.
As glândulas sudoríparas são responsáveis pela produção do suor
Glândulas sudoríparas
Aprenda um pouco mais sobre as glândulas sudoríparas e seus diferentes tipos.
A glândula sebácea é responsável pela produção de uma substância rica em lipídios
Glândulas sebáceas
Saiba mais a respeito das glândulas sebáceas, responsáveis pela produção de uma substância rica em lipídios conhecida como sebo.
O tecido epitelial apresenta células bastante unidas e pouco material extracelular
Tecidos humanos
Saiba mais sobre os diferentes tipos de tecidos humanos, isto é, o tecido epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso!
Nas células do tecido epitelial, são encontrados vários tipos de junções celulares
Junções celulares nos tecidos animais
Compreenda o que são as junções celulares presentes nos tecidos animais e saiba a importância dessas estruturas para a comunicação das células. Aprenda ainda as características das junções aderentes, comunicantes e dos desmossomos e conheça a diferença entre elas, onde são encontradas e suas principais funções.
Tecido adiposo
Que tal conhecer mais sobre o tecido adiposo? Clique aqui e aprenda as características principais desse tecido, descubra seus tipos e entenda suas funções.
O tecido nervoso está relacionado com a percepção do meio interno e externo
Tecido nervoso
Saiba mais sobre o tecido nervoso, um tecido relacionado com a percepção do meio interno e externo e que possui como célula principal o neurônio.
Tecido muscular
Clique aqui e aprenda um pouco mais sobre o tecido muscular. Neste texto apresentaremos as características, as funções e os tipos de tecido muscular.
O tecido cartilaginoso é um tipo de tecido conjuntivo
Tecido Conjuntivo
Compreenda o que é o tecido conjuntivo e conheça suas funções e tipos.
Tipos de óvulos e a distribuição de vitelo.
Tipos de óvulos
A classificação de acordo com o teor de reservas energéticas e segmentação da célula.