Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana do Brasil
  4. Fontes de Energia do Brasil

Fontes de Energia do Brasil

As fontes de energia são extremamente importantes para o desenvolvimento de um país. Além disso, a qualidade e nível de capacidade das fontes de energia de um determinado local são indicativos para apontar o grau de desenvolvimento da região. Países com maiores rendas geralmente dispõem de maior poder de consumo energético.

No Brasil não é diferente: à medida que o país foi se modernizando, o setor energético brasileiro foi se desenvolvendo. As principais fontes de energia do Brasil, atualmente, são: energia hidroelétrica, petróleo, carvão mineral e os biocombustíveis, além de algumas outras utilizadas em menor escala, como gás natural e a energia nuclear.  

O petróleo é utilizado para a geração de energia para veículos motores, através da produção de gasolina, óleo diesel, querosene. Além disso, também é responsável pelo abastecimento de usinas termoelétricas. É a principal fonte de energia brasileira.

As principais bacias petrolíferas são: Bacia de Campos, a maior do Brasil; bacia de Santos, Bacia do Espírito Santo e Bacia do Recôncavo Baiano.

Há alguns anos o país importava cerca de 60% do petróleo consumido internamente. Entretanto, atualmente, o país é quase completamente abastecido pela produção interna. Além disso, recentemente, foram descobertas grandes reservas de petróleo na camada do pré-sal no fundo oceânico do litoral de Santos (SP) e do Espírito Santo.

A energia hidroelétrica é a principal fonte de energia utilizada para produzir eletricidade no país. Atualmente, 90% da energia elétrica consumida no país advém de usinas hidrelétricas. Apesar disso, o país só utiliza 25% do seu potencial hidráulico. Além do mais, o Brasil ainda importa parte da energia hidroelétrica, uma porção dessas importações é referente à propriedade paraguaia da Usina Binacional de Itaipu, outra parte se refere à compra de eletricidade produzida pelas usinas de Garabi e Yaciretá, na Argentina.

Metade da produção da Usina de Itaipu pertence ao Paraguai em virtude do fato de ela se encontrar na divisa com o Brasil
Metade da produção da Usina de Itaipu pertence ao Paraguai em virtude do fato de ela se encontrar na divisa com o Brasil

Segue abaixo a lista das principais hidrelétricas do país:

1. Usina Hidrelétrica de Itaipu, no Rio Paraná - Capacidade: 14.000 MW;

2. Usina Hidrelétrica de Tucuruí, Rio Tocantins - Capacidade: 8.370 MW;

3. Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira, no Rio Paraná - Capacidade: 3.444 MW;

4. Usina Hidrelétrica de Xingó, no Rio São Francisco - Capacidade: 3.162 MW;

5. Usina Hidrelétrica de Foz Do Areia, no Rio Iguaçu - Capacidade: 2.511 MW;

6. Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso, no Rio São Francisco - Capacidade: 2.462 MW;

7. Usina Hidrelétrica de Itumbiara, no Rio Paranaíba - Capacidade: 2.082 MW;

8. Usina Hidrelétrica de Teles Pires, no Rio Teles Pires - Capacidade: 1.820 MW;

9. Usina Hidrelétrica de São Simão, no Rio Paranaíba - Capacidade: 1.710 MW;

10. Usina Hidrelétrica de Jupiá, no Rio Paraná - Capacidade: 1.551 MW.

A produção de Carvão Mineral é destinada para a geração de energia termelétrica e como matéria-prima principal para as indústrias siderúrgicas. Sua produção no Brasil está concentrada nos estados de Santa Catarina, no vale do Tubarão, e no Rio Grande do Sul, no vale do Rio Jacuí.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Apesar da existência dessas reservas, o carvão mineral brasileiro não é de boa qualidade, o que faz com que o país importe cerca de 60% do que consome, uma vez que os fornos das siderúrgicas e hidrelétricas necessitam de carvões minerais de alta qualidade e que produzam poucas cinzas.

Os biocombustíveis são fontes de energia recentemente implantadas no país, caracterizados por serem do tipo renovável. São originados de produtos vegetais (como a mamona, a cana-de-açúcar, entre outros).

Seu uso é amplamente defendido, pois se trata de uma energia mais limpa e que, portanto, acarreta em menos danos para o meio ambiente. Por outro lado, os críticos apontam que muitas áreas naturais são devastadas para o cultivo das matérias-primas necessárias para essa fonte de energia. Os biocombustíveis mais utilizados no país são: o Etanol (álcool), o Biogás e o Biodiesel.

O gás natural geralmente é produzido de forma conjunta ao petróleo e é responsável por quase 10% do consumo nacional de energia. Seu uso predominante é na produção de gás de cozinha, no abastecimento de indústrias e usinas termoelétricas e na produção de combustíveis automotores.

A energia nuclear também é um recurso energético utilizado no país. O seu uso foi idealizado no início da década de 1960 e implantado a partir de 1969, com a criação do Programa Nuclear Brasileiro, sob a argumentação de que a energia hidroelétrica, por si só, não seria suficiente para conduzir a matriz energética do Brasil. Tal argumento se mostrou falso primeiramente pela descoberta da real capacidade hidráulica do país (a terceira maior do mundo) e, em segundo lugar, pela descoberta posterior de novas formas de produção de energia, como os biocombustíveis.

