Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História Geral
  3. Idade Antiga

Idade Antiga

A Idade Antiga é um período da história iniciado quando o ser humano desenvolveu a primeira forma de escrita na Suméria, por volta de 3500 a.C. Esse tempo faz parte de uma periodização, desenvolvida por historiadores modernos, que estabeleceu o seu fim em 476 d.C., quando o Império Romano do Ocidente teve fim.

Acesse também: A questão da reforma agrária na Roma Antiga

Entendendo a Idade Antiga

Por Idade Antiga entende-se o período da história humana que se deu com o surgimento da primeira forma de escrita até a desagregação do Império Romano do Ocidente. Esses marcos foram estipulados pelos historiadores e devem ser entendidos como momentos de referência que levaram a transformações no longo prazo e não de imediato.

O desenvolvimento da escrita cuneiforme é o marco utilizado pelos historiadores para delimitar o início da Idade Antiga.
O desenvolvimento da escrita cuneiforme é o marco utilizado pelos historiadores para delimitar o início da Idade Antiga.

O primeiro acontecimento de referência aconteceu por volta de 3500 a.C. e deu-se na Suméria com a invenção da escrita cuneiforme. O período histórico anterior à Idade Antiga é a Pré-História, e o desenvolvimento da escrita é o marco utilizado para estipular o seu fim. A Idade Antiga durou até 476 d.C., quando o último imperador romano foi destronado.

É bom lembrar que essa periodização não pode ser vista de maneira engessada porque é constituída apenas por balizas usadas para finalidades didáticas. Assim, o desenvolvimento da escrita pelos sumérios não significou que toda a humanidade aprendeu a escrever, apenas delimitou um momento em que o estilo de vida de alguns grupos humanos começou a tornar-se mais sofisticado.

Quando falamos de história antiga, estamos falando, por essência, de um período que teve grande foco nas civilizações orientais e nas civilizações clássicas. Entre as civilizações orientais de destaque, estão os egípcios, os povos mesopotâmicos, os hebreus, os fenícios, os persas etc. No caso das civilizações clássicas, estamos falando dos gregos e dos romanos.

Os romanos foram uma das grandes civilizações clássicas que existiram na Antiguidade.[1]
Os romanos foram uma das grandes civilizações clássicas que existiram na Antiguidade.[1]

A Antiguidade, portanto, é o período das grandes civilizações, e os historiadores dedicam-se arduamente ao estudo delas, porque sabemos que reconstituir o modo de vida de povos que viveram milhares de anos atrás é algo extremamente complexo.

Fora das civilizações do Oriente Médio e da Europa, os pesquisadores também consideram o estudo de algumas civilizações asiáticas, como a China. No caso da América, muitos ainda consideram que as civilizações pré-colombianas também se encaixavam dentro do modo de vida dos povos da Antiguidade.

Quando falamos de Antiguidade, dedicamo-nos a entender os modos de vida de diferentes civilizações, o que inclui as origens de cada grande civilização, os seus modos de vida, os avanços realizados por elas. Além disso, dedicamo-nos ao estudo das religiões desses povos, seus mitos de origens, suas leis, sua economia etc.

Esse foi o período em que as grandes cidades surgiram, mas também foi um momento de conflitos e guerras de expansão. Vamos, a seguir, conhecer um pouco de algumas das civilizações que existiram nessa parte da história.

Acesse também: Jerusalém - a história de uma das cidades mais importantes da Antiguidade

Egito Antigo

O Egito Antigo foi uma civilização que se desenvolveu no nordeste da África, na região do Egito moderno. O desenvolvimento dessa civilização estava diretamente ligado com a existência do rio Nilo, que garantia terras férteis e possibilitava o aprimoramento humano naquela região. Considera-se que a história do Egito Antigo iniciou-se quando aconteceu a unificação dos nomos, pequenas comunidades que existiam ao redor do Nilo.

Em, aproximadamente, 3500 a.C., os nomos formaram dois reinos chamados Baixo Egito e Alto Egito, e, em 3200 a.C., esses reinos foram unificados por Menés, o primeiro faraó da história egípcia. O Egito tinha sociedade estratificada, era uma monarquia teocrática, e ficou marcado na história pela sua prática funerária de mumificar os seus mortos e por ter realizado grandes construções, como as pirâmides. Caso queira saber mais sobre essa civilização tão curiosa, leia: Egito Antigo.

