Olfato

As narinas são os órgãos responsáveis pela captação dos odores. Em humanos, podemos encontrar na região superior das fossas nasais o epitélio olfativo, que é formado por células especializadas (quimioceptores de olfato) dotadas de prolongamentos muito sensíveis (cílios olfatórios). Esses cílios são encontrados mergulhados na camada de muco que reveste as fossas nasais.

Ao respirarmos, milhares de moléculas são levadas até nossas fossas nasais. Lá elas se difundem no muco, atingindo os prolongamentos sensoriais. Ao atingirem esses prolongamentos, impulsos nervosos são gerados e transmitidos até o corpo celular da célula olfativa, onde serão transmitidos a seus axônios que se comunicam com o bulbo olfativo, fazendo com que o nosso cérebro interprete-os e nos dê a sensação de cheiro. Especialistas acreditam que em nossas fossas nasais existam milhares de receptores olfativos diferentes, cada um codificado por um gene e capaz de diferenciar odores diferentes.

As conchas nasais, também conhecidas como cornetos, se encontram em nossas narinas. Nas conchas nasais encontramos glândulas responsáveis pela produção de muco. Nelas ocorre também a umidificação e a filtragem do ar que respiramos e que chega aos nossos pulmões. Caso ocorra qualquer tipo de alteração em nossas narinas, como sinusites, resfriados, rinites, etc., essas estruturas incham, dificultando a passagem do ar. Esse inchaço é uma forma de o organismo se defender de agentes externos. Outro tipo de defesa do nosso organismo, quando há algum micro-organismo estranho, é através de espirros, coriza e secreções.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O sabor dos alimentos não é dado somente pelo nosso paladar, mas também pelo nosso olfato, que responde às substâncias presentes no vapor dos alimentos. Embora os receptores do paladar e do olfato sejam totalmente diferentes e seus estímulos sejam interpretados em regiões diferentes do nosso cérebro, os dois sentidos agem em conjunto para produzir a sensação de gosto. Quando ingerimos algum alimento, ele libera moléculas de odor que são captadas pelas células olfativas. Dessa forma, conseguimos perceber a combinação de sabores e aromas. Isso explica por que não sentimos muito bem o gosto dos alimentos quando estamos resfriados.

O olfato é um sentido que atua em conjunto com o paladar
O olfato é um sentido que atua em conjunto com o paladar
Publicado por: Paula Louredo Moraes
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

O nariz está relacionado com o sentido do olfato. Nele encontramos células nervosas especializadas na captação dos cheiros. Essas células estão localizadas:

a) no início das narinas.

b) no teto das cavidades nasais.

c) nas conchas nasais.

d) no lobo frontal.

e) no palato.

Questão 2

No epitélio olfatório, estão localizadas células capazes de perceber o odor no ambiente. Essas células podem ser classificadas como:

a) fonorreceptores.

b) quimiorreceptores.

c) mecanorreceptores.

d) fotorreceptores.

e) proprioceptores.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Esquema do olho humano
Visão, um dos cinco sentidos
Veja quais estruturas constituem o olho humano, órgão responsável pela visão.
Uma pessoa consegue ler em braille graças aos inúmeros receptores táteis que existem nas pontas dos dedos
O sentido do tato
Clique aqui e conheça quais são os receptores responsáveis pelo tato.
A língua capta sensações relacionadas ao paladar, enviando-as ao cérebro.
Paladar
Clique aqui e conheça como funciona o paladar humano e quais fatores podem influenciá-lo.