Whatsapp icon Whatsapp

A reforma de Amenófis IV

Relevo onde Amenófis IV e sua família são iluminados pelos raios do deus Aton.
Relevo onde Amenófis IV e sua família são iluminados pelos raios do deus Aton.

No antigo Egito, a concepção das divindades e práticas religiosas tinha grande vinculação com os fenômenos naturais e o mundo animal como um todo. Com isso, se espelhando nas várias manifestações do meio que os cercava, os egípcios criaram uma ampla diversidade de divindades e rituais ao longo de sua existência. Geralmente, cada deus assumia uma determinada forma física e exercia algum tipo de poder ou tarefa que afetava diretamente a vida de seus adoradores.

Apesar dos indivíduos comuns terem a oportunidade de realizar seus rituais e oferendas, a atividade religiosa também era organizada a partir de uma classe específica de pessoas que, em certa medida, intermediavam a relação entre os homens e os seres espirituais. Estes eram os sacerdotes, ocupantes do topo da organização social no Egito e administradores de todos os recursos utilizados com o fim de manter uma boa relação com os deuses.

Dada a grande importância dos sacerdotes entre os egípcios, a sua função era somente repassada de maneira hereditária. De fato, o elevado prestígio dos sacerdotes acabou ampliando seu leque de atividades para fora do campo espiritual. Com o passar do tempo, enriqueceram em razão do acúmulo de bens provenientes dos sacrifícios e, além disso, começaram a ter grande poder de influência em outras questões de ordem econômica, social e política.

Ao longo do tempo, a ampliação dos atributos sacerdotais ameaçava a figura do próprio Faraó. Na verdade, em certos momentos do Novo Império (1580 – 1085 a.C.), alguns sacerdotes chegaram a ocupar o topo da hierarquia política do Antigo Egito. Essa disputa de poder culminou por volta do século XIV a.C., período em que o faraó Amenófis IV realizou uma reforma religiosa que tinha como justificativa maior a limitação dos poderes da classe sacerdotal egípcia.

Para que isso fosse possível, Amenófis oficializou o culto monoteísta no Egito. A única divindade a ser adorada seria o deus Aton, comumente simbolizado pela figura do círculo solar. Visando legitimar sua ação, Amenófis IV também mudou seu nome para Akhenaton (“aquele que adora a Aton”) e realizou a construção da cidade de Akhetaton (“horizonte do disco solar”), então transformada em capital de todo o Império Egípcio.

Insatisfeitos com aquela situação, os sacerdotes dos antigos deuses fizeram grande oposição à reforma do faraó Akhenaton. Alguns relatos da época contam que vários templos haviam sido completamente deixados ao acaso. Somente após a morte de Akhenaton, o culto monoteísta foi sendo paulatinamente substituído pelas antigas práticas politeístas que organizavam a vida religiosa do Egito. Apesar do insucesso, os hinos criados em homenagem a Aton foram preservados ao longo dos séculos.

O faraó Tutankhamon, filho de Amenófis IV, assumiu a tarefa de restabelecer o culto dos antigos deuses através da reconstrução de vários santuários e a encomenda de novas estátuas em homenagem aos deuses. Além disso, teve a preocupação de recrutar uma nova leva de sacerdotes e artistas que deveriam reforçar o antigo vínculo espiritual perdido com esses deuses.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por Rainer Gonçalves Sousa

Artigos Relacionados

Imagem em que a pesagem do coração no Tribunal de Osíris é representada.
A morte no Egito Antigo
Sabia como os antigos egípcios encaravam a morte.
A reunificação de Mentuhotep II e o desenvolvimento da arte pictórica marcam o Médio Império.
Egito – Médio Império
A prosperidade e as disputas que marcaram esse período.
Menés, rei do Alto Egito, responsável pela unificação dos reinos do Vale do rio Nilo.
Formação do Império Egípcio
Os fatos e transformações históricas que marcaram o estabelecimento do Império Egípcio.
As pirâmides eram enormes túmulos que ostentavam o poder dos Faraós
Pirâmides egípcias
Veja qual o significado das pirâmides para a vida dos antigos egípcios, como elas foram construídas e qual sua principal função.
video icon
Geografia
Pré-Enem | Domínios morfoclimáticos do Brasil
O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que devem ser estudados a menos de três meses do exame. Nesta transmissão você assistirá à aula sobre "Domínios morfoclimáticos — características físicas do território brasileiro" com a professora Larissa Mesquita!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.