Whatsapp icon Whatsapp

Drogas do sertão

Castanha-do-Pará e urucum: especiarias encontradas na região norte do Brasil.
Castanha-do-Pará e urucum: especiarias encontradas na região norte do Brasil.

A instalação da economia colonial no Brasil foi marcada pelo caráter extremamente limitador das políticas de exploração e desenvolvimento estabelecidas pelo governo português. Interessados em ampliar a margem de seus lucros com o atendimento das demandas do mercado europeu, a Coroa Portuguesa formou extensa propriedades voltadas para a produção açucareira. Em contrapartida, nossos colonizadores pouco se preocupavam com as necessidades internas da população da época.

No entanto, o crescimento da população colonial acabou incitando o desenvolvimento de outras atividades que visavam abastecer as grandes regiões de exploração colonial. Na região norte, a exploração das proximidades do rio Amazonas aconteceu graças às ações de invasores ingleses, holandeses e espanhóis que buscavam dominar espaços onde Portugal não tinha imposto sua autoridade. Contudo, a notícia dessas ações motivou a administração lusitana a promover a expulsão desses grupos.

Em 1616, a construção do forte de Belém deu início a uma série de expedições exploratórias pelo interior da selva amazônica. Em um primeiro momento, os portugueses esperavam encontrar e aprisionar índios posteriormente usados no trabalho escravo. Entretanto, as prospecções realizadas acabaram possibilitando a descoberta de diversos recursos naturais que poderiam ser vendidos para o mercado consumidor europeu.

As chamadas drogas do sertão abarcavam uma série de produtos como o guaraná, o anil, a salsa, o urucum, a noz de pixurim, pau-cravo, gergelim, cacau, baunilha e castanha-do-pará. Todas essas especiarias tinham alto valor de revenda no Velho Continente e, com isso, logo o contrabando apareceu nessas áreas. Para controlar a exploração das drogas do sertão, Portugal optou por deixar a exploração desses gêneros a cargo das missões jesuíticas que empregava mão-de-obra indígena.

A descoberta das drogas do sertão ocorreu em um período em que a busca por especiarias no Mundo Oriental estava em franco processo de decadência. Dessa maneira, a exploração da região norte teve grande desenvolvimento no momento em que assumiu o papel econômico outrora desempenhado por outras nações. Além disso, a busca e o comércio das drogas do sertão tiveram fundamental importância para a ocupação da região norte do Brasil.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por Rainer Gonçalves Sousa

Artigos Relacionados

Revolta de Beckman
Entenda o que foi a Revolta de Beckman. Veja os detalhes sobre a situação do Maranhão no século XVII. Conheça as causas da revolta e saiba como foi o seu desfecho.
video icon
Sociologia
Genocídio
Grandes genocídios marcaram a história da humanidade. Veja como grandes populações foram assassinadas coletivamente em eventos históricos assustadores.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!