Whatsapp icon Whatsapp

Inflação

A inflação é caracterizada pelo aumento dos preços de bens e serviços diversos. Ela tem muitas implicações no campo econômico e social, como o empobrecimento da população.
Ilustração representando a ideia de aumento acentuado dos preços, característico da inflação.
O aumento acentuado dos preços é uma característica da inflação.

A inflação é resultante do aumento dos preços dos bens e serviços. Sua história está diretamente vinculada ao início do uso do dinheiro como mecanismo de compra de produtos diversos. Suas causas envolvem fatores econômicos, políticos e culturais. Sua principal consequência é o empobrecimento da população. No mundo, assim como no Brasil, a inflação está vinculada às questões econômicas pontuais mas também às globais, como crises climáticas e diplomáticas.

Veja também: Como surgiu o dinheiro?

Resumo sobre inflação

  • É um processo econômico caracterizado pelo aumento generalizado dos preços de bens e serviços diversos.

  • Sua história se iniciou com a adoção do mecanismo de trocas de produtos por meio de papel-moeda.

  • O processo inflacionário em uma sociedade é tipificado em inflação por demanda, por custo e por estrutura.

  • Suas causas são a diminuição e/ou o aumento da oferta e da demanda de determinado produto.

  • A ocorrência de crises climáticas e as disputas militares também implicam o aumento da inflação, em especial, no mundo.

  • Suas principais consequências são a diminuição do poder de compra e, consequentemente, o empobrecimento da população.

  • O aumento da produção industrial e da taxa de juros são medidas que têm o potencial de combatê-la.

  • O Brasil já passou por diversos processos inflacionários na sua história que resultaram em graves perdas econômicas para o país.

O que é inflação?

A inflação é um processo econômico caracterizado pelo aumento dos preços de bens e serviços. Tradicionalmente, esse aumento, de forma acentuada, ocorre em um curto e/ou médio período, gerando assim a perda do poder de compra da população. Portanto, durante o processo inflacionário, há comumente o empobrecimento de uma parcela importante da sociedade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História da inflação

A inflação é um processo constante na história econômica mundial, especialmente a partir da invenção do dinheiro, que estipulou um mecanismo de trocas de produtos por meio de papel-moeda. Nesse sentido, a inflação está diretamente relacionada às práticas econômicas estabelecidas pelos diversos países e, assim, vinculada ao sistema financeiro global.

Tradicionalmente, a história da inflação está atrelada aos eventos de grande magnitude global, como mudanças em sistemas econômicos, consolidação de movimentos sociais, acentuação de processos financeiros, entre outros. Nesse contexto, destaca-se ainda a ocorrência de fatos como conflitos bélicos e eventos climáticos, que têm um grande poder na geração de inflação.

Tipos de inflação

A inflação é dividida conforme três grandes critérios, que envolvem fatores como capacidade de produção, oferta de produtos e poder de compra da população.

→ Inflação por demanda

É caracterizada pelo aumento acentuado da procura de um bem que, mediante a incapacidade da indústria de produzi-lo em larga escala, acaba por faltar nas prateleiras, logo, a ausência desse tipo de produto nos mercados faz com que o seu preço aumente consideravelmente.

Um exemplo clássico desse tipo de inflação é o aumento do preço do leite durante o chamado período da entressafra, marcado pela estação mais seca do ano, na qual a produção de leite nas fazendas cai de forma considerável.

→ Inflação por custo

É entendida por meio do aumento dos custos de produção, como matérias-primas, transportes, energia, encargos trabalhistas, entre outros. Esse aumento de custos dos produtos é repassado para o consumidor, logo, gera um aumento generalizado dos preços de determinadas mercadorias.

Um exemplo recorrente desse tipo de inflação é a ocorrência de conflitos bélicos, como a guerra entre a Rússia e a Ucrânia, que encarece a oferta de matérias-primas diversas para a produção industrial.

→ Inflação por estrutura

É marcada pelo aumento dos preços dos produtos resultantes de deficiências nas infraestruturas locais, como ausências de estruturas de armazenamento, transporte e demais mecanismos que são fundamentais para a produção de uma mercadoria e sua destinação ao consumidor.

Um exemplo tipicamente brasileiro desse tipo de inflação é a reduzida oferta de armazéns agrícolas para guardar produtos primários, o que resulta em maiores dificuldades e custos para o produtor no processo de estocagem.

Causas da inflação

A inflação tem como elemento principal a elevação de preços para os consumidores. Sendo assim, ela reúne um conjunto de condicionantes econômicos, políticos e sociais que explicam a sua ocorrência. São eles:

  • diminuição da oferta de determinadas mercadorias e serviços;

  • ocorrência de eventos climáticos que diminuem a produção;

  • presença de conflitos militares que dificultam o comércio;

  • maior demanda em relação à oferta de determinados produtos;

  • emissão excessiva de moedas por parte dos entes públicos.