Em 1981, foi inaugurada a primeira Usina Nuclear brasileira, localizada na cidade de Angra dos Reis e, por isso, denominada de Angra I. Porém, por problemas técnicos, ela foi desativada e, atualmente, não se encontra em operação.

Posteriormente, em um acordo com a Alemanha, foram iniciados os projetos de Angra II e III, que deveriam entrar em funcionamento na década de 1980. Entretanto, a usina de Angra II começou a operar em 2000 e Angra III até hoje não foi concluída.

Usinas de Angra I (à esquerda) e Angra II (à direita). Apenas a segunda encontra-se em funcionamento.¹
Usinas de Angra I (à esquerda) e Angra II (à direita). Apenas a segunda encontra-se em funcionamento.¹

Além dos altos gastos e do baixo nível produtivo (apenas 3% da produção nacional de eletricidade), as usinas nucleares de Angra são duramente criticadas por grupos ambientais em razão dos altos riscos em casos de acidentes ou vazamentos e pelo não estabelecimento de um local fixo para a destinação dos resíduos radioativos gerados pela usina.

________________________

¹ Fonte da imagem:  Rodrigo Soldon

Extração de Petróleo no litoral brasileiro
Extração de Petróleo no litoral brasileiro
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

A construção das grandes usinas hidrelétricas foi uma tônica central no âmbito da produção de eletricidade e fontes de energia do Brasil. No entanto, em virtude das ressalvas, polêmicas e protestos contra os impactos ambientais gerados, o governo brasileiro vem adotando alternativas a essa estratégia.

Além da busca por outras matrizes energéticas, uma medida adotada foi:

a) a substituição das hidrelétricas antigas por construções mais modernas e com efeitos atenuantes.

b) a construção das PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas), com menor impacto ambiental.

c) a migração das centrais para áreas de baixa densidade demográfica, como a região norte do país.

d) a substituição de todos os equipamentos existentes para aumentar a eficiência nos sistemas de produção e distribuição.

e) a difusão de campanhas de grande apelo para a redução em massa do consumo de eletricidade, diminuindo a demanda.

Questão 2

“No ano passado, 45,8% da energia usada pelos brasileiros veio de fontes renováveis (…). É a matriz mais equilibrada entre as nações mais populosas ou ricas do planeta. A média mundial de uso de energias renováveis é de 12,7%; essa média cai para 6,2% entre os 30 países-membros da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), que inclui os Estados Unidos e as mais ricas nações do globo”.

MONTÓIA, P. Brasil: Energia múltipla. Planeta Sustentável. Disponível em: http://planetasustentavel.abril.com.br. Acesso em: 05 jun. 2015.

Os recursos naturais renováveis e não renováveis, respectivamente, mais utilizados como fontes de energia no Brasil são:

a) gás natural e carvão mineral – petróleo e etanol

b) ventos e luz solar – gás natural e hidroeletricidade

c) água e biomassa – petróleo e gás natural

d) átomo e etanol – carvão vegetal e gás de xisto

e) energia atômica e hidrelétrica – petróleo e carvão mineral

Mais Questões
Assuntos relacionados
A energia solar e a energia eólica são exemplos de fontes alternativas de energia, as quais provocam pouco impacto negativo no meio ambiente.
Fontes alternativas de energia
Saiba mais sobre as fontes alternativas de energia. Veja quais são as vantagens do uso de energias alternativas e por que elas causam pouco impacto ao meio ambiente.
O trabalho no campo brasileiro
O Trabalho e a Terra no Brasil
O Trabalho e a Terra no Brasil, Como ocorre o Trabalho e a Terra no Brasil, As lutas de trabalhadores no campo, As lutas pela posse da terra no Brasil, As divergências entre trabalho e capital no campo brasileiro.
A meta ambiental é uma política de melhoria das condições naturais do país
Meta Ambiental do Brasil
A meta ambiental do Brasil, suas reformulações e os seus principais avanços recentes.
O processo de divisão regional do território brasileiro
As diferentes regionalizações realizadas no Brasil.
A Zona da Mata se estende por boa parte do litoral nordestino
Zona da Mata
Conheça um pouco mais da Zona da Mata, uma das quatro mesorregiões do Nordeste brasileiro.
A produção de energia eólica vem crescendo rapidamente no Brasil
Energia eólica no Brasil
Entenda, por meio de dados e informações atualizadas sobre o tema, as principais questões referentes à energia eólica no Brasil.
Fontes renováveis de energia são consideradas matrizes alternativas inesgotáveis de energia que provocam menos danos ao meio ambiente.
Fontes renováveis de energia
Aprenda um pouco mais sobre as fontes renováveis de energia, que representam opções alternativas à matriz energética baseada no uso de combustíveis fósseis, utilizada no mundo todo. As fontes renováveis de energia causam menos danos ao meio ambiente, porém seu uso requer tecnologias que o viabilizem.
Mapa da Região Nordeste com seus respectivos estados.
Região Nordeste
Região Nordeste, Aspectos climáticos da Região Nordeste, Aspectos demográficos da Região Nordeste, Aspectos socioeconômicos da Região Nordeste, Área territorial da Região Nordeste, Número de habitantes da Região Nordeste.
Segregação Residencial
Clique aqui e entenda como ocorre o processo de segregação residencial.