Whatsapp icon Whatsapp

Olimpíadas de Tóquio 2020

As Olimpíadas de Tóquio 2020 serão realizadas entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021. O adiamento do torneio ocorreu em virtude da pandemia de coronavírus.
Monumento do símbolo olímpico e o novo estádio construído para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. [1]
Monumento do símbolo olímpico e o novo estádio construído para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. [1]

As Olimpíadas 2020 foram realizadas entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021, na cidade de Tóquio, capital do Japão. A sede da XXXII Olimpíada ou dos Jogos Olímpicos de Verão de 2020 foi escolhida no dia 7 de setembro de 2013, durante a 125ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI), na Argentina.

Inicialmente, as Olimpíadas de Tóquio ocorreriam em julho e em agosto de 2020, mas foram adiadas devido à pandemia do novo coronavírus. Apesar do adiamento para 2021, o ano de 2020 continuou sendo usado na nomenclatura do evento.

Leia também: História das Olimpíadas — a origem dos tão populares Jogos Olímpicos

Tóquio: a sede das Olimpíadas

Tóquio é uma das maiores cidades do mundo. Famosa por sua aglomeração urbana, possui quase 14 milhões de habitantes.

A capital do Japão também é considerada uma das mais importantes metrópoles do planeta, sendo o centro político, econômico, educacional e cultural do Japão. No total, Tóquio conta com 23 bairros, 26 municípios adicionais e as ilhas Izu e Ogasawara.

Entre os principais pontos turísticos de Tóquio, destacam-se o Tsukiji Fish Market, mercado que oferece café da manhã com peixe fresco; o Edo-Tokyo Museum, moderno edifício que apresenta a história da cidade por meio de exposições, e os bairros Harajuku e Shinjuku.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Objetivo das Olimpíadas

Os Jogos Olímpicos são considerados o maior evento esportivo do mundo e ocorrem há mais de dois mil anos. O evento tem como objetivo promover a competição sadia entre os povos de todo o planeta.

Segundo a organização das Olimpíadas de Tóquio 2020, ao sediar os jogos, o Japão teve como objetivo não só estimular esse tipo de competição, mas também promover mudanças em todo o mundo e deixar um legado positivo para as futuras gerações. Para isso, as Olimpíadas contaram com uma visão que contempla estes três conceitos fundamentais:

  • dar o melhor de si: obter a melhor versão pessoal;
  • aceitar uns aos outros: união na diversidade;
  • transmitir o legado para o futuro: conectar-se com o amanhã.

Olimpíadas de Tóquio

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 não tiveram um Parque Olímpico, como os que foram construídos em edições anteriores, como nas Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016. Sendo assim, as competições foram realizadas em várias partes da cidade.

Algumas competições ocorreram em outras regiões do Japão, como nas cidades de Fukushima e Yokohama e na parte inferior do Monte Fuji.

Gastos das Olimpíadas de Tóquio 2020

A competição foi considerada a mais cara de todos os tempos. Ao todo, foram gastos US$ 15,8 bilhões para tornar os jogos mais modernos, criar instalações e adotar medidas de proteção e segurança sanitária em razão da pandemia de covid-19.

Esses gastos também tornaram as Olimpíadas de Tóquio 2020 mais sustentáveis. Como exemplos de práticas para preservar o meio ambiente, destacaram-se a construção de painéis de energia solar, uso de grama sintética de plástico reciclável, utilização de campo móvel para aproveitar a luz natural, construção de captadores térmicos e bombas geotérmicas para reduzir as emissões de CO₂, entre outros.

Números das Olimpíadas de Tóquio 2020

  • Mais de 11 mil atletas
  • 205 países envolvidos
  • 339 eventos esportivos
  • 33 competições
  • 42 locais de competição diferentes
  • 46 modalidades de esportes
  • 5 novos esportes
  • Aproximadamente 5 mil medalhas

Leia também: Superatletas do passado — os antepassados capazes de superar os mais bem treinados atletas olímpicos da atualidade

Esportes das Olimpíadas de Tóquio 2020

As Olimpíadas de Tóquio 2020 contaram com 46 modalidades de esportes, sendo cinco novos: surfe, escalada esportiva, skate, beisebol e caratê.

  1. Atletismo
  2. Badminton
  3. Basquete
  4. Basquete 3x3
  5. Beisebol
  6. Boxe
  7. Canoagem Slalom
  8. Canoagem velocidade (sprint)
  9. Caratê
  10. Ciclismo BMX freestyle
  11. Ciclismo BMX corrida
  12. Ciclismo – mountain bike
  13. Ciclismo de estrada
  14. Ciclismo de pista
  15. Escalada esportiva
  16. Esgrima
  17. Futebol
  18. Ginástica artística
  19. Ginástica de trampolim
  20. Ginástica rítmica
  21. Golfe
  22. Halterofilismo
  23. Handebol
  24. Hipismo
  25. Hóquei na grama
  26. Judô
  27. Luta
  28. Maratona aquática
  29. Natação
  30. Natação artística
  31. Pentatlo moderno
  32. Polo aquático
  33. Remo
  34. Rúgbi
  35. Saltos ornamentais
  36. Skate
  37. Surfe
  38. Taekwondo
  39. Tênis de mesa
  40. Tênis
  41. Tiro com arco
  42. Tiro
  43. Triatlo
  44. Vela
  45. Vôlei
  46. Vôlei de praia

Tocha olímpica

O design da tocha olímpica de Tóquio 2020 foi criado pelo arquiteto, designer e artista japonês Tokujin Yoshioka. O material tem 71 cm e pesa 1,2 kg.

