Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Educação
  3. Ensino Profissionalizante

Ensino Profissionalizante

O mercado de trabalho está cada vez mais exigindo qualificação, por isso, houve um crescimento na procura do ensino profissionalizante.

O ensino profissionalizante é um dos caminhos para se atender a demanda profissional de grande parte da população jovem do país, em consequência de muitos estudantes não ingressarem nas universidades.

A proposta, nos últimos anos, tem se tornado uma forma dos mesmos adquirirem uma qualificação profissional que dê estrutura para se encaixar no mercado de trabalho.

Os cursos técnicos estão voltados para as áreas da saúde, informática, administração, agricultura, comércio, educação, meio ambiente, turismo, dentre outras.

Dentro dessa perspectiva, foi lançado pelo governo federal, como subprojeto do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), a ampliação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, passando-se de 140 unidades para 354 até o final de 2010.

Nos últimos anos o Brasil teve um crescimento importante no setor, com taxas anuais de aproximadamente 14%, comparando-se aos anos anteriores. A região norte do Brasil é a que mais tem se consagrado nesse crescimento, com 40% de aumento nas matrículas. Dessas, o Acre superou a faixa dos 100%, comparando-se aos anos anteriores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com isso, vemos um número maior de jovens preocupados com suas carreiras profissionais, aumentando a escolaridade da população jovem do país, e diminuindo a evasão escolar.

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), os cursos profissionalizantes se dividem em três níveis distintos: básico, técnico e tecnológico.

No nível básico, os mesmos podem ser oferecidos por qualquer unidade escolar, pois são articulados para atender pessoas com nível de instrução mais baixo.

O nível técnico já exige autorização das secretarias estaduais de educação, e atendem estudantes do nível médio, ou seja, o aluno cursa um nível de ensino médio e sai qualificado profissionalmente.

Já os cursos tecnológicos são realizados por faculdades, instituições ligadas ao ensino superior e aparecem como nível de graduação ou especializações (pós-graduações).

Plano de Desenvolvimento da Educação
Plano de Desenvolvimento da Educação
Publicado por: Jussara Barros
Assuntos relacionados
Uma nova oportunidade na educação.
Educação a Distância (EAD)
Educação a Distância! Uma nova oportunidade na educação.
Harmonia na sala de aula.
A música e o desenvolvimento da inteligência
A prática educativa associada à linguagem musical.
Identificar as coisas que gosta e não gosta é um dos primeiros passos
Profissão – A Hora da Escolha
Confira aqui alguns fatores que influenciam na escolha da profissão.
O Estrangeirismo invadiu a língua portuguesa
A moda do estrangeirismo invadiu a língua portuguesa! Clique e confira!
Medo de aprender novas tecnologias
Medo de aprender
As exigências da aprendizagem e o medo de aprender o que nos é novo.
A rotina da sala de aula não é a maior causa do estresse
Motivos do Estresse dos Professores
Por que os professores têm desenvolvido estresse e doenças psicossomáticas?
A formação do professor também deve ser em movimento espiralado
Formação Contínua
As dez competências básicas propostas por Phillippe Perrenoud.