Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Redação
  3. Textualidade
  4. Coerência textual

Coerência textual

Importante elemento para a compreensão de um texto, a coerência textual é construída através dos conhecimentos sociocognitivos de cada leitor.

Quando você se propõe a escrever um texto, certamente se lembra de quem vai ler, não é verdade? Provavelmente, você também se lembra de que alguns cuidados devem ser tomados para que o leitor compreenda o texto. Nessa tentativa de fazer-se compreendido, você estabelece alguns padrões mentais que diferem o que é coerente daquilo que não faz o menor sentido, certo?

Pois bem, intuitivamente, você está seguindo um princípio básico para uma boa redação, chamado de coerência textual. Você pode até não conhecer a exata definição desse elemento da linguística textual, mas possivelmente evita construções ininteligíveis em sua redação e recorre aos seus conhecimentos sociocognitivos. A coerência é uma conformidade entre fatos ou ideias, próprio daquilo que tem nexo, conexão, portanto, podemos associá-la ao processo de construção de sentidos do texto e à articulação das ideias. Por serem os sentidos elementos subjetivos, podemos dizer que a coerência não pode ser delimitada, pois o leitor é o responsável pela constituição dos significados do texto.

A coerência é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações. Quando lemos um texto, estamos ao mesmo tempo construindo sua interpretação, e fazer isso de maneira eficiente está relacionado com os conhecimentos que já possuímos. Como vamos entender um texto que trate de química nuclear se não soubermos o que são os elementos da tabela periódica? Como entender um texto que fale sobre coerência se não soubermos o básico sobre a interpretação de textos?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Três princípios básicos são necessários para compreendermos melhor o que é coerência textual:

1) Princípio da Não Contradição: Um texto deve apresentar situações ou ideias lógicas que em momento algum se contradigam;

2) Princípio da Não Tautologia: A tautologia nada mais é do que um vício de linguagem que repete ideias com palavras diferentes ao longo do texto, o que compromete a transmissão da informação;

3) Princípio da Relevância: Um texto com informações fragmentadas torna as ideias incoerentes, ainda que cada fragmento apresente certa coerência individual. Se as ideias não dialogam entre si, então elas são irrelevantes.

É importante ressaltarmos que o uso adequado dos conectivos também colabora na construção de um texto coerente: a coesão textual é um importante mecanismo de estruturação do texto, presente em dois movimentos essenciais: restrospecção e prospecção. Lembre-se de que a coerência é um princípio de interpretabilidade, portanto, cabe a você depreender os sentidos do texto. Bons estudos!

A coerência textual não está na superfície do texto: a construção de sentidos será feita de acordo com o conhecimento prévio de cada leitor
A coerência textual não está na superfície do texto: a construção de sentidos será feita de acordo com o conhecimento prévio de cada leitor
Publicado por: Luana Castro Alves Perez
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Sobre a coerência textual, é incorreto afirmar:

a) A coerência é uma conformidade entre fatos ou ideias, própria daquilo que tem nexo, conexão, portanto, podemos associá-la ao processo de construção de sentidos do texto e à articulação das ideias.

b) Por serem os sentidos elementos subjetivos, podemos dizer que a coerência não pode ser delimitada, pois o leitor é o responsável pela constituição dos significados do texto.

c) A coerência é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações.

d) A não contradição, a não tautologia e o princípio da relevância são elementos básicos que garantem a coerência textual.

e) A coerência textual dispensa o uso adequado dos conectivos, elementos que apenas colaboram para a estruturação do texto sem apresentar relação direta com a semântica textual.

Questão 2

Observe a tirinha Calvin e Haroldo, de Bill Watterson, e responda à questão:

Para cada situação interativa existe uma variedade de língua adequada. O falante pode optar pela variedade padrão ou pela variedade não padrão
Para cada situação interativa existe uma variedade de língua adequada. O falante pode optar pela variedade padrão ou pela variedade não padrão

Sobre o nível de linguagem adotado por Calvin, podemos afirmar que se trata, em relação aos tipos de coerência, de uma

a) incoerência pragmática.

b) incoerência genérica.

c) incoerência estilística.

d) incoerência temática.

e) incoerência semântica.

Mais Questões
Assuntos relacionados
A prolixidade gera textos confusos e monótonos
Como evitar um texto prolixo
Seu texto está longo e confuso? Veja como evitar isso aqui!
Os conectivos são como pecinhas de um elaborado quebra-cabeças: quando encaixadas adequadamente, resultam em um texto coeso e bem estruturado
Tipos de coesão
Construindo o texto e encaixando palavras: Clique e conheça os tipos de coesão textual.
Um texto que privilegie a inteligibilidade e o princípio da não contradição deve apresentar todos os tipos de coerência textual
Tipos de coerência
Construindo os sentidos do texto: Clique e aprenda com os seis tipos de coerência textual.
Escrever nem sempre é tarefa fácil, mas existem algumas dicas que podem ajudar os menos hábeis com as palavras
Clareza textual
Construindo os sentidos do texto: Confira nossas dicas sobre clareza textual e aprimore sua escrita!
Quem quer escrever bem precisa, além de treino e dedicação, ler mais. A leitura é um ótimo exercício para entender o funcionamento da língua
Dicas de redação
É hora de escrever: Clique e confira cinco superdicas de redação que vão facilitar seus estudos!
A coesão referencial e a sequencial estabelecem vínculos entre as palavras, as orações e as partes de um texto
Coesão referencial e coesão sequencial
Leia este artigo e saiba mais sobre a coesão referencial e sequencial, as quais estabelecem vínculos entre as palavras, orações e as partes de um texto.
É importante escrever com clareza e elegância.
Defeitos de um texto
Alguns erros que cometemos ao escrever: pleonasmo, ambigüidade e cacofonia.
O que é necessário para se escrever bem?
Clique aqui e veja algumas dicas!
Coesão e coerência - nuances que realçam a beleza do texto
Coesão e Coerência
Elementos indispensáveis na construção textual.
Não basta somente ter ideias, elas precisam estar bem articuladas, para que assim se materialize a textualidade
Articulação de ideias: um fator de textualidade
Textualidade se caracteriza como fator preponderante na modalidade escrita. Dessa forma, saiba por que a articulação de ideias contribui para esse aspecto!
Casos pontuais revelam que a ambiguidade prejudica a clareza da mensagem
Casos de ambiguidade
Esteja atento! A ambiguidade se revela por casos específicos, demarcados aqui, neste espaço!
Quando o assunto é coesão textual, cada conjunção tem um valor específico. Sendo assim, os conectivos colaboram para o entendimento de um texto
Uso adequado dos conectivos
O valor das conjunções: Aprenda a usar os conectivos adequadamente!