Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Termologia
  4. Teoria Cinética dos Gases

Teoria Cinética dos Gases

A teoria cinética dos gases volta-se para a definição de gás e como ele se comporta.

Um pouco da história da teoria dos gases

Após inúmeros estudos realizados, em meados de 1840, estudiosos concluíram que o calor é uma forma de energia e não uma substância, como se imaginava.

Entre os pesquisadores em destaque estão James Prescott Joule e Rudolf Clausius que, através de seus estudos, chegaram à conclusão de que o calor está relacionado à energia cinética dos átomos e às moléculas de uma substância.

Essa teoria apresentada não era aceita em razão de se tratarem de partículas microscópicas, ou seja, invisíveis a olho nu, o que barrava sua aceitação na comunidade científica.

As leis de Newton eram a base dos estudos da teoria cinética dos gases, o que acabou facilitando sua aceitação mais tarde. Ainda hoje é utilizada e considerada importante como modelo de desenvolvimento de teoria física, apesar de suas explicações serem inaceitáveis para a física moderna.


A teoria cinética dos gases são hipóteses que abordam o que é um gás e como ele se comporta.


Hipóteses da teoria dos gases

• A formação de um gás se dá por um grande número de moléculas;

• As moléculas dos gases possuem dimensão desprezível, o que significa que o volume por elas ocupado é muito pequeno, quase insignificante;

• Esses gases se deslocam de forma descontínua e aleatória ocupando, assim, todo o volume do recipiente onde se encontram, tendo movimento retilíneo e uniformemente variado;

• São independentes, só interagem entre si quando ocorre colisão;

• As colisões existentes entre moléculas e moléculas e entre moléculas e paredes do recipiente são colisões elásticas, que fazem com que a energia cinética das moléculas permaneça constante.

Energia interna

A energia interna do gás existe quando o gás for constituído por moléculas de apenas um átomo e nesse gás estiver a soma das energias cinéticas dessas moléculas que o constituem, fornecendo assim o valor total da energia desse gás.

Podemos então concluir que através da Teoria Cinética dos Gases é possível calcular a energia média total de amostra de gases, dependendo, claro, da estrutura molecular do gás analisado, obtendo assim um resultado, mesmo que restrito.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Talita A. Anjos
Gaduada em Física
Equipe Mundo Educação

Gases se movendo de forma desordenada e aleatória
Gases se movendo de forma desordenada e aleatória
Publicado por: Talita Alves dos Anjos
Assuntos relacionados
Esquema de funcionamento da máquina térmica
Segundo Princípio da Termodinâmica
Saiba o que diz esse princípio.
Experimento – Dilatação Térmica
Faça você e veja como os sólidos dilatam quando são aquecidos
O funcionamento dos motores de carros é um exemplo do processo termodinâmico
Trabalho Termodinâmico
Aproveitando a energia cinética das partículas para realização de trabalho mecânico.
Transmissão de calor por condução
Lei de Fourier
Enunciando a lei de Fourier.
O dispositivo inventado por Joule consistia em duas massas presas por um fio passando por duas roldanas
Experiência de Joule
Veja aqui mais sobre a experiência de Joule, realizada pelo pesquisador James Prescott Joule e que o levou a determinar a relação entre o trabalho e a quantidade de energia transferida na forma de calor.
Equação de Clapeyron
Equação de Clapeyron é utilizada para descrever o estado termodinâmico dos gases ideais. Essa equação é uma generalização das leis dos gases de Charles, Boyle e Gay-Lussac.
Mudanças de fase
Fases da matéria
A análise da mudança dos estados físicos da matéria: sólido, líquido e gasoso.
Equipamento utilizado por Joule para estabelecer a equivalência entre Joule e Caloria
Equivalência entre Joule e Caloria
Veja aqui qual foi o experimento usado por Joule que provou existir equivalência entre joule e caloria.