COVID-19

A COVID-19 é uma doença causada por um vírus da família dos coronavírus e provoca sintomas como febre, tosse e dificuldade respiratória. Os primeiros casos da doença surgiram no final do ano de 2019, na China. No primeiro semestre de 2020, a doença já havia atingindo todos os continentes, sendo classificada como uma pandemia.

Transmitida de uma pessoa para outra por meio de gotículas respiratórias, a doença pode ser prevenida por meio da lavagem das mãos e evitando aglomerações. Até o momento, não existem tratamentos para a enfermidade, a qual pode levar à morte, principalmente de idosos e pessoas com problemas de saúde, como hipertensão e doenças cardiovasculares.

A COVID-19 ainda é uma doença nova e, portanto, há uma busca constante por informações sobre ela. Assim sendo, novos dados serão inseridos neste texto na medida em que as descobertas ocorrerem.

 

Leia também: Aumento de doenças por causa da ação do ser humano

Breve histórico da COVID-19

No dia 31 de dezembro de 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu um alerta a respeito de casos de pneumonia ocorrendo na cidade Wuhan, na China. Em 7 de janeiro de 2020, identificou-se o vírus causador da doença, uma nova cepa de coronavírus. Esse vírus foi chamado inicialmente de 2019-nCoV e, posteriormente, de SARS-CoV-2.

A COVID-19 surgiu no final do ano de 2019, na China, e, atualmente, está presente em todos os continentes.
A COVID-19 surgiu no final do ano de 2019, na China, e, atualmente, está presente em todos os continentes.

A doença provocada pelo SARS-CoV-2 ficou conhecida como COVID-19 e se tornou um problema de saúde pública mundial. Espalhando-se rapidamente, atingiu todos os continentes ainda nos primeiros meses de 2020. No dia 11 de março, a COVID-19 foi caracterizada como uma pandemia pela OMS.

Para conter o avanço da doença pelo mundo, várias cidades suspenderam eventos e aulas, além de fecharem suas fronteiras. Em algumas regiões, foi adotado o lockdown, uma medida rígida que se caracteriza pelo bloqueio total de uma área, limitando a circulação de pessoas.

Até às 10:34 h de 25 de fevereiro de 2021, haviam 111.999.954 casos confirmados de COVID-19, incluindo 2.486.679 mortes, e notificados à OMS.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que causa a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença causada por um vírus da família dos coronavírus, mais precisamente o SARS-CoV-2. Os coronavírus, que recebem esse nome por se assemelharem a uma coroa quando vistos em microscopia eletrônica, causam infecções respiratórias, que vão desde um resfriado comum até síndromes respiratórias graves.

Sintomas da COVID-19

Os sintomas da COVID-19 são bastante semelhantes a uma gripe ou resfriado, entretanto, a doença pode se agravar levando a uma síndrome respiratória grave. Entre os sintomas mais comuns, estão:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Cansaço

Outros sintomas também podem ocorrer, tais como diarreia, náuseas, vômito, dor de garganta, coriza e congestão nasal, perda ou diminuição do paladar e olfato, diminuição do apetite e dificuldade respiratória. Vale destacar que algumas pessoas não possuem sintomas e outras podem desenvolver complicações.

De acordo com o Ministério da Saúde, estima-se que 20% dos casos de COVID-19 necessitem de internação devido à dificuldade respiratória, dos quais 5% necessitam de suporte respiratório. Os casos mais graves ocorrem, geralmente, em indivíduos idosos e nas pessoas que apresentam problemas como pressão alta, problemas cardíacos e diabetes.

Leia também: Doenças causadas por vírus

Transmissão da COVID-19

A transmissão da COVID-19 pode ocorrer de uma pessoa para outra por meio de gotículas respiratórias eliminadas pelo paciente ao tossir ou espirrar, por exemplo. As gotículas podem também contaminar objetos, e o vírus pode permanecer nessas superfícies por horas ou dias. Uma pessoa, ao tocar essa superfície contaminada, pode levar a mão aos olhos, boca e nariz e transportar o vírus para essa região, infectando-se.

