Ebulioscopia

A Ebulioscopia é uma das propriedades coligativas, ela surgiu através da análise de soluções misturadas a líquidos puros. Quando analisamos um líquido em estado puro e uma solução desse mesmo líquido, percebemos mudanças no comportamento do líquido em razão da presença do soluto, ou seja, houve alterações nas propriedades coligativas desse líquido.
Considere estes dois conceitos:

1. O solvente apresenta características que podem modificar o comportamento de um líquido, neste caso ele é responsável pela elevação do ponto de ebulição deste líquido.

2. Sabemos que fenômeno da ebulição ocorre quando uma substância passa do estado líquido para o estado gasoso, o ponto de ebulição da água é de 100,0°C.

Mas como isso ocorre na prática? Para melhor entender usemos de um exemplo bem simples, quando misturamos sal à água aumentamos seu ponto de ebulição, sendo assim, ela vai demorar mais a levantar fervura. Isto porque quando um soluto não volátil é dissolvido em água, observa-se que a temperatura de ebulição da solução formada é superior ao valor da temperatura de ebulição da água pura. Este fenômeno é denominado efeito ebulioscópico.

A fórmula usada para o cálculo da Ebulioscopia é:

Δte = Te2 - Te, onde:

Te = temperatura de ebulição da solução
Te2 = temperatura de ebulição do solvente

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Água em ebulição
Água em ebulição
Publicado por: Líria Alves de Souza
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

(FATEC SP) Quando se aquece uma solução de água e cloreto de sódio, observa-se que o ponto de ebulição se eleva à medida que a mistura é aquecida. Essa elevação de temperatura de ebulição deve-se:

a) à diminuição da energia cinética das moléculas.

b) ao aumento da energia cinética das partículas de NaCl.

c) ao aumento da concentração do soluto na solução.

d) à dificuldade do soluto de vaporizar-se.

e) ao aumento da energia cinética das moléculas.

Questão 2

(Puccamp-SP) Na ebulição, a pressão de vapor de uma solução aquosa 0,05 mol/L de glicose (C6H12O6) é:

a) o dobro da pressão de vapor de uma solução aquosa 0,05 mol/L de glicerol (C3H8O3).

b) a metade da pressão de vapor de uma solução aquosa 0,05 mol/L de sacarose (C12H22O11).

c) igual à pressão de vapor de uma solução aquosa de igual concentração, em mol/L, de frutose (C6H12O6).

d) a metade da pressão de vapor de uma solução aquosa 0,10 mol/L de glicose (C6H12O6).

e) igual à pressão de vapor de uma solução aquosa de igual concentração, em mol/L, de sal de cozinha (NaCl).

Mais Questões
Assuntos relacionados
Quando adicionamos açúcar na água que está fervendo, ela para de ferver. Isso é explicado pela ebulioscopia, uma propriedade coligativa
Propriedades Coligativas
Entenda o que caracteriza as propriedades coligativas, veja exemplos de cada uma delas e como calculá-las.
Selo impresso na Holanda em homenagem a J. H. Van't Hoff, ganhador do Prêmio Nobel de Química em 1901 *
Fator de Van’t Hoff
Entenda o que é o fator de Van’t Hoff (i), como determiná-lo e qual é o seu papel nos aspectos quantitativos das propriedades coligativas.
O sal modifica a temperatura de ebulição da água
Cálculos envolvendo ebulioscopia
Clique e aprenda a calcular a variação da temperatura de ebulição de um solvente na solução através dos cálculos envolvendo ebulioscopia.