Peixes abissais

A zona abissal é a região mais profunda dos oceanos, onde a luz solar é incapaz de chegar. Considerada o maior ecossistema do planeta, esta região localizada abaixo de 2 mil metros de profundidade cobre 60% da superfície do globo terrestre e abriga uma gama de criaturas nada convencionais.

Estes seres desenvolveram estratégias de sobrevivência sofisticadas para driblar as condições de frio, escuridão, pouca disponibilidade de alimentos e dificuldades quanto à reprodução (estima-se que, para cada fêmea sexualmente amadurecida existam de quinze a vinte machos).

Assim, algumas espécies de peixes abissais possuem, dentre suas excentricidades, a capacidade de apresentar luzes no próprio corpo, utilizadas para atração de parceiros e para encontrar e/ou atrair possíveis presas, visto que em razão de quase ausência de algas nestas profundidades, a maioria destes indivíduos apresenta hábitos carnívoros.

O Kryptophanaron, gênero de espécies caribenhas, apresenta uma cavidade sob os olhos que emite luzes; outras espécies têm uma forma de haste com um farol na ponta; o Pachystomias, (peixe-dragão) possui uma gama de células fosforescentes em seu comprimento.

Quanto à reprodução, estes seres desenvolveram certas estratégias, como a adotada pela espécie Gonostoma gracile, na qual o indivíduo amadurece sexualmente como macho em um ano e, no ano seguinte, como fêmea. Há vários outros exemplos, como o que ocorre na família dos Paralepidídeos, na qual os indivíduos são hermafroditos, podendo fecundar a si mesmos.

Como a disponibilidade de alimento é escassa, bocas gigantescas e estômagos maiores ainda permitem que estes seres se alimentem, muitas vezes, de indivíduos maiores que eles mesmos, garantindo fonte energética por um período de tempo maior.

Devido a estas adaptações, a aparência destes animais chega a ser bizarra!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia


Seres abissais
Seres abissais
Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
Assuntos relacionados
Zaglossus attenboroughi: nome que homenageia o naturalista David Attenborough.
Subclasse Prototheria
Clique aqui e conheça as peculiaridades da subclasse prototheria.
Os peixes são animais exclusivamente aquáticos que apresentam respiração branquial
Peixes
Aprenda mais sobre as características gerais dos peixes, um grupo de vertebrados exclusivamente aquático.
Os peixes apresentam mecanismos que garantem a regulação da quantidade de sais em seu corpo
Osmorregulação nos peixes
Entenda como ocorre a osmorregulação nos peixes e a importância desse processo para a sobrevivência desses animais nos diferentes ambientes aquáticos.
Para viver no ambiente aquático, os peixes contam com várias importantes adaptações
Adaptações dos peixes à vida aquática
Conheça as principais adaptações dos peixes à vida aquática e entenda por que esses animais sobrevivem tão bem nesse ambiente.
Os tubarões são peixes que apresentam esqueleto predominantemente cartilaginoso.
Tubarão
Clique aqui e aprenda um pouco mais sobre o tubarão, um animal bastante temido. Neste texto, falaremos características desses peixes e algumas curiosidades.
Tipos de esponjas
Conheça as estruturas de esponjas do tipo áscon, sícon e lêucon.
Representantes do Filo Mollusca.
Moluscos
Animais de corpo mole, providos ou não de conchas (univalves ou bivalves).
Esquema da circulação dupla e completa nas aves
Sistema circulatório das aves
As aves são animais que apresentam circulação dupla e completa, veja aqui como ocorre o sistema circulatório das aves.