A organização dos jogos destacou que o design da tocha olímpica simboliza o nascer do Sol de uma nova era que traz esperança de iluminar o novo caminho. Além disso, a chama teve como intenção espalhar a alegria e a paixão dos japoneses em torno do movimento olímpico.

O revezamento da Tocha Olímpica de Tóquio 2020 começou no dia 12 de março de 2020, na Grécia. Já em 2021, a passagem da chama iniciou no dia 9 de julho e terminou no dia 23 de julho, depois de passar por 47 departamentos do Japão.

Leia também: Esportes ex-olímpicos — as modalidades que não fazem mais parte das competições olímpicas

Mascotes das Olimpíadas de Tóquio 2020

As Olimpíadas de Tóquio 2020 tiveram duas mascotes:

  • Jogos Olímpicos: Miraitowa
  • Jogos Paralímpicos: Someity
Placa com as mascotes das Olimpíadas de Tóqui 2020: Miraitowa e Someity.
Miraitowa e Someity são as mascotes das Olimpíadas de Tóquio 2020. [2]

Miraitowa é uma junção das palavras japonesas mirai, que significa futuro, e towa, que corresponde à eternidade.

Segundo a organização do evento, a mascote Miraitowa foi criada com o objetivo de ser um tributo à mistura da tradição e da inovação da cultura japonesa. Ela foi baseada no desenho Ichimatsu, que é a logo da competição.

Someity é a fusão de "Someiyoshino", nome de uma cerejeira do Japão, e "so mighty", que significa "tão poderosa" em inglês.

Logo das Olimpíadas

O design da logo das Olimpíadas de Tóquio 2020, de acordo com a organização, foi criado em xadrez, na cor azul índigo, para expressar a elegância refinada e a sofisticação japonesa. No país, esse tipo de xadrez é conhecido como “ichimatsu moyo”.

Logos das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio 2020 [3]
Logos das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio 2020 [3]

A logo é composta por três tipos de formas retangulares, as quais fazem alusão aos diferentes países, culturas e formas de pensar. A organização dos jogos explicou que o design apresenta as mensagens de “Unidade na Diversidade" e a diversidade como plataforma para conectar o mundo.

Medalhas das Olimpíadas de Tóquio 2020

A organização da 32ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão contou com o "Projeto Medalha Tóquio 2020", em parceria com o Centro de Saneamento Ambiental do país. A população japonesa doou eletrônicos usados para que fossem transformados em metais reciclados para produzir as medalhas. Conforme a organização, as doações dos materiais eletrônicos foram feitas em postos de coleta instalados em supermercados e shoppings.

Medalhas de ouro, prata e bronze dos Jogos Olímpicos de Verão em Tóquio.
Medalhas das Olimpíadas de Tóquio 2020 são feitas de material reciclado. [4]

Os japoneses também participaram ativamente do desenvolvimento do design das medalhas. Para isso, foi realizado um concurso nacional em dezembro de 2017. O escolhido para desenhar as medalhas foi Junichi Kawanishi. O design faz alusão ao Big Bang.

Com as contribuições da sociedade japonesa, a organização das Olimpíadas de Tóquio 2020 acreditou que a população mundial seria estimulada a tornar-se sustentável e respeitosa com o meio ambiente.

As Olimpíadas de Tóquio e a pandemia

A pandemia de covid-19 ainda não teve fim, mas como a população mundial já começou a ser vacinada, o evento ocorreu sob novo formato. Confira a seguir as particularidades dessa edição levando em consideração a pandemia:

  • Atletas internacionais e equipe de apoio foram testados antes das competições e na chegada ao Japão.
  • Desde fevereiro de 2021, o governo de Tóquio esforçou-se para vacinar contra a covid-19 o máximo da população. Até o dia 2 de julho de 2021, 46,25 milhões de pessoas haviam sido vacinadas.
  • Somente foram permitidos 10 mil torcedores por evento ou 50% da ocupação total do lugar onde cada competição foi realizada. Em síntese, o número que foi menor.
  • Torcedores estrangeiros não puderam participar do evento. Somente foram aceitos torcedores japoneses ou torcedores estrangeiros que já moravam no país.
  • Pessoas com a temperatura corporal acima de 37,5 ºC em dois controles de medição não puderam ingressar nos locais dos jogos. O ingresso não foi reembolsado.
  • Somente foi possível assistir aos jogos com máscara. Quem estava sem essa proteção não podia tossir ou espirrar.
  • Não foi permitido pedir autógrafos aos atletas.
  • Não foram aceitos barulhos ou expressões verbais que pudessem resultar em aglomeração de pessoas.

