Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia Física
  4. A intensidade dos terremotos e suas conseqüências

A intensidade dos terremotos e suas conseqüências

Os terremotos são fenômenos naturais que fazem com que a Terra trema, a energia liberada nesse momento é variada, anualmente desenvolvem pelo menos 200 mil tremores, na maioria das vezes não são percebidos, isso acontece a partir da dinâmica terrestre, pois a mesma não é inteiriça e imóvel, pelo contrário, existe uma grande energia em seu interior.

Os terremotos ou abalos sísmicos sempre fizeram parte da humanidade, ocasionalmente ocorrem em distintos lugares do mundo, no entanto, esse evento em grande parte das vezes é marcado pela destruição. Desse modo, eles são avaliados ou medidos pela quantidade de energia liberada, ou seja, medida pela escala Richter que varia de 0 a 9 graus e também pelo nível de destruição apresentado.

Assim, cada magnitude de energia expressa em escala Richter produz conseqüências específicas. Terremotos que apresentam escala inferior a 3,5 graus têm possibilidade de ser registrado, no entanto, é muito difícil de ser percebido.

Tremores com liberação de energia entre 3,5 a 5,4 graus na escala Richter em grande parte das vezes são percebidos com conseqüências modestas ou despercebidas.

Abalos com registros na escala Richter inferior a 6 graus produzem destruição significativa em edificações com construção frágeis, já nas edificações de construção estruturada os prejuízos são pequenos.

Terremotos com intensidade de 6,1 a 6,9 graus na escala Richter são capazes de destruir tudo num raio de 100 quilômetros.

Tremores que variam entre 7 e 7,9 graus na escala Richter são propícios à retirar os edifícios de sua fundações, sem contar o surgimento de fendas no solo e danificação de toda tubulação contidas no subsolo.

Abalos sísmicos com intensidade que oscila entre 8 e 8,5 graus na escala Richter configura como de grande magnitude, seus efeitos destroem pontes e praticamente todas as construções existentes.

Destruição total ocorre com tremor de 9 graus na escola Richter, e, hipoteticamente, se houvesse um terremoto de 12 graus a Terra seria partida ao meio.
Dano provocado por terremoto em São Francisco, Estados Unidos.
Dano provocado por terremoto em São Francisco, Estados Unidos.
Publicado por: Eduardo de Freitas
Assuntos relacionados
Construção destruída por um terremoto na Turquia
Terremotos
O conceito, os níveis de intensidade e as causas possíveis dos terremotos.
Área da Patagônia argentina coberta pela vegetação do tipo estepe.
Estepes
Formação vegetal constituída basicamente por gramíneas.
As diferentes Placas Tectônicas
As principais Placas Tectônicas
Clique aqui e conheça quais são as principais placas tectônicas da Terra!
Cadeias de montanhas apresentam uma menor pressão atmosférica
Pressão atmosférica
A pressão atmosférica e os elementos que interferem em suas variações.
Exemplo de rocha sedimentar
Rochas Sedimentares
As características das rochas sedimentares e as etapas do seu processo de formação.
Mármore, rocha metamórfica formada a partir da transformação do calcário
Rochas Metamórficas
Descubra como se formam e quais são as principais características das rochas metamórficas.
Exploração do granito, em Madrid - Espanha
Uso econômico das rochas
Conheça a importância da utilização das rochas tanto na atualidade quanto ao longo da história.
Imagem da ação do tsunami na Tailândia, em 2004, ocasionado pelo Círculo do Fogo do Pacífico
Círculo de Fogo do Pacífico
O Círculo de Fogo do Pacífico e a manifestação desse evento geológico com as zonas de instabilidade sísmica da Terra.
O Chile é constante alvo da ação dos terremotos
Explicação para os terremotos do Chile
Os terremotos do Chile costumam deixar o caos e a devastação. Entenda por que esse país sofre tanto com esse problema.
Charles Richter, o principal responsável pela escala que recebe o seu nome
Escala Richter
Entenda como funciona a Escala Richter, suas noções básicas e os efeitos de cada nível de magnitude dos terremotos.