Mesopotâmia

A Mesopotâmia é nomeada por muitos como o berço da civilização, uma vez que parte das primeiras cidades formadas pelo homem surgiu lá. As civilizações mesopotâmicas desenvolveram-se entre os rios Tigre e Eufrates, e, por isso, ficaram conhecidas como “terra entre rios”. A Mesopotâmia foi habitada por uma série de povos, como os sumérios, os assírios, os babilônicos, os caldeus, entre outros.

A primeira forma de escrita desenvolvida pela humanidade foi criada na Mesopotâmia. A escrita cuneiforme, como ficou conhecida, era realizada em blocos de argila e foi pensada pelos sumérios. Os babilônicos também se destacaram por fazerem um código penal que ficou muito conhecido: o Código de Hamurábi. Se quiser aprofundar-se nas características dos povos que nasceram na região do Oriente Médio, leia: Civilização mesopotâmica.

Grécia Antiga

Os gregos, juntamente aos romanos, fizeram parte das grandes civilizações clássicas. Eles ficaram famosos por realizar grandes contribuições para a humanidade em diferentes áreas do conhecimento, como filosofia, matemática e história. O povo grego foi resultado da junção de diferentes povos: eólios, jônios e dórios.

Os gregos ficaram muito conhecidos por possuirem um modelo de cidade conhecido como pólis, sendo que as duas principais cidades foram Atenas e Esparta, ambas detentoras de muitas terras, sendo Atenas, na Ática, e Esparta, na Lacônia e Messênia. Seus modelos eram opostos, sendo Atenas uma cidade com o modelo democrático, e Esparta, com o modelo aristocrático.

A história grega é vasta e rica, sendo dividida em cinco períodos pelos historiadores como forma de organização do desenvolvimento desse povo ao longo do tempo. Os gregos eram ótimos navegadores e envolveram-se em muitos dos capítulos mais importantes da Antiguidade, como as Guerras Médicas e a Guerra do Peloponeso. Para saber mais sobre os povos que mais legaram ao mundo ocidental seus modos de constituição, leia: Civilização grega.

Roma Antiga

Símbolo da civilização romana. A sigla significa Senatus Populesque Romanus, termo em latim que é traduzido como “O Senado e o Povo Romano”.
Símbolo da civilização romana. A sigla significa Senatus Populesque Romanus, termo em latim que é traduzido como “O Senado e o Povo Romano”.

Roma formou a civilização com o maior império, territorialmente falando, de toda a Antiguidade. A civilização romana surgiu como uma pequena cidade no Lácio, região central da Itália moderna. Ao longo do tempo, os romanos foram expandindo seus territórios e formaram uma civilização extremamente complexa e sofisticada.

A história romana foi dividida nos períodos monárquico, republicano e imperial, e foi no período republicano que os romanos iniciaram a expansão de suas fronteiras. Roma possuía uma sociedade bem dividida, sendo que plebeus e patrícios eram os principais atores sociais. A luta dos plebeus por direitos e melhores condições de vida atravessou toda a história romana.

A crise de Roma em sua fase imperial foi entendida pelos historiadores como o marco que levou a humanidade (no continente europeu) para o período da Idade Média. Os problemas do Império Romano iniciaram-se no século III com uma grave crise econômica que o afetou fortemente.

O golpe de misericórdia no Império Romano do Ocidente foram as invasões dos povos germânicos, que vinham do norte da Europa e procuravam estabelecer-se nas terras romanas. Quando o último imperador romano foi destronado, em 476, a Idade Antiga, cronologicamente, foi encerrada. Para saber mais sobre o império que marcou a história política e militar da Antiguidade, leia: Roma Antiga.

Outras civilizações

Estelas feitas pelos hititas, civilização que se desenvolveu na região da Anatólia, atual Turquia.[2]
Estelas feitas pelos hititas, civilização que se desenvolveu na região da Anatólia, atual Turquia.[2]

Essas quatro foram as principais civilizações da Antiguidade, mas o estudo desse período não se resume a elas, porque uma infinidade de outras civilizações existiram nele. Algumas delas foram os:

Se levarmos em consideração a América e a opinião de alguns historiadores que entendem as civilizações pré-colombianas como povos com modo de vida antigos, então podemos incluir os:

Créditos das imagens

[1] Laszlo Szirtesi e Shutterstock

[2] EvrenKalinbacak e Shutterstock

Publicado por: Daniel Neves Silva

Seções de "Idade Antiga"

Artigos de "Idade Antiga"