Whatsapp icon Whatsapp

Predicativo e Aposto Explicativo

Diferenças demarcam o predicativo e o aposto explicativo, tornando-se passíveis de conferência
Diferenças demarcam o predicativo e o aposto explicativo, tornando-se passíveis de conferência

Nos estudos gramaticais, alguns conteúdos apresentam características semelhantes que nos causam diversas dúvidas acerca das distinções que precisamos fazer, ora de um assunto, ora de outro. Um exemplo desse caso é a relação entre objeto indireto e complemento nominal, uma vez que ambos se constituem de preposição.

Em razão disso, mesmo porque nosso objetivo é sempre mantê-lo (a) informado (a) acerca de todos os pressupostos que norteiam os fatos linguísticos, ocupemo-nos em estabelecer familiaridade com diferenças que demarcam o aposto explicativo e o predicativo, cuja característica em comum reside no fato de ambos serem grafados entre vírgulas.

Dessa forma, em se tratando do que nos preconiza a gramática, o aposto se caracteriza como aquele termo que se liga a um nome (seja ele um substantivo, um pronome ou qualquer outro a eles equivalente), cujo uso se define por uma explicação ou apreciação desse mesmo nome.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Eis, portanto, um exemplo:

Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa, é alvo de muitos turistas.

O termo em destaque representa o aposto explicativo da oração em pauta, trazendo consigo um núcleo (o termo mais importante, essencial), a palavra “cidade”.

Patrícia, linda e bela, fará uma viagem inesquecível.

Ambos os termos em destaque representam o predicativo do sujeito, uma vez referente ao sujeito “Patrícia”.

Daí afirmarmos que o predicativo se revela como aquele termo momentâneo que atribui uma qualificação ao sujeito. Eis a grande diferença que os demarca.

Publicado por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos Relacionados

Palavra “aposto” escrita em fundo branco e acompanhada por lápis
Aposto
Aprenda mais sobre o aposto, entendendo a função desse termo na oração. Descubra quais são as classificações do aposto e por que se difere do vocativo.
Compreender a diferença entre classe e função é primordial no estudo da análise sintática e morfológica
Classe e Função
Conhecer a diferença que existe entre classe e função é ponto fundamental para compreender as análises sintática e morfológica. Confira algumas dicas aqui!
A organização sintática se manifesta pela habilidade do emissor em saber articular bem as partes de um discurso.
Organização sintática
Uma das habilidades de que precisa dispor o emissor se refere à organização sintática. Conheça aqui acerca das características que a norteiam!
O sintagma nominal tem como núcleo um nome ou um pronome; e o sintagma verbal tem como núcleo um verbo
Sintagma Nominal e Sintagma Verbal
Por meio do sintagma nominal e do sintagma verbal identificamos melhor os elementos estruturais de uma oração. Conheça aqui traços que demarcam tais sintagmas.
À sintaxe podemos destinar atribuições específicas
Sintaxe – atribuições específicas
Caso você não saiba quais são as atribuições específicas da sintaxe, não se preocupe, pois é só clicar e conferir!
Tipos de Predicado e Predicativo
O núcleo do predicado e sua classificação.
video icon
Matemática
Determinante de Vandermonde
O músico e matemático francês do século XVIII, Alexandre Vandermonde, observou um caso especial para cálculo de determinante. Após sua defesa, esse método ficou conhecido como Determinante de Vandermonde ou Matriz de Vandermonde. Nessa aula veremos como é essa matriz.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!