Babilônios

Originários dos povos amoritas que habitavam a região sul do deserto árabe, os babilônios foram uma das civilizações que ocuparam a região mesopotâmica. Promovendo a dominação dos acadianos, os amoritas realizaram um processo de expansão territorial que alcançou várias cidades da Mesopotâmia. Em meados do século XVIII a.C., o rei Hamurábi consolidou o Primeiro Império Babilônico.

Durante o seu governo centralizador e autoritário, Hamurábi ergueu a cidade de Babilônia, que se transformou em um dos mais importantes centros urbanos e comerciais da Antigüidade. Além disso, Hamurábi foi responsável por um importante conjunto de leis talhadas em um monumento de pedra conhecido como o Código de Hamurábi ou Lei de Talião. Esse instrumento jurídico, de forma geral, determinava a execução de penas que se igualassem aos prejuízos causados por algum delito, falha ou acidente.

Mesmo consolidando esse conjunto de leis e conduzindo o crescimento e a prosperidade do Império Babilônico, uma série de revoltas internas e a invasão dos cassitas e hititas provocaram o esfacelamento do império babilônico em diferentes reinos. No ano de 1300 a.C., os assírios foram responsáveis por subjugar todos os reinos que outrora eram dominados pelos babilônicos.

Somente no século VII a.C., a queda dos assírios mediante as investidas dos caldeus e medos possibilitou o reavivamento do Império Babilônico. Durante o governo de Nabucodonosor, a civilização babilônica viveu um período marcado por grandes conquistas militares e a execução de diversas obras públicas. Foi nessa época que os famosos Jardins Suspensos da Babilônia foram construídos, que figuram entre uma das principais construções arquitetônicas do Mundo Antigo.

Além disso, foi no governo de Nabucodonosor que os hebreus foram escravizados pelos babilônios. Esse episódio é marcado dentro da cultura judaica como o período do Cativeiro da Babilônia. Após a morte de Nabucodonosor, os persas realizaram a invasão da Babilônia.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Hamurábi, um dos principais reis babilônicos.
Hamurábi, um dos principais reis babilônicos.
Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
Assuntos relacionados
Moisés e a Lei Mosaica: episódio fundador central na identidade cultural e religiosa dos hebreus.
Hebreus - dos Patriarcas aos Juízes
Hebreus, História hebraica, povo hebraico, História Antiga, civilização oriental, Rio Jordão, Terra Prometida, filisteus, cananeus, amalecitas, edomitas, moabitas, arameus, Êxodo, Moisés, Josué, doze tribos, Jefté, Gedeão, Sansão, Samuel.
Hamurábi sistematizou um conjunto de leis escritas válido em todo Império Babilônico.
O código de Hamurábi
O conjunto de leis escritas que organizou o Império Babilônico.
Mapa Antigo do Continente Africano antes da chegada dos europeus
África: Continente com ou sem “História”?
A negação do passado intelectual na História da África.
Retrato feito em pedra do rei assírio Assurbanipal caçando um leão*
Os assírios
Aprenda mais sobre os assírios, povo mesopotâmico que formou um grande império e ficou conhecido pelo seu poderoso exército.
Zoroastro, o maior profeta da religião persa.
Civilização Persa
Persas, civilização persa, mundo persa, história antiga, civilizações orientais, Antigüidade Oriental, Zoroastrismo, Ciro I, Cambises, Dario I, Ormuz-Mazda, Arimã, satrapias, sátrapas.
Reconstrução do zigurate de Ur, no Iraque
Sumérios e Acádios
Conheça duas grandes civilizações que habitaram a Mesopotâmia: os sumérios e os acádios.
Nabucodonosor, principal rei do Segundo Império Babilônico, construiu a Torre de Babel e os Jardins Suspensos da Babilônia.
Segundo Império Babilônico
Veja aqui a história do Segundo Império Babilônico e os principais feitos realizados por Nabucodonosor: o cativeiro da Babilônia, a Torre de Babel e os Jardins Suspensos.