Leia também: Copa do Mundo — a maior e mais importante competição de futebol

Quadro de medalhas das Olimpíadas de Tóquio

Os Estados Unidos foram o país que ganhou mais medalhas nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Ao todo, os EUA conquistaram 113 medalhas, sendo 39 de ouro, 41 de prata e 33 de bronze.

Em segundo lugar, ficou a China, com 88 medalhas, das quais 38 foram de ouro. O Japão obteve o terceiro lugar dos Jogos Olímpicos 2020, com 58 medalhas, sendo 27 de ouro.

Brasil nas Olimpíadas de Tóquio 2020

O desempenho do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio 2020 foi considerado o melhor da história. O quadro de medalhas mostrou que o país ficou em 12º lugar na competição, um acima do que nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

No total, o Brasil ganhou 21 de medalhas em 13 modalidades. Confira abaixo os esportes e os atletas vencedores:

→ Medalhas de ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

  • Boxe categoria peso médio (69 a 75 kg) — Hebert Conceição
  • Canoagem de velocidade C11.000m — Isaquias Queiroz
  • Ginástica artística — Rebeca Andrade
  • Futebol — seleção brasileira de futebol
  • Maratona aquática — Ana Marcela Cunha
  • Surfe — Ítalo Ferreira
  • Vela classe 49er FX —  Martine Grael e Kahena Kunze

→ Medalhas de prata do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

  • Boxe feminino — Beatriz Ferreira
  • Ginástica artística — Rebeca Andrade
  • Skate park — Pedro Barros
  • Skate street — Rayssa Leal
  • Skate street — Kelvin Hoefler
  • Vôlei feminino — seleção brasileira de vôlei

→ Medalhas de bronze do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

  • Boxe — Abner Teixeira
  • Corrida 400 metros em barreiras — Alison dos Santos
  • Judô — Mayra Aguiar
  • Judô — Daniel Cargnin
  • Natação 200 metros livres — Fernando Scheffer
  • Natação — Bruno Fratus
  • Salto com vara — Thiago Braz
  • Tênis feminino em duplas — Laura Pigossi e Luiza Stefani
Surfista Ítalo Ferreira segurando medalha de ouro em Tóquio. [5]
Surfista Ítalo Ferreira segurando medalha de ouro em Tóquio. [5]

Curiosidades do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio 2020

- A Comissão Olímpica Brasileira (COB) anunciou que investiu aproximadamente R$ 65 milhões nas Olimpíadas de Tóquio 2020. De acordo com a COB, R$ 46 milhões foram gastos somente em 2021, sendo a maioria devido à pandemia do coronavírus.

- No total, 317 atletas representaram o Brasil nos jogos olímpicos. Conforme a COB, nenhum foi infectado com a covid-19 durante a competição.

- Rebeca Andrade foi a primeira mulher brasileira que recebeu duas medalhas na mesma olimpíada.

- Rayssa Leal, também conhecida como "fadinha do skate", de 13 anos, foi a medalhista mais nova de toda a história do Brasil nas Olimpíadas.

- A dupla de tenistas Laura Pigossi e Luiza Stefani foi a primeira a ganhar uma medalha para o Brasil no tênis.

Jogos Paralímpicos

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 ocorrerão de 24 de agosto a 5 de setembro. No total, serão 539 competições em 22 esportes, que serão realizadas em 21 locais. Estima-se que 4,4 mil atletas paralímpicos participem.

Próximas olimpíadas

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou que as Olimpíadas 2024 serão realizadas em Paris, capital da França. Já os Jogos Olímpicos 2028 devem ocorrer em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Crédito das imagens

[1] Sayuri Inoue / Shutterstock.com

[2] Ned Snowman / Shutterstock.com

[3] rvlsoft / Shutterstock.com

[4] fifg / Shutterstock.com

Publicado por Silvia Tancredi

Artigos Relacionados

Os jogos olímpicos tiveram origem na Grécia Antiga e eram celebrados na cidade de Olímpia
História das Olimpíadas
Conheça a história das Olimpíadas para entender como elas eram realizadas na Grécia Antiga e também como foram recuperadas na Idade Contemporânea.
A bandeira olímpica foi hasteada pela primeira vez em 1920, na Antuérpia, Bélgica*
Jogos Olímpicos
Conheça a história dos jogos olímpicos, as medalhas, recordistas, números e algumas curiosidades!
As Paralimpíadas são um evento que recebe atletas com deficiência, sendo realizado a cada quatro anos desde 1960.[1]
Paralimpíadas
Acesse este texto e veja informações a respeito das Paralimpíadas. Saiba quando surgiu esse evento esportivo, quais suas modalidades, entre outros detalhes.
video icon
Português
Fatores de textualidade: situacionalidade
O fator textual situacionalidade tem a ver com situação, como sugere o nome, não obstante, especificamente, qual a relação do termo com o texto? Entenda como se dá esse fator textual na aula do profº. Guga Valente.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.