Whatsapp icon Whatsapp

Dalai Lama

Dalai Lama é um título concedido ao líder espiritual do budismo tibetano. Além do papel religioso, o Dalai Lama cumpre também uma importante função política no Tibete.
Atual Dalai Lama vestido com uma roupa vermelha e amarela, usando óculos.
Tenzin Gyatso, o atual Dalai Lama, representa os interesses religiosos e políticos do Tibete.[1]

Dalai Lama é o título dado ao líder religioso da tradição do budismo tibetano. Nessa tradição, ele é considerado a reencarnação de um bodisatva, um ser iluminado que emana compaixão. Além disso, o Dalai Lama é também um importante símbolo político da luta do Tibete por sua autonomia.

Atualmente, o Dalai Lama está na sua 14ª reencarnação e a pessoa que está nessa posição atualmente chama-se Tenzin Gyatso. Ele foi entronizado como Dalai Lama em 1940 e o responsável por mediar o conflito existente entre a China e o Tibete. Ganhou um Nobel da Paz por seu papel na promoção da paz no Tibete.

Leia também: Maomé — a história do profeta que deu origem ao islamismo

Resumo sobre Dalai Lama

  • O Dalai Lama é um líder espiritual do budismo tibetano.

  • É considerado a reencarnação de um bodisatva, ser iluminado conhecido por sua compaixão.

  • Além de um líder religioso, é um símbolo da luta política do Tibete por sua autonomia.

  • Atualmente está na sua 14ª reencarnação.

  • O atual Dalai Lama ganhou um Nobel da Paz em 1989.

Qual é a função de um Dalai Lama no Tibete?

O Dalai Lama é reconhecido internacionalmente como uma liderança religiosa, e seu papel está diretamente relacionado com o budismo tibetano. Ele é a maior autoridade religiosa do budismo no Tibete e visto nessa região também como um símbolo que defende a autonomia dela.

O Tibete é um território da China, mas que luta, há décadas, pela sua independência. Na cultura tibetana, o Dalai Lama é considerado um lama um monge que possui grande conhecimento espiritual e esotérico, tendo estudado profundamente os conceitos do budismo. Inicialmente era considerado apenas uma figura religiosa, entretanto, passou a ter uma grande simbologia política na luta tibetana por sua autonomia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Linhagem do Dalai Lama no budismo tibetano

Na concepção do budismo tibetano, o Dalai Lama é considerado um tulku, isto é, um lama que escolheu reencarnar, formando uma linhagem de bodisatva, isto é, o ser iluminado que busca alcançar o status de Buda a fim de promover grandes benefícios para os seres vivos.

No budismo, Buda foi um príncipe chamado Sidarta Gautama, que ficou conhecido por alcançar um alto nível de iluminação espiritual. A religião budista se estruturou com base nos ensinamentos dele, sendo considerada uma religião não teísta porque Buda não é um deus.

A reencarnação na linhagem dos Dalai Lama vem de Avalokitesvara, um ser iluminado conhecido por sua grande compaixão. As reencarnações de Dalai Lama foram iniciadas em 1391.

Veja também: Islamismo — a segunda maior religião do mundo

Como é feita a escolha do Dalai Lama?

Na cultura budista do Tibete, um Dalai Lama não é escolhido, mas é reencarnado, sendo dever dos monges encontrar a nova reencarnação do Dalai Lama. Sempre que o Dalai Lama morre, os lamas se reúnem para meditar e iniciar o processo de encontrar o novo. O local onde esses lamas se reúnem é o lago Lhamo Lhatso.

Em seguida, a busca se inicia e o foco são as crianças que nasceram um ano após a morte do antigo Dalai Lama. A busca dos lamas se dá por meio de uma série de testes que identificam se uma criança é a reencarnação do Dalai Lama ou não, e, após determinaram quem é essa criança, outros monges são convocados para confirmar se o Dalai Lama foi mesmo encontrado. Depois disso, o novo líder é entronizado.

Quem é o Dalai Lama atualmente?

O Dalai Lama está na sua 14ª reencarnação, e o atual é conhecido pelo nome religioso de Tenzin Gyatso ou então Jetsun Jamphel Ngawang Lobsang Yeshe Tenzin Gyatso. O nome original de Tenzin Gyatso é Lhamo Thondup, e ele nasceu em Taktser, no Tibete, em 6 de julho de 1935.

O jovem Lhamo Thondup pertencia a uma família de camponeses no interior do Tibete, e foi testado para identificar se ele seria a nova reencarnação de Dalai Lama. Ele correspondeu aos testes realizados e foi reconhecido como o 14º Dalai Lama em 1939, sendo entronizado no ano seguinte.

Por que o atual Dalai Lama atual não vive no Tibete?

A reencarnação do 14º Dalai Lama coincidiu com os problemas que o Tibete enfrentou com o governo chinês. Esses problemas se iniciaram quando a região foi invadida e anexada pela República Popular da China, em 1950. Além de ser o líder religioso do budismo no Tibete, o 14º Dalai Lama também assumiu o comando da Administração Central Tibetana, o governo do Tibete no exílio.

Em 1950, quando o Dalai Lama foi entronizado, ele também assumiu plenos poderes políticos para cuidar da situação do Tibete. Ao longo de sua vida, o 14º Dalai Lama teve de negociar constantemente com o governo chinês para garantir a paz e um convívio harmônico dos tibetanos com a China. Em 1954, chegou a se reunir diretamente com Mao Tsé-Tung, na época, o governante chinês. Em 1959, precisou abandonar o Tibete e exilou-se em Dharamshala, cidade localizada no norte da Índia.

armada do Tibete contra o governo chinês, em 1959. Na década de 1960, Dalai Lama propôs soluções para amenizar a situação. fracasso de uma revolta devido ao Dalai Lama aconteceu oO exílio dA cidade recebeu milhares de refugiados tibetanos, além da sede da Administração Central Tibetana.

Além de atuar em defesa dos tibetanos por meio das Nações Unidas, o 14º Dalai Lama também propôs que o governo chinês:

  • determinasse que o Tibet fosse transformado em zona de paz;

  • estabelecesse o fim da transferência de chineses étnicos para o Tibete;

  • defendesse os Direitos Humanos da população tibetana;

  • encerrasse a produção de armamentos nucleares no Tibete;

  • criasse um governo autônomo para administrar o Tibete em aliança com o governo chinês.

Dalai Lama ainda liderou iniciativas educacionais e culturais para garantir a preservação das cultura, tradições e história tibetanas. Essas ações renderam-lhe a indicação e a conquista do Nobel da Paz, em 1989. Ele conquistou o prêmio por defender uma resolução pacífica do conflito entre Tibete e China. Em 2011, aposentou-se de suas obrigações políticas.

Saiba mais: Além do Tibete, que outras nações ainda lutam para terem um Estado próprio?

Quem escolherá o próximo Dalai Lama: China ou Tibete?

O envelhecimento do 14º Dalai Lama levou muitos especialistas a se questionarem sobre como será a escolha da nova reencarnação desse líder religioso. O 14º Dalai Lama já defendeu algumas vezes que ele deveria ser o último da linhagem. Isso porque há uma preocupação de que o governo chinês poderia manipular a escolha do novo Dalai Lama.

Por sua vez, o governo chinês já garantiu que determinará o 15º Dalai Lama. Por fim, há uma preocupação por parte do Dalai Lama atual sobre o fato de que os principais lamas não poderão realizar o processo para encontrar a nova reencarnação de maneira adequada porque estão no exílio e não podem entrar no Tibete, território chinês.

Créditos da imagem

[1] 360b/ Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Islamismo
Clique e acesse para saber mais sobre o islamismo, a segunda maior religião do planeta. Conheça a origem e os princípios que regem essa religião.
Mao Tsé-Tung
Clique para saber detalhes acerca da vida de Mao Tsé-Tung, o líder da Revolução Chinesa e fundador da República Popular da China.
Maomé
Acesse o texto para conhecer detalhes da vida de Maomé, também conhecido como Muhammad. Entenda suas origens e como ele se tornou profeta do islamismo.
Nações sem território
Os principais grupos populacionais sem país próprio.
Prêmio Nobel
Saiba o que é o prêmio Nobel e suas categorias, conheça a história da premiação e a importância de ser reconhecido pela fundação.
Questão Tibetana
Tibet, conflito no Tibet, protestos pró-Tibet, Dalai Lama, Revolução Chinesa de 1949, Mao Tsé-tung, Acordo dos 17 Pontos, Chiang Chin-wu, Lhasa, dinastia sino-mongol Yuan, Gengis Khan, Kublai Khan, dinastia Ming, dinastia Quing, massacre na Praça da Paz.
Revolução Chinesa
Entenda como ocorreu o processo revolucionário na China a partir da fundação do Partido Comunista Chinês, em 1921, e do confronto contra os Nacionalistas.
video icon
Escrito"Matemática do Zero | Razões trigonométricas no triângulo retângulo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Razões trigonométricas no triângulo retângulo
Nessa aula veremos como calcular as razões trigonométricas seno, cosseno e tangente.