Whatsapp icon Whatsapp

Al-Qaeda

Al-Qaeda é uma organização fundamentalista fundada no final da década de 1980. Foi a autora dos atentados de 11 de setembro de 2001.
Osama bin Laden foi um dos fundadores da Al-Qaeda na década de 1980. Foi morto por soldados norte-americanos em 2011.[1]
Osama bin Laden foi um dos fundadores da Al-Qaeda na década de 1980. Foi morto por soldados norte-americanos em 2011.[1]

A Al-Qaeda é uma organização fundamentalista criada no Paquistão, no final da década de 1980. Seu surgimento teve relação com a Guerra do Afeganistão de 1979 e a luta dos muçulmanos contra os soviéticos. A organização teve em Osama bin Laden um de seus fundadores e foi a idealizadora dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Acesse também: Talibã e a retomada do poder no Afeganistão

Resumo sobre Al-Qaeda

  • Foi fundada entre 1988 e 1989 e teve Osama bin Laden como um de seus fundadores.

  • Atuou inicialmente como base que recrutava jovens que lutavam contra os soviéticos no Afeganistão.

  • Tornou-se inimiga dos Estados Unidos durante a Guerra do Golfo.

  • Idealizou os atentados de 11 de setembro de 2001, causando quase três mil mortos.

  • Osama bin Laden foi morto em 2011, e, desde então, a organização é liderada por Ayman al-Zawahiri.

Videoaula sobre o que é a Al-Qaeda?

O que é a Al-Qaeda?

A Al-Qaeda é uma organização fundamentalista islâmica sunita que surgiu no final da década de 1980. Possui uma interpretação radical do islamismo e de seu código moral, conhecido como Sharia. As interpretações radicais que o grupo faz dos princípios do islamismo são utilizadas para justificar seus atos de violência.

A Al-Qaeda atua principalmente como uma milícia armada que se coloca como defensora do islamismo e dos muçulmanos no planeta. Entende que deve lutar contra governos que se coloquem contra os interesses do islamismo. Assim, sua atuação não é regionalizada e não tem viés nacionalista.

Sua atuação é internacional e entendida como globalista, isto é, essa organização procura agir em diferentes partes do planeta e recrutar seguidores por onde passa. Portanto, ela não age exclusivamente em países árabes e também está presente em locais como a Nigéria, a Somália e a Indonésia.

A jihad e a ideia de guerra santa são um conceito muito importante dentro da ideologia da Al-Qaeda. Assim, a luta armada pelo domínio muçulmano é considerada uma prática válida. Além disso, os membros da Al-Qaeda assumem um compromisso de obediência total ao líder. O líder atual é Ayman al-Zawahiri.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando surgiu a Al-Qaeda?

A Al-Qaeda surgiu entre os anos de 1988 e 1989 e foi fundada, inicialmente, por Abdullah Azzam e Osama bin Laden. Sua origem tem relação direta com a Guerra do Afeganistão de 1979, conflito iniciado quando o Afeganistão foi invadido por tropas soviéticas, cujo objetivo era impedirem a revolta em curso no Afeganistão e sustentarem os socialistas no poder afegão.

O Afeganistão era governado pelo Partido Democrático do Povo Afegão (PDPA) desde 1978 e passava por uma série de reformas promovidas por ele. Essas reformas geraram uma reação de uma parte da sociedade afegã muito conservadora. As revoltas contaram com uma parcela considerável de pessoas com visões religiosas fundamentalistas e passaram a receber o apoio norte-americano.

O apoio norte-americano garantiu armas e treinamento militar para esses rebeldes, que ficaram conhecidos como mujahidin. Foram os mujahidin que protagonizaram a resistência contra os soviéticos, e um dos grupos da resistência foi formado por Abdullah Azzam e Osama bin Laden. Azzam era um palestino sunita que, além de teólogo, era professor universitário.

Ele se mudou para o Paquistão para atuar na luta contra os soviéticos. Um de seus alunos, o saudita milionário Osama bin Laden, seguiu seus passos e aderiu à jihad em curso no Afeganistão. Ambos se estabeleceram em Peshawar, cidade do Paquistão bem próximo da fronteira com o Afeganistão.

Nessa cidade formaram o Maktab al Khidmat lil Mujahidin al-Aran (MAK), uma base que recrutava e abrigava jovens enviados ao treinamento militar para se juntarem à luta contra os soviéticos. O MAK, inclusive, contava com apoio militar e financeiro dos Estados Unidos e da Arábia Saudita.

Nos últimos anos da guerra, os soviéticos, enfraquecidos, estavam em retirada do território afegão, e Azzam e Bin Laden decidiram que o MAK deveria ser tornar uma organização que atuaria permanentemente na defesa do islamismo e dos muçulmanos. O MAK então se converteu na Al-Qaeda, palavra que, no idioma árabe, significa “a base”. Assim, a ideia era estabelecer a Al-Qaeda como uma força que lutasse na defesa do islamismo.

Acesse também: Saddam Hussein, o ditador que autorizou a invasão do Kuwait, em 1990

Atentados de 11 de setembro

Foto do Pentágono em chamas após queda de um avião durante os atentados de 11 de setembro.
O Pentágono, em Washington, foi um dos alvos da Al-Qaeda nos atentados de 11 de setembro de 2001.

