Whatsapp icon Whatsapp

Diferença entre desodorantes, antitranspirantes e antiperspirantes

Você sabe escolher qual é o melhor para o seu caso: desodorante, antitranspirante ou antiperspirante?
Você sabe escolher qual é o melhor para o seu caso: desodorante, antitranspirante ou antiperspirante?

Nas prateleiras dos supermercados e farmácias existem uma infinidade de produtos destinados a resolver o problema do mau cheiro do suor em nosso corpo, principalmente, na região das axilas. Existem desodorantes, antitranspirantes e antiperspirantes, sendo que ainda tem mais opções, tais como em creme, aerosol, spray e roll-on. Como escolher o que é melhor para o seu caso?

Bom, se você é uma pessoa que não transpira muito e quer apenas diminuir o odor desagradável, um desodorante pode resolver os seus problemas. A finalidade do desodorante, como o próprio nome diz, é desodorizar, ou seja, acabar com o odor.

Isso é interessante quando nós passamos a conhecer a constituição de nosso suor. Na realidade, ele tem uma função importantíssima, que envolve manter a temperatura corporal, porque quando ele evapora, o corpo é resfriado, ele também mantém a pele hidratada e  elimina metabólitos. Além disso, ele não possui cheiro, pois é praticamente água (99%), o restante são íons como potássio, cloreto, sódio, amônio, ácidos carboxílicos de baixa massa molar, ureia e outros componentes. No entanto, em nossa pele, existem bactérias que decompõem algumas substâncias do suor, produzindo outras de odor desagradável, principalmente ácidos carboxílicos.

Sabendo disso, o desodorante possui substâncias químicas, principalmente o triclosan, cuja fórmula estrutural está representada abaixo, que são capazes de inibir o crescimento das bactérias na pele, mascarando assim o cheiro ruim.

Fórmula do triclosan, componente ativo da maioria dos desodorantes

Os desodorantes podem também apresentar outros componentes, como álcool e essências. Por isso, a exposição ao sol da axila com desodorante (ou com qualquer produto que contenha álcool) pode provocar manchas e o escurecimento da pele.

Agora, se você transpira bastante e gostaria de além de acabar com o mau cheiro também eliminar aquela sensação desagradável e incômoda do suor, a saída é o uso de antitranspirantes. Os antitranspirantes funcionam como inibidores da transpiração e mantêm o corpo relativamente seco. A mesma função têm os antiperspirantes, pois a palavra “perspirar” significa “transpirar insensivelmente em toda a superfície”.

Assim, nem todos os desodorantes têm ação antitranspirante, mas a maioria dos antitranspirantes tem também ação desodorante, porque eles também contêm substância que mascaram o odor.

Desodorante antiperspirante sendo aplicado

O principal componente ativo dos antitranspirantes é o cloridrato de alumínio, cujos cátions Al3+ coagulam as proteínas, formando estruturas bloqueadoras que provocam o fechamento dos dutos das glândulas sudoríparas, reduzindo a produção do suor. Por causa disso, existe o risco de obstrução dos poros e inflamação da glândula. Algumas pessoas podem apresentar ainda irritação a componentes derivados do alumínio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Recentemente, informações têm sido divulgadas dizendo que esses sais de alumínio e seus derivados usados em antitranspirantes estariam causando câncer de mama nas mulheres. A explicação que seria dada para isso é que o alumínio pode ser absorvido pelo organismo e se acumular.

Porém, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou um Parecer Técnico sobre o Uso de Antitranspirantes e sua Relação com Câncer de Mama, indicando que até o presente momento ainda não foram apresentadas provas e dados capazes de confirmar essa relação. Mas, pesquisas nessa área continuam a ser feitas.

Agora, quanto ao tipo mais adequado para cada pele, necessidade e gosto, veja as dicas abaixo:

1. Creme: É o que mais hidrata a pele, por isso, se você depila as axilas com lâmina, essa é a melhor opção;

2. Roll-on: Esse tipo de desodorante não é muito indicado por ter contato direto com a pele, podendo ser contaminado;

3. Spray: No caso de desodorante ou antitranspirantes spray, eles se apresentam na forma líquida podendo causar ardência na pele;

4. Aerosol: É o que seca mais rapidamente de todos, mas, além de poder causar irritação na pele, manchas nas roupas, o líquido dele vem sob forte pressão combinado com gases. Aí que mora o maior perigo: temos de tomar cuidado para que o desodorante ou antitranspirante em aerosol spray que compremos não contenha os gases CFCs (clorofluorcarbonos), pois eles são gases poluidores que agravam o problema do efeito estufa e do aquecimento global.

Uma informação importante também é que se usarmos substâncias básicas como o leite de magnésia e talcos com bicarbonato de sódio, isso provocará a morte das bactérias e também acabará com o mau cheiro nas axilas. Para mais informações sobre os benefícios de se usar o leite de magnésia como desodorante caseiro, leia o texto: “Leite de Magnésia acaba com odor nas axilas”.

Publicado por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Artigos Relacionados

Iniciativas para conter o avanço nuclear
Conheça as principais delas.
Proteja seu bebê durante a gravidez.
Ácido fólico: essencial na gravidez
Saiba da importância desta substância para os bebês.
video icon
Português
10 mulheres marcantes da literatura que você precisa conhecer
Nesta videoaula, você conhecerá uma lista de 10 escritoras marcantes da literatura brasileira e estrangeira que todas as pessoas deveriam ler. Confira nossas dicas!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!