Whatsapp icon Whatsapp

À custa de ou às custas de?

Utilizar a expressão "às custas de" como plural de "à custa de" não é correto. O termo “custas” só pode ser empregado no âmbito jurídico.

Observe:

Venceu aquele campeonato às custas de muito preparo físico!
Ele vive às custas do pai!

Quem nunca ouviu alguém falar assim, usando a expressão “às custas de”?
Só que existe um problema: nas orações, como as dos exemplos acima, esta locução prepositiva está errada.

A versão no plural de “à custa de” passou a ser tão utilizada que parece estar correta em todas as ocasiões! No entanto, o vocábulo “custas”, dessa forma, no plural, só está empregado corretamente quando no âmbito jurídico e terá significado aproximado de “despesas com processos”:

Ele pagou as custas do processo!

“À custa de” tem significado de: com recursos financeiros de, com dinheiro de. Portanto, as orações iniciais deveriam ser escritas no singular:

a) Venceu aquele campeonato à custa de muito preparo físico!
b) Ele vive à custa do pai.
c) À custa de muito estudo, ele passou para o curso que queria.
d) Aceite a ajuda das pessoas, mas não viva à custa de ninguém!
e) Ele conseguiu realizar seus sonhos à custa de muita oração.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!

Nenhum ou nem um?
Quando usar e qual a maneira correta?

Publicado por Sabrina Vilarinho

Artigos Relacionados

Em face de ou face a?
Há alguma expressão incorreta?
Não se esqueça de que as expressões frente a e face a necessitam de algumas adequações linguísticas
Frente a e Face a: adequações linguísticas
Confira acerca de algumas adequações linguísticas relativas às expressões frente a e face a, bastando para isso apenas um clique!
O verbo haver, no sentido de existir ou de tempo decorrido, é impessoal, ou seja, não tem sujeito e, portanto, não flexiona para o plural
Houve ou houveram?
Houve ou houveram? Ficou na dúvida na hora de utilizar o verbo haver? Neste artigo você vai tirar suas dúvidas a respeito desse verbo e suas flexões!
As incoerências gramaticais mostram-se como recorrentes, porém não devem persistir
Incoerências gramaticais
Incoerências gramaticais são ocorrências comuns, contudo, passíveis de serem contornadas. Confira acerca de algumas delas aqui!
O recorrente uso de “mesmo”: uma mesmice linguística?
O recorrente uso de “mesmo”: uma mesmice linguística?
Veja alguns exemplos de mau uso da palavra mesmo e também quando ele pode ser utilizado!
video icon
Enem
Pré-Enem | Especiação
O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que devem ser estudados a menos de três meses do exame. Nesta aula, vamos falar sobre especiação com o professor Fred Mata!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas