Whatsapp icon Whatsapp

O Estrangeirismo invadiu a língua portuguesa

O uso de palavras estrangeiras é chamado de estrangeirismo. Em restaurantes, salões de beleza e propagandas, o estrangeirismo está muito presente.

Muitos estão enfurecidos com a incorporação das novas consoantes k, w e y no alfabeto, pois, de acordo com estes, as palavras estrangeiras vão se estabelecer de vez na nossa língua. Mas o que são meras letrinhas coligadas ao abecedário, perto de centenas de palavras forasteiras que já coexistem com nosso bom e velho português?

Virou moda falar “chic, bem”, ou melhor, falar em inglês, francês e, se fosse possível de se entender, até em alemão.

O inglês já invadiu nossos salões de beleza, restaurantes, a mídia, lugares de compras, na propaganda, no nome de grifes nacionais, etc.

Assim, é comum se deparar com palavras ou expressões, como: beauty hair, saloon, coffee break, shopping, outdoor, selfservice, play, off, delivery, free, etc.

Algumas expressões já possuem equivalentes em português, outras foram incorporadas com formas aportuguesadas e outras estão no dicionário assim como vieram, como: show e marketing, por exemplo.

Mas por que isso ocorre? Uns culpam a globalização, outros o imperialismo econômico, outros a tecnologia, outros a receptividade do brasileiro.

O importante é que de fato a moda dos estrangeirismos invadiu a língua; mas até que ponto isso é ruim ou bom?

Não sei se tem como ser radical a ponto de falar que ou é ruim ou é bom, uma vez que devemos valorizar a nossa língua, mas sem evitarmos por completo o contato entre culturas, mesmo porque não tem como. Afinal, o inglês, por exemplo, já virou língua nacional. Dizemos que a língua inglesa perdeu sua nacionalidade à medida que é falada mais por não-nativos do que por nativos.

Agora, o que não podemos deixar de analisar é o porquê de usarmos determinada palavra se ela já existe na língua portuguesa? Parece desnecessário e até absurdo! Essa posição sim, deve ser criticada e abolida.

Afinal, podemos estudar e adquirir uma segunda ou terceira língua, mas nós já temos uma língua cheia de vocábulos e possibilidades de novos: o português!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por Sabrina Vilarinho

Artigos Relacionados

A criança e o interesse pela aprendizagem
A parceria família escola é o ponto crucial nos processos de aprendizagem escolar.
Boa Postura na Hora dos Estudos
Como manter a boa postura e não perder a concentração nos estudos.
Como fazer um intercâmbio?
Saiba por onde começar e qual o programa ideal para você.
Ensino Profissionalizante
O ensino profissionalizante está voltado para as áreas da saúde, informática, administração, comércio, educação, turismo, entre outras. Confira!
Formação Contínua
As dez competências básicas propostas por Phillippe Perrenoud.
Medo de aprender
As exigências da aprendizagem e o medo de aprender o que nos é novo.
video icon
Texto" Matemática do Zero | Polígono convexo e não convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Polígono convexo e não convexo
Nessa aula veremos o que é um polígono convexo e um polígono não convexo a partir da definição matemática e, posteriormente, um “macete”.