Whatsapp icon Whatsapp

Miopatias

As miopatias são doenças de ordem genética ou não que afetam os tecidos musculares.
Detalhe de um músculo normal e um com distrofia muscular. Na distrofia, ocorre a atrofia e fraqueza dos músculos
Detalhe de um músculo normal e um com distrofia muscular. Na distrofia, ocorre a atrofia e fraqueza dos músculos

Denominamos de miopatias todas as desordens musculares que são restritas ao músculo sem nenhum problema estrutural envolvendo o nervo periférico. Suas causas podem ser genéticas ou não.

Normalmente os portadores dessas doenças não sabem que a possui. O sintoma mais característico, presente em praticamente todos os tipos de miopatia, é a fraqueza muscular. É comum pessoas com miopatias apresentarem dificuldades de locomoção, dificuldade ao levantar e de realizar tarefas rotineiras. Além disso é comum dores e atrofia muscular.

Os principais tipos de miopatias de origem genética são as distrofias musculares de Duchenne e a de Becker. Ambas são resultados de alterações no cromossomo sexual X. Vale destacar que existem outras distrofias como a facio-escápulo-umeral e a óculo-faríngea.

Podemos classificar as miopatias em alguns grupos principais:

- Distrofias musculares – De carácter hereditário, degenerativa e progressiva. Doenças que muitas vezes ocasionam a morte de seu portador. A forma mais comum de distrofia é a de Duchenne, que se caracteriza pelo comprometimento muscular logo no início da vida, antes de o paciente completar 5 anos. A doença piora progressivamente, levando à incapacidade de movimentação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Miopatia congênita – De carácter hereditário, porém não degenerativa. Pode ser um padrão de herança autossômico ou ligado ao X. Entre os principais tipos de miopatias congênitas podemos citar: miopatia de central core, miopatia centronuclear, miopatia miotubular e miopatia multiminicore.

- Distrofia miotônica – Doença autossômica dominante, caracterizada pela contração do músculo mesmo após o esforço voluntário. Essa miopatia também é chamada de doença de Steinert. Com o avanço dessa doença ocorre o acometimento do coração, que ocasiona a arritmia.

- Miopatias inflamatórias – Relacionadas com inflamações dos músculos e consequente destruição das fibras. É um tipo de miopatia autoimune e ainda com causas desconhecidas. Os dois principais tipos de miopatias inflamatórias são: dermatomiosite e polimiosite.

- Miopatias metabólicas primárias – Defeitos no metabolismo que afetam o tecido muscular.

As miopatias são doenças que terão seu tratamento de acordo com o tipo encontrado no paciente. Em todos os casos o tratamento com fisioterapeutas é essencial para uma melhor qualidade de vida.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Os músculos são responsáveis, dentre outras funções, pela nossa locomoção
Contração muscular esquelética
Compreenda o mecanismo de contração muscular esquelética e amplie seus conhecimentos sobre a importância da actina e da miosina.
A Distrofia Miotônica de Steinert é uma doença genética autossômica dominante
Distrofia Miotônica de Steinert
Saiba mais sobre a Distrofia Miotônica de Steinert, uma doença que afeta praticamente todos os sistemas do corpo.
video icon
História
Revolução Cubana
Assista a nossa videoaula  para conhecer um pouco da história da Revolução Cubana (1959), processo revolucionário liderado por Fidel Castro e outros guerrilheiros que visava à derrubada da ditadura de Fulgêncio Batista.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!