Polímero Sintético

Os polímeros correspondem ao agrupamento de monômeros que ao ligar um ao outro formam macromoléculas, denominadas de polímeros e a reação que o forma é chamada de polimerização.

Os polímeros sintéticos estão divididos em dois tipos diferentes, denominados polímeros de adição e condensação.

Os polímeros de adição: quando as substâncias usadas na geração de polímeros manifestam de forma obrigatória uma ligação dupla entre os carbonos. Ao momento que ocorre a polimerização, acontece a quebra da ligação do π e também a geração de duas novas ligações simples.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Os polímeros de condensação: são gerados quase sempre através da reação, por meio de dois monômeros distintos e com a extinção de pequenas moléculas. Nessa modalidade de polimerização, os monômeros não necessitam demonstrar ligações duplas por meio dos carbonos, no entanto, é extremamente necessária a presença de dois tipos de grupos funcionais distintos.

Com o polímero sintético é possível fabricar vários objetos, dentre eles: sacolas plásticas, pára-choque de automóveis, canos para água, panelas antiaderentes, mantas, colas, tintas e chicletes.

Publicado por: Eduardo de Freitas
Assuntos relacionados
Tintas sintéticas liberam VOC’s.
Compostos orgânicos voláteis
As principais fontes e as consequências da inalação de VOC’s.
Propriedades dos compostos orgânicos
Composição dos elementos orgânicos, compostos orgânicos, ligações covalentes, oxigênio, hidrogênio, nitrogênio, fósforo, enxofre, halogênios, Tetravalente, Monovalente, Bivalente, Trivalente, Carbono, valências, heteroátomos.