Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Óptica
  4. Eclipse Lunar

Eclipse Lunar

Quando a Terra se posiciona entre o Sol e a Lua, esta entra na região da sombra da Terra, ocasionando o eclipse lunar.

Ao longo da história, os eclipses fascinam a humanidade, causando temor e admiração.

Eclipse é um termo de origem grega que significa desmaio ou abandono, que se refere ao obscurecimento da luz ao se observar a Lua ou o Sol durante esse fenômeno.
Os antigos chineses, babilônios e gregos, já haviam observado e registrado eclipses que constituem marcos que ajudam a vincular a astronomia com a história e a cronologia. Esses povos já conheciam a mecânica desse fenômeno e previam seu acontecimento com muita antecedência.

No século IV a.C., Pitágoras observou a sombra circular que a Terra projetava sobre a Lua, e usou esse fato para provar que a Terra era esférica.

O movimento de translação da Lua é de aproximadamente 29,5 dias, e nos permite observar as fases: Nova, Crescente, Cheia e Minguante. Na fase Nova, acontece um alinhamento Sol-Lua-Terra, o observador terrestre não pode ver a face iluminada da Lua, pois ela não está voltada para o nosso planeta. Durante a fase Cheia acontece o alinhamento Sol-Terra-Lua e, desta forma, a face iluminada do satélite volta-se para a Terra. Todo o disco lunar fica visível e temos as belas noites de Lua Cheia.
 


O eclipse da Lua acontece sempre durante a Lua Cheia, pois é nessa fase que a Terra se posiciona entre o Sol e a Lua. Entretanto, esse fenômeno não ocorre todos os meses porque a órbita da Lua ao redor da Terra não está no mesmo plano da órbita da Terra em relação ao Sol. Essa inclinação do plano da órbita da Lua é de aproximadamente 5,2º em relação ao plano da órbita da Terra em relação ao Sol.
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


A figura, a cima, mostra a inclinação da órbita LUA-TERRA em relação à órbita TERRA-SOL.
A figura abaixo mostra a inclinação da órbita da Lua e as regiões onde ocorrem os eclipses.

Quando o sol está na linha de intersecção do plano da órbita da Terra em torno do Sol, com o plano da órbita da Lua em torno da Terra (linha dos nodos), a Lua entra na região da sombra da Terra ocasinonando o eclipse lunar.
Durante a observação de um eclipse total da Lua, esta não fica totalmente invisível, como na fase de Lua Nova, em razão da luz proveniente do Sol ser refratada pela atmosfera da Terra. Essa refração e a quantidade de poeira da atmosfera faz com que um observador aqui da Terra veja nosso satélite natural com uma cor avermelhada.

Fases do Eclipse da Lua
Fases do Eclipse da Lua
Publicado por: Kleber G Cavalcante
Assuntos relacionados
Representação de um eclipse lunar
Eclipse Lunar
Compreenda como ocorre o eclipse lunar, bem como os seus três tipos de manifestação.
O eclipse solar é um espetáculo sem igual na natureza
Eclipse solar
O eclipse solar é um dos mais fantásticos fenômenos naturais. Clique e entenda como ele ocorre e quais são os seus tipos.
O telescópio Pan-starrs fica no topo do vulcão Haleakala, no Havaí
O telescópio
O telescópio é um instrumento que permite estender a capacidade dos olhos humanos em observar objetos longínquos.
Lentes Esféricas
Você sabe o que são lentes esféricas? Quais são suas propriedades? Então acesse para entender tudo a respeito desse tipo de lente e ainda conferir exercícios!
A sombra e a penumbra estão ligadas à ocorrência do eclipse
Sombra e penumbra
Entenda as principais características da sombra e da penumbra!
A NASA é a agência espacial estadunidense para assuntos aeronáuticos e de exploração espacial
NASA
Clique aqui e saiba mais sobre a NASA, agência espacial estadunidense responsável pelo desenvolvimento de equipamentos de aeronáutica e exploração espacial.
A velocidade de movimento da Lua é capaz de mantê-la em seu movimento ao redor da Terra
Por que a Lua não cai na Terra?
Você sabe por que a Lua não cai na Terra? Clique aqui e entenda o que possibilita que o satélite natural terrestre mantenha-se em sua trajetória!