A Al-Qaeda se tornou internacionalmente conhecida por ter sido a organização terrorista responsável por planejar e executar os atendados de 11 de setembro nos Estados Unidos. Inicialmente, Osama bin Laden tinha uma relação amigável com os norte-americanos, sobretudo porque eles ajudaram no financiamento do MAK.

A situação se transformou radicalmente com a Guerra do Golfo, conflito que se estendeu de 1990 a 1991. Na ocasião, Osama bin Laden se apresentou à monarquia saudita como interessado em usar a força militar da Al-Qaeda para proteger a Arábia Saudita de uma possível invasão iraquiana (o Iraque havia invadido o Kuwait).

A Arábia Saudita rejeitou a oferta de Bin Laden e aceitou que tropas norte-americanas fossem posicionadas no país para protegerem o território saudita. O fundamentalista ficou enfurecido com a rejeição e criticou a Arábia Saudita por ter permitido que infiéis se instalassem em território que ele considerava sagrado. As críticas fizeram com que ele fosse expulso e tivesse sua cidadania retirada.

Osama bin Laden, então, passou a lutar contra os Estados Unidos e a influência norte-americana nos países habitados por muçulmanos. Depois de ser expulso da Arábia Saudita, ele se instalou no Sudão, e de lá organizou o crescimento da Al-Qaeda. Em 1998, Bin Laden anunciou que a Al-Qaeda estava em guerra contra os Estados Unidos e os judeus.

Em 1998, Ayman al-Zawahiri, um dos grandes nomes da organização, passou a arquitetar uma série de ataques contra os Estados Unidos. Ainda nesse ano, foram realizados dois atentados contra embaixadas norte-americanas no Quênia e na Tanzânia. Em 2001, o grande golpe da Al-Qaeda aconteceu.

No dia 11 de setembro de 2001, 19 terroristas da Al-Qaeda sequestraram quatro aviões comerciais nos Estados Unidos e os lançaram contra locais de grande visibilidade:

  • Dois aviões foram lançados sobre o World Trade Center, em Nova York;

  • Um avião foi lançado contra o Pentágono, na capital, Washington;

  • Um avião caiu na Pensilvânia, mas, provavelmente, tinha como alvo o Capitólio, também em Washington.

Ao final desse atentado, quase três mil pessoas morreram. Osama bin Laden e a Al-Qaeda assumiram a autoria, e isso gerou uma forte reação norte-americana. A Al-Qaeda tinha inúmeras bases no Afeganistão desde 1996, ano em que o Talibã tomou o controle do país. Assim, uma operação norte-americana aconteceu contra o Afeganistão e forçou a Al-Qaeda a abandonar suas bases.

A atuação norte-americana contra a Al-Qaeda fez com que Osama bin Laden fosse morto em 2 de maio de 2011, em seu esconderijo, no Paquistão. Desde então, a Al-Qaeda é liderada por Ayman al-Zawahiri e possui bases e membros espalhados por dezenas de países.

  • Videoaula sobre os atentados de 11 desetembro

Créditos da imagem

[1] thomas koch e Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

11 de Setembro: um dia de atentados terroristas
Conheça os dois principais acontecimentos terroristas que ocorreram, coincidentemente, na data de 11 de setembro.
A poluição nas grandes cidades
A poluição nas grandes cidades , O que é poluição nas grandes cidades, Como ocorre a poluição nas grandes cidades , Quando iniciou a poluição nas grandes cidades, O que contribui para a poluição nas cidades mundiais.
Afeganistão
Leia sobre os conflitos militares que fazem parte da história do Afeganistão. Veja os principais aspectos geográficos, econômicos e culturais do território afegão.
Estado Islâmico
Conheça o Estado Islâmico, grupo que vem promovendo uma série de atrocidades na região em que atua, desde mutilação genital feminina até crucificações.
Guerra do Afeganistão de 1979
Clique neste link do Mundo Educação e tenha acesso a uma série de informações sobre a Guerra do Afeganistão de 1979. Entenda quais motivos levaram os soviéticos a invadir o país e veja as consequências desse conflito tanto para os soviéticos quanto para o mundo.
Guerra do Golfo
Clique aqui e saiba mais sobre a Guerra do Golfo, conflito que envolveu Kuwait, Iraque e Estados Unidos. Entenda as motivações e o desfecho dessa guerra.
O que é fundamentalismo?
Você sabe o que é fundamentalismo? Leia este texto e saiba quando e como teve origem essa expressão e por que ela é tão associada à religião.
Os Tipos de Globalização
Os Tipos de Globalização, o fim do emprego, a competitividade econômica das empresas e dos países, as revoluções tecnológicas.
video icon
Escrito"Matemática do Zero | Retas paralelas cortadas por uma transversal " em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Retas paralelas cortadas por uma transversal
Nessa aula veremos o que são retas paralelas cortadas por uma transversal. Além disso, veremos as porpriedades e nomencaltura dos ângulos formados nessas duas retas cortadas por uma transversal: alternos internos, alternos externos, colaterais internos e colaterais externos.