Diagnóstico da COVID-19

O diagnóstico da COVID-19 é feito por meio da análise dos sintomas do paciente e da realização de exames laboratoriais. Para o diagnóstico clínico, o médico avaliará a associação de sintomas como febre, tosse, dor de garganta, dificuldade respiratória, perda ou diminuição do olfato e paladar, diarreia, náuseas e vômitos. Dentre os exames laboratoriais que podem ser solicitados, destacam-se o de biologia molecular (RT-PCR em tempo real) e o imunológico, que detecta a presença de anticorpos.

Tratamento da COVID-19

Infelizmente, até o momento, não existe tratamento específico para a doença. Sintomas como dor e febre são tratados com medicamentos analgésicos e antitérmicos. Ainda há muita discussão a respeito da eficiência de alguns medicamentos no tratamento de COVID-19, sendo alguns utilizados apesar de não haver evidência científica que comprove sua eficácia.

Os casos mais graves são encaminhados para hospitais de referência para o isolamento e acompanhamento. Muitos casos necessitam de ventilação mecânica a fim de se garantir melhor oxigenação. Casos mais leves podem ser enviados para casa, desde que o paciente se comprometa a realizar medidas de precaução.

Prevenção da COVID-19

A COVID-19 é uma doença grave, sendo assim, é fundamental investir em práticas de higiene que evitem a contaminação. Você pode prevenir-se adotando medidas simples, tais como:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou realizar a higienização com álcool em gel 70%.
  • Evitar tocar nos olhos, boca e nariz com as mãos sem a devida higienização.
  • Evitar contato com pessoas que apresentem sintomas de doenças respiratórias.
  • Limpar sempre objetos que são manuseados com frequência. Esse é o caso de celulares, mouses e teclados de computadores.
  • Evitar aglomerações.
  • Manter distância mínima de 2 metros de outras pessoas.
  • Caso seja um profissional da saúde, utilizar equipamento de proteção individual, como máscaras e óculos, durante o cuidado com os pacientes.

Não se esqueça também de que é seu papel garantir a segurança de outras pessoas, sendo assim:

  • Fique em casa sempre que possível, especialmente se estiver com sintomas respiratórios. Em caso de suspeita de COVID-19, procure atendimento médico.
  • Ao tossir e espirrar, cubra o nariz e a boca utilizando um lenço ou a parte interna do seu cotovelo.
  • Mantenha-se a uma distância de cerca de 2 metros de outras pessoas.
  • Utilize sempre máscaras.

Veja também: O que é quarentena?

Vacina contra COVID-19

Várias vacinas contra COVID-19 foram desenvolvidas ao redor do mundo, e outras ainda estão sendo desenvolvidas e testadas. Algumas delas receberam autorização para uso emergencial em alguns países, como o Brasil. Em nosso país, a primeira pessoa vacinada contra COVID-19 foi Mônica Calazans, uma enfermeira intensivista do hospital paulista Emílio Ribas. Ela recebeu a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac, no dia 17 de janeiro de 2021.

  • As variantes do SARS-CoV-2 reduzem a eficácia das vacinas?

Com o avanço da pandemia, observou-se o surgimento de variantes de SARS-CoV-2. Até o momento, sabe-se que algumas vacinas mostraram redução na sua eficácia diante do surgimento dessas novas variantes. Apesar de causar preocupação, não há motivo para pânico, uma vez que a redução na eficácia não significa que as vacinas não confiram nenhuma proteção contra a doença. É importante, no entanto, que estudos sejam realizados a fim de que essas vacinas sejam modificadas e uma maior proteção seja conseguida.

O surgimento de variantes nos faz perceber com clareza a necessidade de se barrar, o quanto antes, a circulação do vírus. Quanto menos o vírus circula, menos mutações surgem e, desse modo, maior a eficácia das vacinas desenvolvidas. Para se barrar a circulação, é importante investir em vacinação e na conscientização das pessoas para que as medidas de prevenção da doença sejam adotadas.

