Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Educação
  3. O Estrangeirismo invadiu a língua portuguesa

O Estrangeirismo invadiu a língua portuguesa

O uso de palavras estrangeiras é chamado de estrangeirismo. Em restaurantes, salões de beleza e propagandas, o estrangeirismo está muito presente.

Muitos estão enfurecidos com a incorporação das novas consoantes k, w e y no alfabeto, pois, de acordo com estes, as palavras estrangeiras vão se estabelecer de vez na nossa língua. Mas o que são meras letrinhas coligadas ao abecedário, perto de centenas de palavras forasteiras que já coexistem com nosso bom e velho português?

Virou moda falar “chic, bem”, ou melhor, falar em inglês, francês e, se fosse possível de se entender, até em alemão.

O inglês já invadiu nossos salões de beleza, restaurantes, a mídia, lugares de compras, na propaganda, no nome de grifes nacionais, etc.

Assim, é comum se deparar com palavras ou expressões, como: beauty hair, saloon, coffee break, shopping, outdoor, selfservice, play, off, delivery, free, etc.

Algumas expressões já possuem equivalentes em português, outras foram incorporadas com formas aportuguesadas e outras estão no dicionário assim como vieram, como: show e marketing, por exemplo.

Mas por que isso ocorre? Uns culpam a globalização, outros o imperialismo econômico, outros a tecnologia, outros a receptividade do brasileiro.

O importante é que de fato a moda dos estrangeirismos invadiu a língua; mas até que ponto isso é ruim ou bom?

Não sei se tem como ser radical a ponto de falar que ou é ruim ou é bom, uma vez que devemos valorizar a nossa língua, mas sem evitarmos por completo o contato entre culturas, mesmo porque não tem como. Afinal, o inglês, por exemplo, já virou língua nacional. Dizemos que a língua inglesa perdeu sua nacionalidade à medida que é falada mais por não-nativos do que por nativos.

Agora, o que não podemos deixar de analisar é o porquê de usarmos determinada palavra se ela já existe na língua portuguesa? Parece desnecessário e até absurdo! Essa posição sim, deve ser criticada e abolida.

Afinal, podemos estudar e adquirir uma segunda ou terceira língua, mas nós já temos uma língua cheia de vocábulos e possibilidades de novos: o português!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Sabrina Vilarinho
Assuntos relacionados
Os anglicismos são vocábulos da língua inglesa que estão incorporados em nosso idioma, aportuguesados ou não
Anglicismos
Você sabe o que são os anglicismos? Clique e entenda mais sobre a língua e seus empréstimos linguísticos.
Em 2013, os dicionários da Universidade de Oxford elegeram selfie a palavra do ano por causa do aumento expressivo no número de buscas pelo termo
Selfie ou autorretrato?
Selfie ou autorretrato? Clique aqui e entenda uma das mais novas polêmicas da língua portuguesa.
A linguagem coloquial, também chamada de informal ou popular, é geralmente utilizada em situações informais de interlocução
Linguagem coloquial
Leia este artigo e aprenda a respeito da linguagem coloquial, uma forma de expressão da língua em eventos de fala mais informais e corriqueiros.
Há países em todos os continentes que falam português.
Países que falam português
Descubra quais são os países que falam português e quais outras regiões parte da população também adota o idioma. Veja em quais continentes esses países encontram-se.
O intercâmbio é uma ótima oportunidade de conhecer o mundo na prática
Como fazer um intercâmbio?
Saiba por onde começar e qual o programa ideal para você.
A coluna deve ficar sempre bem posicionada
Boa Postura na Hora dos Estudos
Como manter a boa postura e não perder a concentração nos estudos.
A formação do professor também deve ser em movimento espiralado
Formação Contínua
As dez competências básicas propostas por Phillippe Perrenoud.
Plano de Desenvolvimento da Educação
Ensino Profissionalizante
O ensino profissionalizante está voltado para as áreas da saúde, informática, administração, comércio, educação, turismo, entre outras. Confira!
A aprendizagem escolar reafirmada em casa
A criança e o interesse pela aprendizagem
A parceria família escola é o ponto crucial nos processos de aprendizagem escolar.
Medo de aprender novas tecnologias
Medo de aprender
As exigências da aprendizagem e o medo de aprender o que nos é novo.