Acesse também: Desemprego — uma situação social causada por crises sociais, políticas e econômicas

Consequências da inflação

A inflação gera um efeito cascata na economia, com diversas implicações para além do campo econômico, como nas áreas política e social. São consequências dela:

  • empobrecimento da população;

  • diminuição do poder de compra dos indivíduos;

  • aumento generalizado dos preços dos produtos;

  • redução da oferta de empregos;

  • elevação dos níveis de pobreza em uma sociedade;

  • crescimento das taxas de juros;

  • perda de investimentos internacionais;

  • diminuição da qualidade de vida da população;

  • concentração de renda da população;

  • queda de investimentos públicos e privados no setor produtivo.

Possíveis medidas para reduzir a inflação

A inflação é um processo que pode ser atenuado mediante a adoção de políticas econômicas específicas, relacionadas especialmente ao consumo da população, assim como a atuação de agentes públicos. Uma das medidas mais tradicionais em termos de combate à inflação é o aumento da capacidade produtiva local, a fim de abastecer o mercado com maior oferta de produtos, logo, diminuindo os preços deles.

Inflação no mundo

Tanques de guerra em Carcóvia, na Ucrânia, em 2022.
A ocorrência de conflitos militares impacta no aumento da inflação.[1]

A inflação é um processo mundial que está historicamente vinculado à instituição do dinheiro como meio de troca de bens e serviços diversos, comumente adotado por meio de papel-moeda. Ela não é um processo pontual, mas sim global, estando presente em diversas localidades.

Tradicionalmente, a inflação está concentrada em países com certas dificuldades econômicas, tipicamente os países subdesenvolvidos, que enfrentam problemáticas relacionadas aos custos e às infraestruturas produtivas. Porém a inflação também ocorre em países desenvolvidos, notadamente relacionadas a eventos pontuais que implicam a desestabilização dos preços locais.

Nesse contexto, evidencia-se que a inflação está diretamente vinculada aos condicionantes econômicos, políticos e sociais. A ocorrência de catástrofes naturais e conflitos militares, por exemplo, tem o potencial de aumentar a inflação em grande escala, nos diversos países, pois implica uma desregulação da oferta de bens e serviços.

Esse cenário é ainda mais comum nos últimos tempos, marcados pelo processo de globalização, caracterizado pela grande interligação das cadeias de produção e consumo. Dessa forma, um evento local tem o potencial de ampliar globalmente a inflação em razão da grande integração econômica mundial atual.

Inflação no Brasil

A inflação é um processo comumente presente no Brasil. O país já passou por diversas crises econômicas que, no geral, foram marcadas pelo aumento generalizado dos preços. Essas crises geraram grandes perdas econômicas e políticas mas também sociais, uma vez que impactaram diretamente no empobrecimento da população local assim como em questões como o aumento do desemprego e da violência.

O combate à inflação no país teve como pontos de destaque a troca da moeda nacional, especialmente no final do século XX, e o aumento acelerado nos juros, especialmente na segunda década do século XXI. Atualmente, o Brasil passa por um processo de aumento inflacionário resultante de questões como a crise sanitária global, a crise econômica e política local e, ainda, os conflitos presentes no globo.

No Brasil, a inflação é medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) por meio do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Crédito de imagem

[1] Seneline / Shutterstock

Publicado por Mateus Campos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Como surgiu o dinheiro?
Entenda como surgiu o dinheiro e como sua fabricação é regulada pelo governo!
Escambo
Clique no link para saber mais sobre o escambo, modalidade de transação comercial muito comum na Antiguidade. Veja um exemplo de escambo no Brasil.
Fome no Brasil
Clique aqui, saiba quais são as principais causas da fome no Brasil e entenda suas consequências.
Geografia Econômica
Saiba quais são os principais conceitos estudados em Geografia Econômica. Veja a importância desse campo de estudo da Geografia e suas subáreas.
Liberalismo
Clique aqui para entender o conceito de liberalismo, a sua história e as aplicações do liberalismo nos campos político e econômico.
Neoliberalismo
Clique aqui para entender o que é neoliberalismo, como surgiu, quais são as suas aplicações e quais as críticas possíveis sobre essa doutrina econômica.
Porcentagem
Entenda tudo sobre porcentagem e a forma de calculá-la, bem como confira as suas possíveis representações e aplicações no cotidiano.
Sistema Americano de Empréstimo
Utilizando o sistema americano na quitação de empréstimos.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Soma dos ângulos internos de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Soma dos ângulos internos de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a soma dos ângulos internos de um triângulo para generalizar a fórmula da soma dos ângulos internos de um polígono convexo qualquer.