Infográfico:

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Coronavírus
Entenda o que são os coronavírus, conheça quais sintomas eles provocam e saiba mais sobre as síndromes respiratórias graves desencadeadas por eles.
Diferença entre isolamento vertical e horizontal
Você sabe a diferença entre isolamento vertical e horizontal? Clique aqui e entenda melhor o que é cada uma dessas medidas e sua eficácia.
Diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado
Descubra as principais diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado clicando aqui! Neste texto abordaremos os principais sintomas de cada uma dessas doenças.
A coriza é um sintoma comum dos resfriados, porém também pode ocorrer em casos de gripe
Diferenças entre a gripe e o resfriado
Descubra as diferenças entre a gripe e o resfriado e saiba por que é importante diferenciar essas duas doenças.
Doença de Kawasaki
Você sabe o que é a doença de Kawasaki? Clique aqui e entenda o que é essa doença, quais sintomas provoca e como são feitos o diagnóstico e o tratamento.
Febre
Clique aqui e aprenda mais sobre a febre. Neste texto abordaremos o que é febre, e conheceremos seu mecanismo e como é feito seu tratamento.
Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz)
Você conhece a Fiocruz? Clique aqui e conheça mais sobre essa instituição, que atua produzindo vacinas, medicamentos e difundindo conhecimento científico.
Gripe Espanhola
Acesse e conheça detalhes sobre a Gripe Espanhola. Entenda a origem do nome da doença e o local de seu surgimento, no começo do século XX.
Instituto Butantan
Clique aqui e conheça mais sobre o Instituto Butantan, responsável por desenvolver vacinas, soros e várias outras atividades voltadas à saúde pública.
O isolamento está geralmente associado à exclusão sofrida em nosso convívio
Isolamento social
Clique aqui para saber o que é isolamento social, como ele pode ocorrer, porque ele ocorre, quais são os tipos de isolamento e quais as consequências dessa prática.
Mielite transversa
Descubra mais sobre a mielite transversa, aqui. Neste texto abordaremos o que é essa doença e quais são suas causas, sintomas e tratamento.
Mitos e verdades sobre o uso de máscaras de proteção
Conheça alguns mitos e verdades sobre o uso de máscaras de proteção e compreenda quando e quem deve utilizá-las.
Mucormicose
Clique aqui e entenda o que é a mucormicose ou “fungo preto”. Neste texto falaremos sobre sua manifestação clínica e relação com a covid-19.
O que é quarentena?
Você sabe o que é quarentena? Clique aqui e descubra quando essa prática surgiu, qual é a sua importância e alguns casos em que ela foi necessária.
Pulmão
Clique aqui e conheça mais sobre o pulmão, um órgão do sistema respiratório. Neste texto exploraremos as características e função do órgão.
Síndrome respiratória aguda grave (Sars)
Conheça mais sobre síndrome respiratória aguda grave (Sars), uma doença que provocou a morte de cerca de 800 pessoas nos anos de 2002 e 2003.
A vacina BCG deve ser aplicada, preferencialmente, logo após o nascimento.
Vacina BCG
Descubra mais sobre a vacina BCG, aqui. Neste texto saberemos a importância da vacina BCG, quem deve tomá-la e sua relação com a covid-19.
Os vírus são organismos considerados parasitas intracelulares obrigatórios
Vírus
Clique para saber mais a respeito dos vírus, suas características e estrutura!
Wu Lien-teh
Acesse este texto para saber da vida de Wu Lien-teh. Veja o papel do médico no combate a uma epidemia de peste pneumônica na Manchúria, entre 1910 e 1911.
video icon
História
Guerra dos Sete Anos
Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco da história da Guerra dos Sete Anos, conflito travado entre diversas monarquias nacionais europeias em torno do controle de regiões de exploração colonial.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Português
Preposições
Vamos aprender mais sobre essa classe conectiva de termos?