Whatsapp icon Whatsapp

Objeto direto interno: particularidades linguísticas

O objeto direto interno se perfaz de particularidades linguísticas distintas
O objeto direto interno se perfaz de particularidades linguísticas distintas

Imersos no universo da sintaxe – parte da gramática que se ocupa do estudo das relações que se estabelecem entre os termos de uma oração, passamos a nos sentir familiarizados com as distintas particularidades que norteiam os fatos linguísticos. Aqui, de forma especial, a ênfase será dada aos chamados “termos integrantes”, uma vez representados, entre outros elementos, pelos complementos verbais: objeto direto e objeto indireto.   

Dentre tais particularidades, constatamos aquelas que se aplicam a ele, ao objeto direto. Assim, temos o objeto direto pleonástico, o preposicionado e, por fim, o objeto direto interno – alvo de nossa discussão. Ele, por sua vez, adquire tal classificação em virtude de se constituir por um substantivo cognato do verbo (possuir o mesmo radical) ou pertencer à mesma esfera semântica (relacionado ao significado) desse mesmo verbo. Pois bem, de forma a constatarmos como se dá essa ocorrência, analisemos o enunciado que segue: 

Sonhei um sonho aterrorizante. (substantivo cognato do verbo sonhar)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Numa primeira instância, pode até parecer que o caráter redundante, pleonástico, manifeste-se. No entanto, o fato decorre das intenções de cunho estilístico advindas do emissor, cujo propósito é o de conferir mais ênfase à mensagem em evidência, dada a condição de um verbo intransitivo (sonhar) passar à condição de transitivo direto, ou seja: sonhei o quê?  Um sonho aterrorizante.

Passemos a outro exemplo:

Dormi um sono tranquilo.

Desta feita, a constatação a que chegamos é que “sono” representa um substantivo pertencente à mesma esfera semântica do verbo em referência, que no caso é representado pelo verbo dormir.

Voltando à questão do aspecto estilístico, cumpre afirmar que a ocorrência linguística sobre a qual falamos foi largamente utilizada por uma leva de poetas que se fizeram vistos mediante a contribuição que deram ao mundo maravilhoso de nossas letras.

Publicado por Vânia Maria do Nascimento Duarte
video icon
Texto"Matemática do Zero | Transformações de unidades" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Transformações de unidades
As unidades de medida são representações das grandezas físicas utilizadas em diversas áreas do conhecimento com o intuito de quantificar uma matéria, uma sensação, o tempo ou o tamanho de algo, por exemplo. Nessa aula veremos como transformar unidades de medida de comprimento, de massa, de capacidade, de área, de volume e relacionar unidades de medida de capacidade e volume.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Biologia
Transgênicos
Você sabe o que são alimentos transgênicos? Não se engane, eles estão mais presentes do que você imagina!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Química
Alotropia
Não deixe de assistir nossa aula para fixar tudo o que você estudou sobre alotropia!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Filosofia
Batman
Que tal assistir ao vídeo para uma análise ética sobre o herói?